Riot: Banda continua com uma motivação contagiante

Resenha - Immortal Soul - Riot

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Após o vocalista Mike DiMeo ter assumido o posto de Jorn Lande no Masterplan para gravar o controverso "MK II" (07), o Riot passou por uma fase bem complicada. Mas esta banda de New York, cuja trajetória começou no distante 1975, já havia transposto outros momentos difíceis sem deixar que os problemas afetassem a qualidade de sua música, inclusive tendo em "Fire Down Under" (81) e "Thundersteel" (88) registros importantíssimos para o Heavy Metal e Hard Rock.

Creed: nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling StoneWhiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Após cinco anos afastados dos estúdios, o grupo anunciou uma nova formação que vem gerando considerável expectativa no meio musical por ser a mesma que gravou o mencionado e tão estimado "Thundersteel". E é neste panorama que seu 14° álbum, "Immortal Soul", se desenvolveu e está chegando agora ao mercado, mostrando que o guitarrista Mark Reale e seu Riot continuam com uma motivação contagiante e muita versatilidade no momento de compor.

"Immortal Soul" segue com uma veia mais pesada se comparada com os últimos álbuns da banda, mas a realidade é que a mistura de Heavy Metal com Hard Rock é tão profunda que se torna indistinguível em muitas ocasiões. O trabalho das guitarras é agressivo, melódico e grudento, com solos transbordando feeling e uma cozinha que, como não poderia deixar de ser, é impecável. E o próprio Tony Moore, mesmo menos estridente, continua dando uma aula de interpretação atrás do microfone.

Há várias referências diretas para com os discos do passado, em especial o paralelo existente entre a nova "Still Your Man" e a saudosa "Johnny's Back", de 1988. Mas o repertório vai para muito além destas homenagens, sendo estruturado para fluir de forma dinâmica e com doses inebriantes de boa música, como as muito melódicas "Wings Are For Angels", com um refrão bem fácil de acompanhar, "Fall Before Me" ou "Whiskey Man".

Independente das reais razões por trás desta reformulação do Riot, com a mesma formação que seus fãs tanto admiraram um dia, "Immortal Soul" é um disco sério e que já vem sendo carinhosamente chamado de 'irmão mais novo' do "Thundersteel". Não há como um admirador incondicional do Hard / Heavy clássico se decepcionar com um trabalho deste porte, e a geração mais nova encontrará as mais honestas raízes do gênero por aqui. Vale a aquisição!

Contato:
http://www.riotrockcity.com
http://www.myspace.com/officialriotnyc

Formação:
Tony Moore - voz
Mark Reale - guitarra
Mike Flyntz - guitarra
Don Van Stavern - baixo
Bobby Jarzombek - bateria

Riot - Immortal Soul
(2011 / SPV - importado)

01. Riot
02. Still Your Man
03. Crawling
04. Wings Are For Angels
05. Fall Before Me
06. Sins Of The Father
07. Majestica
08. Immortal Soul
09. Insanity
10. Whiskey Man
11. Believe
12. Echoes




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Riot"


Metal: as piores capas dos grandes artistas do gêneroMetal
As piores capas dos grandes artistas do gênero

Loudwire: 10 álbuns pesados dos 70's que não são do Black SabbathLoudwire
10 álbuns pesados dos 70's que não são do Black Sabbath

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1981Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1981


Creed: nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling StoneCreed
Nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling Stone

Whiplash.Net: O site protege algumas bandas e prejudica outras?Whiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Metallica: Ulrich comenta sobre seu maior erroMetallica
Ulrich comenta sobre seu maior erro

Lindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da MarshallLindo Demais
Conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall

Pornô: as atrizes que incendiaram o cenário RockPornô
As atrizes que incendiaram o cenário Rock

Bosón de Higgs: cientista transforma Partícula de Deus em riffBosón de Higgs
Cientista transforma Partícula de Deus em riff

Ultimate Classic Rock: Top 10 canções com DevilUltimate Classic Rock
Top 10 canções com "Devil"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336