Resenha - Live at the Whiskey, One Night Only - Vince Neil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Cansado de esperar pelo baixista Nikki Sixx, que está envolvido até o pescoço com sua nova banda "Brides of Destruction", Vince Neil, o vocalista do Motley Crue, resolveu se lançar numa mini-turnê pelos EUA tocando em sua maioria músicas do Crue, apoiado pela banda que usou em seu segundo cd solo, "Carved in Stone". De tal mini-turnê surge este cd ao vivo "One Night Only", gravado na lendária casa de shows "Whiskey a Go-Go" em Hollywood.

Mötley Crüe: Vince Neil desmente boato de reunião frustrada por físico e rehabFree: a paixão de Dave Murray por Paul Kossoff

Não há o que falar mal do cd. São doze faixas, onze clássicos do Motley Crue e uma música apenas da carreira de Vince, a excelente "Look in Her Eyes" de seu primeiro cd solo, "Exposed". Ouvir músicas como "Kickstart My Heart", a ressucitada "Red Hot" (do álbum "Shout at the Devil"), "Same ol'Situation (SOS)" e "Dr. Feelgood" é sempre muito legal, um boa mostra do hard oitentista que nunca morreu. Mas Vince aproveita o hiato do Motley Crue e lança um cd tipicamente oportunista, que aproveita o máximo a fama de sua banda, colocando no mesmo músicas que fazem sucesso em qualquer show do Motley (ou você acha que Vince perderia a chance de tocar "Looks That Kill", "Girls,Girls,Girls", a balada "Home Sweet Home" e "Live Wire"?).

A banda é competente e reproduz com extrema fidelidade os sons do Motley (até porque com exceção do batera Tommy Lee, nenhum dos outros integrantes era um virtuoso em seu instrumento, sem desmerecer a banda) mas faltam alguns sons solo de Vince, como as ótimas "You're Invited but Your Friend Can't Come" e "Sister of Pain" de seu primeiro cd, e quem sabe uns sons mais obscuros do Motley, como músicas do primeiro cd da banda, "Too Fast for Love". O repertório é muito bom, mas extremamente oportunista.

O cd é muito bom. Não há o que duvidar. Vince está cantando bem melhor do que em sua última turnê com o Motley e manda um cd, que é aproveitador, mas dá uma boa alfinetada em Mr. Sixx e banda. É hora do Motley Crue voltar.....

Site oficial: http://www.skylarneil.org

Line Up:
Vince Neil - Vocais, Guitarras
Brent Woods - Guitarras
James Hunting - Baixo
Brent Fitz - Teclados, Bateria

Lançado em 2003 pela Image Entertainment.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Vince Neil"


Mötley Crüe: Vince Neil desmente boato de reunião frustrada por físico e rehabMötley Crüe
Vince Neil desmente boato de reunião frustrada por físico e rehab

Steel Panther: banda rebate Mötley Crüe e relembra que eles foram traíras com Vince NeilSteel Panther
Banda rebate Mötley Crüe e relembra que eles foram traíras com Vince Neil

Mötley Crüe: Nikki Sixx xinga vocal do Steel Panther após piada com Vince NeilMötley Crüe
Nikki Sixx xinga vocal do Steel Panther após piada com Vince Neil

Steel Panther: se pudesse ressuscitar um músico, seria Vince Neil, diz Michael StarrSteel Panther
"se pudesse ressuscitar um músico, seria Vince Neil", diz Michael Starr

Aerosmith: Dude (Looks Like a Lady) é inspirada em Vince Neil, do Mötley CrüeAerosmith
"Dude (Looks Like a Lady)" é inspirada em Vince Neil, do Mötley Crüe

Vince Neil: Queria ter a voz do Dio ou do Coverdale!Vince Neil
"Queria ter a voz do Dio ou do Coverdale!"


Free: a paixão de Dave Murray por Paul KossoffFree
A paixão de Dave Murray por Paul Kossoff

Treta: Zakk Wylde cuspiu cerveja em James Hetfield?Treta
Zakk Wylde cuspiu cerveja em James Hetfield?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.