Resenha - Hunters And Prey - Angra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após a estréia da nova formação do Angra no aclamado "Rebirth", e de uma tour bem sucedida, os músicos se reuniram para lançar esse MCD, o que já virou um costume da banda desde a época do "Holy Land". "Hunters and Prey" é mais do que um caça níqueis. É um cd de alta qualidade que mostra uma banda coesa e super bem entrosada caindo no heavy metal inspirado em Helloween e Iron Maiden com toques clássicos.
5000 acessosThe Angra Years: Tour com Falaschi, Priester e Laguna5000 acessosNamore um cara que goste de Metal

A primeira música, "Live and Learn", é uma speed pesadona, com coros fortes e grandes vocais de Edu Falaschi (o cara é bom!!!) e um show nas guitarras de Kiko e Rafael, como de costume. Para acalmar os ânimos,logo depois vem a balada "Bleeding Heart", com um ritmo suave e boa interpretação de Edu. Quem achava que o Angra abandonaria a fusão de ritmos brasileiros com heavy metal vai quebrar a cara com a faixa título, "Hunters and Prey", talvez a melhor que a banda já tenha feito neste estilo, com peso, melodia e toques brasileiros bem encaixados, sendo agradável e cativante. A faixa seguinte é como uma surpresa, "Eyes of Christ" tem uma levada mais hard rock, lembrando bandas como Harem Scarem e Emerald Rain, sendo altamente recomendável.

Como a banda já fez anteriormente, duas músicas de "Rebirth" foram regravadas em formato acústico, a faixa título e "Heroes of Sand". Ambas ficaram muito interessantes, e o tom acústico mostra a versatilidade da banda e dos vocais de Edu. Sem dúvida uma formação muito talentosa.

Mas os destaques máximos ficam para o final. O cover inusitado de "Mama" do Genesis fase Phil Collins. O resgate de uma música por muitos esquecida, que ficou muito interessante, mas com um grave problema: Edu não consegue dar a ela a mesma interpretação dramática que Phil Collins. Mas tudo bem, isso não chega a comprometer a faixa. E depois o mais inusitado ainda, "Caça e Caçador", que nada mais é do que "Hunters and Prey" com letra em português. Uma prova de que o Angra sabe se sair bem no seu idioma pátrio. Uma surpresa e o maior destaque.

Vale a pena. Um belo brinde enquanto aguardamos o próximo cd!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Hunters And Prey - Angra

5000 acessosTradução - Hunters And Prey - Angra

The Angra YearsThe Angra Years
Tour com Falaschi, Priester e Laguna

1292 acessosAndre Matos: turnê do álbum Holy Land chega ao Roça 'n' Roll940 acessosKiko Loureiro: entrevista para a Rock Master1295 acessosMarcio Guerra: A performance de Falaschi e Tarja no RIR 20111644 acessosAngra: em vídeo, primeira parte das composições para o novo álbum0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

AngraAngra
Problemas não se resolvem com sonho de doce de leite

AngraAngra
Ouça o cover de "Walk" do Pantera com Renatón nos vocais

AngraAngra
"Angels Cry" pela câmera de Kiko no Rock in Rio

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

HumorHumor
Namorar um headbanger é sair da zona de conforto

Guns N RosesGuns N' Roses
O dia em que quiseram demitir Axl Rose

ObituárioObituário
Os músicos de rock e metal que nos deixaram em 2015

5000 acessosRodolfo: 100% arrependido das letras dos Raimundos5000 acessosLemmy Kilmister: a música, as drogas, a família e a morte5000 acessosO Heavy Metal nos Limites da Simples Filosofia - Parte I5000 acessosAs tatuagens de Rob Halford3573 acessosAerosmith: E se isolassem o vocal de Steven Tyler em IDWTMAT?5000 acessosKiss: Ace Frehley explica por que deixou a banda nos anos oitenta

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online