Almah: "Motion" é mais um grande registro do grupo

Resenha - Motion - Almah

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Depois do excelente "Fragile Equality", de 2008, podemos dizer que o ALMAH deixou de ser um simples projeto solo do vocalista do ANGRA, Edu Falaschi, e se tornou uma banda de verdade, com músicos efetivos (e não apenas convidados especiais, como em seu primeiro registro), e com grande repercussão com o público nacional e, principalmente, internacional.

Edu Falaschi: músicas surpresas do Almah em show do Tropical ButantãAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal

Edu realmente é um músico diferenciado, como pudemos conferir desde seus tempos de SYMBOLS, tanto nos vocais como nas composições. E mais uma vez está acompanhado por grandes músicos neste novo registro, mantendo a formação do disco anterior, inclusive com o seu companheiro de ANGRA Felipe Andreoli no baixo.

E logo de cara, podemos constatar que este é o disco mais diversificado (e ousado) musicalmente da carreira de Edu, com grandes composições, que trazem diversos elementos, que vão do metal progressivo ao thrash metal, passando por momentos mais stoner, com bastante groove, mas sempre com uma maior inclusão de peso nas composições, tanto nos riffs de guitarra como em alguns vocais mais agressivos de Edu, mas sem perder as características melódicas que o levaram ao sucesso. Em comparação com o disco anterior, podemos dizer que "Motion" é mais direto e agressivo.

Alias, o trabalho dos guitarristas Marcelo Barbosa e Paulo Schroeber é um dos grandes destaques do trabalho, com riffs pessadíssimos e solos muito criativos. Além disso, como sempre, deve ser enaltecido o trabalho de Edu, que cada vez mais evolui sua voz, tanto nas partes mais agressivas como nas mais melódicas, mostrando o porque de ser considerado por muitos como o melhor vocalista do Brasil, e um dos melhores do mundo.

Todas as composições são muito bem estruturadas e arranjadas, com muita maturidade e competência dos músicos envolvidos, como podemos constatar nas excelentes e pesadas "Hypnotized" e "Living and Drifiting", com riffs agressivos (beirando ao thrash metal), além de belas linhas de voz, com varias variações entre o melódico e agressivo; "Zombie Dictator", com vocais ultra rasgados, sendo a mais pesada do trabalho; e as quebradas "Trace of Trail" e "Daydream Lucidity", com muito peso e técnica.

Apenas faço uma ressalva para a mixagem do trabalho, pois em algumas partes mais pesadas o vocal ficou um pouco baixo em comparação com as guitarras, mas nada que comprometa o excelente resultado do material.

Mais um grande registro do ALMAH, mostrando toda a capacidade e ousadia de Edu e seus companheiros, e tem tudo para fincar de vez o nome da banda entre as melhores bandas de metal do Brasil, e, porque não, do mundo. Até agora, na minha opinião, o melhor disco nacional do ano.

Confiram o clipe de "Trace of Trait":

Motion - Almah
(2011 - Laser Company - Nacional)

Formação:
Edu Falaschi - Vocals
Marcelo Barbosa - Guitars
Paulo Schroeber - Guitars
Felipe Andreoli - Bass
Marcelo Moreira - Drums

Track List:

1. Hypnotized
2. Living and Drifting
3. Days of the New
4. Bullets on the Altar
5. Zombies Dictator
6. Trace of Trait
7. Soul Alight
8. Late Night in 85
9. Daydream Lucidity
10. When and Why


Outras resenhas de Motion - Almah

Almah: Explorando outras vertentes sem perder o feelingAlmah: Não cabe aqui nenhuma comparação com o Angra




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Almah"


Edu Falaschi: músicas surpresas do Almah em show do Tropical Butantã

Melhores de 2014: as escolhas do redator Samuel CoutinhoMelhores de 2014
As escolhas do redator Samuel Coutinho

Edu Falaschi: 10 discos que marcaram a vida do vocalistaEdu Falaschi
10 discos que marcaram a vida do vocalista

Edu Falaschi: resposta a Jack Endino na íntegraEdu Falaschi
Resposta a Jack Endino na íntegra


Alfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de MetalAlfabeto do Rock
As 15 melhores músicas de Metal

Church of Satan: A maioria dos músicos de Black Metal são cristãosChurch of Satan
"A maioria dos músicos de Black Metal são cristãos"

Queen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian RhapsodyQueen
10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

Heavy Metal: "cristãos podem aprender muito com o gênero"Metallica: músicos regravam o St. Anger "da forma correta" - ouçaBill Ward: explicando saída do Heaven & Hell em 2006Guns N' Roses: Slash e DJ Ashba, as semelhanças

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336