Eric Clapton: Álbum "MTV Unplugged" completa 25 anos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo de Assis, Fonte: The Music Journal Brazil
Enviar correções  |  Ver Acessos

Dentre a longa carreira de Eric Clapton repleta de grandes álbuns é inegável que este, que completa um quarto de século, seja um de seus trabalhos mais importantes: Eric Clapton MTV Unplugged vai muito além do que criar releituras com a sutileza de um violão para um repertório que nasceu beneficiado por grandes composições nascidas das mãos de um dos guitarristas mais importantes da história do rock.

Eric Clapton: lendário guitarrista está leiloando duas de suas guitarrasNo alto do castelo: As diferenças entre os diferentes estilos de rock

Este disco acústico, que foi lançado no dia 25 de agosto de 1992 pela Reprise Records, nasceu, para o bem da verdade, oito meses antes, quando foi gravado no Bray Film Studios em Windsor na Inglaterra em um 16 de janeiro daquele ano. Até aquele momento, Clapton não via um álbum seu entre os 10 melhores dos EUA. Pra ser mais exato, apenas Another Ticket de 1981, álbum que foi gravado no Bahamas e que contou com o lendário guitarrista de country Albert Lee, conseguiu o feito de participar desta honrada lista.

Pelo grande talento de Eric Clapton e em termos de mercado musical, uma década fora do mainstream comercial é uma distância abissal. Mas o rock é um livro que nunca termina e a história tratou de resolver isso.

Clapton convidou um timaço para trabalhar no Unplugged MTV: o baixista Nathan East (que sempre o acompanhou em turnês e gravações), Steve Ferrone, notável baterista que já trabalhou com outros grandes nomes como Duran Duran, Tom Petty, Bee Gees e Stevie Nicks, além de acompanhar o saudoso George Duke na lendária turnê do álbum Guardian Of The Light, o percussionista Ray Cooper, vindo de trabalhos com Elton John, George Harrison, Billy Joel e Rick Wakeman, o pianista Chuck Leavell do Allman Brothers, o guitarrista galês Andy Fairweather Low que havia trabalhado com nomes como Pete Townshend e Gerry Rafferty e as backings vocals Katie Kisson (Roger Waters, Elton John, Eros Ramazzotti, George Harrison) e Tessa Niles (Tina Turner, Duran Duran, Wax, Marillion, Pet Shop Boys, Steve Winwood, Liza Minnelli). Talento e versatilidade à toda prova com essa turma!

O repertório contou com algumas canções inéditas na época, além de novas versões de clássicos como Layla do Derek And The Dominoes (que foi redescoberta, completamente diferente da original) e músicas que se apresentaram como referências diretas na musicalidade de Clapton, de Son House, Jimmy Cox e Robert Johnson.

Layla foi executada a todo vapor nas rádios em todo o mundo, mas a canção que se tornou emblemática deste álbum, indubitavelmente, foi Tears In Heaven. Composta em homenagem ao filho de Clapton, Conor, que havia caido de uma janela do 53º andar do prédio onde residia, já continha uma carga emocional gigantesca e gerou grande comoção em todo o mundo. Composta em parceria com Will Jennings, ela também fez parte da trilha sonora do filme Rush.

Eric Clapton MTV Unplugged alcançou um sucesso comercial estrondoso: foram vendidas mais de 26 milhões de cópias em todo o mundo, conquistou três Grammy Awards em 1993, além de conquistar a maior certificação do mercado musical como o disco de diamante nos EUA e Canadá e uma série de discos de ouro e platina em diversos países. No Brasil, o álbum conquistou um disco de platina.

Relembre o tracklisting:

Signe
Before You Accuse Me
Hey Hey
Tears In Heaven
Lonely Stranger
Nobody Knows You When You're Down And Out
Layla
Running On Faith
Walkin'Blues
Alberta
San Francisco Bay Blues
Malted Milk
Old Love
Rollin'and Tumblin




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Eric Clapton"


Eric Clapton: lendário guitarrista está leiloando duas de suas guitarrasEric Clapton
Lendário guitarrista está leiloando duas de suas guitarras

Artur Menezes: vencedor do concurso para tocar no festival de Eric Clapton

Guitarristas: os dez mais ricos do Reino Unido em 2017Guitarristas
Os dez mais ricos do Reino Unido em 2017

Total Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da históriaTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

Eric Clapton: Dando a si próprio menos créditos do que mereceEric Clapton
Dando a si próprio menos créditos do que merece


No alto do castelo: As diferenças entre os diferentes estilos de rockNo alto do castelo
As diferenças entre os diferentes estilos de rock

Mascotes de bandas: GigWise elege os 14 mais famososMascotes de bandas
GigWise elege os 14 mais famosos

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Fotos de Infância: Arch EnemyFotos de Infância
Arch Enemy

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista

Dream Theater: dez semelhanças - ou seriam plágios?Dream Theater
Dez semelhanças - ou seriam plágios?

Pantera: Rex culpa Vinnie Paul por não conseguirem juntar a bandaPantera
Rex culpa Vinnie Paul por não conseguirem juntar a banda


Sobre Marcelo de Assis

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336