Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSyd Barrett em 1967 analisando os principais singles lançados em julho

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Stamp

Resenha - Acoustica - Scorpions

Por Thiago Sarkis
Em 31/07/01

Nota: 5

Klaus Meine (Vocais)
Rudolf Schenker (Guitarras)
Matthias Jabs (Guitarras)
Ralph Rieckermann (Baixo)
James Kottak (Bateria)

Os Scorpions sempre tiveram seu lado popular, radiofônico, mas nunca procuraram tanto o estrelado como agora. Lançar um acústico logo depois de um disco com orquestra, definitivamente não é uma boa. É como um choque sonoro, energético. A banda sai de um trabalho grandioso e intenso, para um lançamento mais pastoso, lento e simples. Sem falar no forte apelo comercial que esses álbuns têm; fato que não seria nem comentado caso ambos fossem de alta qualidade. "Moment Of Glory" foi realmente espetacular. Entretanto, infelizmente, "Acoustica" está longe de receber qualquer adjetivo similar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A capa é interessante, bem pensada, fugindo à regra de outras artes que vemos para discos na linha acústica. O encarte é caprichado. O Convento do Beato, em Lisboa, local onde foram realizadas as gravações, tem um som excelente e comportou um público fervoroso, que salvou a banda em muitos momentos. E de bom, é só.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção é mediana e o set list extremamente cansativo. Baladas, baladas e... espera aí, já cansou? Pois se segura, que lá vem mais. Obviamente, várias músicas desse tipo eram esperadas, mas parece que eles exageraram na dose desta vez. Pelo menos as composições de outros artistas poderiam ser mais animadinhas, né?. Mas nem isso. Escolheram "Drive" do The Cars; "Love Of My Life" do Queen; e "Dust In The Wind" do Kansas. O CD ficou repleto de faixas muito bem compostas e históricas, verdadeiros sucessos mundiais, incluindo-se aí músicas da própria banda, como "Still Loving You", "Wind Of Change" e "Send Me An Angel". Todavia, tem hora que cansa e começa a dar sono.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Algumas canções ganharam novos arranjos, mas que pouco acrescentaram ao disco e à questão da musicalidade, que está em baixa por aqui. Que dirá Freddie Mercury, que sofreu um verdadeiro ataque pessoal, uma afronta, com o estrago que Klaus Meine fez em "Love Of My Life".

De qualquer maneira, os aficionados por acústicos e os mais fanáticos pelos Scorpions, vão gostar. O resto nem precisa ouvir. Principalmente aqueles que curtiram "Moment Of Glory", se mantenham afastados de "Acoustica", para não perder o ânimo com a banda.

Site Oficial
http://www.the-scorpions.de

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Clássicos quarentões - Scorpions - "Blackout" e Kiss - "Creatures of the Night" (vídeo)

Night Demon: lançada a compilação "Year Of The Demon", com covers de Scorpions e Maiden

As primeiras impressões do novo disco do Scorpions, "Rock Believer" (vídeo)


Gary Moore: em ácido comentário, ele dizia em 1987 por que não curtia hard rock



Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.