João Gordo: "Velho, o rock está morrendo!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Jornal Opção
Enviar correções  |  Comentários  | 

“Cara, eu sou um senhor de 53 anos. O João Gordo do Crucificados era um moleque de 20 anos completamente louco e ignorantão, tá ligado?”. Esse é o mote da conversa de João Gordo (Ratos de Porão) com Augusto Diniz (365 Shows), publicada no Jornal Opção, leia abaixo alguns trechos:

3711 acessosHeavy Metal: as dez melhores bandas sul-americanas do gênero5000 acessosKeith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugar

O punk tem força no Brasil principalmente em um momento de luta contra a Ditadura, de reabertura e retomada de direitos civis, políticos e liberdade para sociedade de forma geral. Como que o hardcore e punk hoje podem protestar, ainda mais com cenário atual?

Cara, hoje em dia, velho, não tem muito o que se fazer, tá ligado, meu? Com música. Quem escuta esse tipo de som é a minoria. Não tem muito público. Ainda mais música tipo o Ratos, saca, meu? O moleque novo aí que monta uma banda nova, tá ligado, e vai penar para crescer, tem a divulgação toda, sacou, meu? Mas não rola, cara. A nossa visão daquela época a gente era influenciado pelo o que estava acontecendo.

As letras do Ratos, cara, eu falo do que está acontecendo ao meu redor. E a partir de agora, desse disco Século Sinistro para cá, eu tenho muito material para escrever, cara. Muito assunto, muita coisa doida, tá ligado, que eu não pus em prática porque eu não sentei pra escrever. Mas o padrão político que se volta ao meu lado e os bagulhos sociais, cara, que me influenciam a escrever e fazer nosso tipo de protesto que de algum modo abrem os olhos de um monte de gente.

Então o próximo disco já está no forno?

Cara, a pior coisa do mundo é o Ratos ensaiar, cara. Cada um mora em um canto, cada um tem família, meu, e é difícil a gente ensaiar. Então a gente vai lançar um compacto agora com umas músicas do Terveet Kädet (Finlândia), cara. Mas para sentar e fazer música vai demorar um pouco.

É um século sinistro não só na política mas na música, principalmente para o rock no momento que o mercado musical vive?

Velho, o rock está morrendo, cara. Na hora que morrerem os dinossauros. Vai morrer o Ozzy (Osbourne), vão morrer os Led Zeppelin, vão morrer todos os AC/DC, aí vai morrer o Queen, já começa a morrer os punks. E aí eu morro e morre o Max Cavalera. Vai sobrar quem, meu irmão?

Leia a matéria na íntegra no link abaixo.
http://www.jornalopcao.com.br/opcao-cultural/365-shows/joao-...

Comente: Desesperador, não?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Heavy MetalHeavy Metal
As dez melhores bandas sul-americanas do gênero

216 acessosPanelaço com João Gordo: Filé de tofu com Rael820 acessosO Ben para todo mal: Jão, do Ratos de Porão, na estreia da série348 acessosPanelaço com João Gordo: Tofu Satay com Marcelo Pompeu, do Korzus1054 acessosKrisiun: encerrada polêmica tour na Ásia975 acessosFilhos: músicos de peso falam sobre como influenciam suas vidas0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ratos De Porao"

Ratos de PorãoRatos de Porão
Ao vivo nos programas de Angélica e Gugu?

Cinco contra um?Cinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

João GordoJoão Gordo
A dificuldade para parar de fumar

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Ratos De Porao"

Keith RichardsKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

NirvanaNirvana
Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain

Pearl JamPearl Jam
Banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

5000 acessosJames Hetfield: "Você não iria gostar de mim se soubesse minha história"5000 acessosSeparados no nascimento: Phil Lynott e Tiririca5000 acessosMegadeth: Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosVan Halen: Gary Cherone comenta ataques de Ed e CD que nunca saiu5000 acessosDuff McKagan: expressando sua admiração pelo Nirvana

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 17 de abril de 2017
Post de 16 de maio de 2017

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online