Resenha - Caught In The Game - Survivor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo
Enviar Correções  


Bem, o que dizer de Caught In The Game de 1983, último disco com a formação pioneira do Survivor? Se não é uma obra-prima, pelo menos não perde em qualidade e mantém o nível da banda, afinal a banda impressionou ano passado com Eye Of The Tiger, é óbvio que as composições do próximo seriam menos motivo de vibração, porém o disco é ótimo.

publicidade

A começar pela vibrante e marcada faixa título, "Caught In The Game", seguida pela apenas marcada "Jackie Don't Go". A seguir vem a mela-cueca "I Never Stopped Loving You", cujo único atrativo é o solo de guitarra. O ritmo acelera de novo com "It Doesn't Have To Be This Way", música cativante, porém, quase sem nenhum atrativo especial, a não ser o solo de guitarra que mais uma vez salva uma música, e que solo! Depois dizem que o solo de guitarra está morto! Quem apostar nessa afirmação nos próximos anos vai se arrepender e muito, pois um bom solo de guitarra bem executado, sempre é bem vindo, e pode salvar uma música!

publicidade

Logo, ouve-se a introdução quase épica de "Ready For The Real Thing", mais uma vez cativando o ouvinte com sua batida arrastada, boas linhas melódicas e um solo de guitarra bem colocado. Em seguida temos "Half-Life", uma cópia exata de "American Heartbeat" do album anterior, inclusive nas linhas de sinths. Porém, com riffs de guitarra interessantes e um solo muito bom. Depois, temos "What Do You Really Think", que aparenta não ter nada de interessante, e não decola, porém, acaba se salvando a partir dos 2:00 minutos, com uma melodia bem legal e depois entra em queda-livre de novo.

publicidade

"Slander" começa com uma excelente introdução, e segue sem maiores surpresas, com uma batida marcante, porém, mostra-se poderosa e cativa o ouvinte com um riff matador, e acaba decolando, porém, poderia ser menos repetitiva no refrão. Solo de guitarra matador, mais uma vez, usando e abusando de escalas e efeitos de alavanca, seguido por uma excelente linha melódica de sinths e voltando no refrão. Excelente! É assim que se toca e cativa! Para terminar a balada "Santa Ana Winds", bonita música de encerramento.

publicidade

Assim termina a fase Dave Bickler no Survivor, com um disco não muito bom, mas que também não deixa a desejar e mostra muito potencial.

FRANKIE SULLIVAN(G, Vo)
JIM PETERIK(G, Key, Vo)
DAVE BICKLER(Lead Vo, Key)
STEPHAN ELLIS(B)
MARC DROUBAY(Dr)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Para entender: o que é AOR?Para entender
O que é AOR?

Survivor: a história por trás da música Burning HeartSurvivor
A história por trás da música "Burning Heart"


Guns N' Roses: o Chinese Democracy que você nunca viuGuns N' Roses
O "Chinese Democracy" que você nunca viu

Black Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela bandaBlack Sabbath
A passagem de Ian Gillan pela banda


Sobre Ricardo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin