Importando Metal: músicos gringos que atuam ou já atuaram em bandas brasileiras

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Ha álbum tempo atrás foi publicada uma matéria aqui no site sobre 'músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas estrangeiras', pudemos observar a importância e a capacidade que nossos músicos tem em chegar no nível de qualquer banda gringa. Fomos capazes de provar para o mundo o valor que o talento de nossos vocalistas, guitarristas, baixistas e bateristas tem lá fora. Além do orgulho em temos um brasileiro fazendo parte de uma das maiores bandas de metal do mundo, temos o mesmo orgulho de contar com um dos melhores vocalista da Europa atuando em uma banda brasileira.

Na matéria anterior, você conferiu alguns músicos brasileiros que atuaram ou atuam em bandas gringas.
5000 acessosExportação: músicos brasileiros que passaram por bandas gringas

Desta vez, o blog Metal da Ilha fez o contrário e elegeu um lista com nomes de músicos gringos que atuam ou atuaram em bandas brasileiras. Confira:

Alex Holzwarth (ANGRA)

O atual baterista do RHAPSODY OF FIRE, era até então, um desconhecido quando gravou o primeiro álbum do Angra, "Angels Cry". Muitas pessoas pensam que foi Ricardo Confessori quem estava lá, mas ninguém imaginava que, na realidade, era o alemão Alex Holzwarth quem desempenhou a função, inclusive fez aquela famosa virada de bateria em "Carry On". Uma pequena curiosidade, em homenagem aos 20 anos do primeiro disco do Angra, na qual ele tocou, o baterista batizou seu novo estúdio de "Angels Cry Recording Studios":

Michael Vescera (DR. SIN)

Tudo começou com uma parceria que mais tarde veio muito bem a calhar.O americano Michael Vescera havia gravado o vocal na faixa "No Rules" do álbum "Insinity" (1997), aproveitando que o Dr. Sin estava gravando em seu estúdio nos Estados Unidos. Só que mais tarde, no ano 2000, a parceria se concretizou por completo, quando Vescera passou a dividir os vocais com Andria Busic no disco "Dr. Sin II".

Derrick Green (SEPULTURA)

O gigante norte-americano Derrick Green está a frente do Sepultura já faz um bom tempo. Já são 19 anos liderando as fileiras da banda de tharsh/death metal brasileira. O vocalista entrou na banda e logo se adequou, gravando o álbum "Against" (1998). Derrick fala fluentemente português, o que vez com que ele se adaptasse facilmente ao território, adotando até um time de futebol pra torcer.

Magnus Rosén (SHADOWSIDE)

A Shadowside sofreu uma baixa recentemente, quando o baixista Fabio Carito não pode mais permanecer em seu posto devido a incompatibilidade de agenda. Então em seu lugar, a banda recebeu nada mais nada menos do que o baixista sueco, Magnus Rosén. Magnus é conhecido por ter integrado a banda de power-metal HAMMERFALL, e gravado álbuns como "Glory To The Brave", "Renegade", "Crimson Thunder" e o seu último com a banda, "Threshold". Magnus Rosén chegou a tempo de participar do processo de composição do novo disco da Shadowside, que já está em andamento.

Thomas Lang (Marcelo Barbosa - solo)

O guitarrista do Almah, Marcelo Barbosa, está nos preparativos para o lançamento de seu primeiro álbum solo. Através de uma campanha no Kikante, ele arrecadou uma boa quantia que ajudará na produção e finalização do disco. Um dos músicos convidados foi o grande baterista Thomas Lang, que já gravou com feras como Glenn Hughes, Paul Gilbert, entre muitos outros. A presença de Thomas no disco foi de extrema satisfação para Marcelo, aliás, o cara é um tremendo de um baterista e dispensa comentários. O disco solo de Marcelo Barbosa está previsto para sair este ano.

Jumpei Nakamura (NEUROTICOS)

Pode parecer confuso em saber se eles são uma banda japonesa formada por brasileiros, ou uma banda brasileira formada por japoneses. A banda de death metal Neuroticos foi formada por três brasileiros no Japão. Bruno Dias Matsuda (Vocal), Kleber Dias Matsuda (Guitarra) e Carlos Henrique Tomi (Bateria) são os brasileiros que fazem parte da banda. Apesar da maioria de seus integrantes serem brasileiros, a banda foi formada e reside em Hiroshima no Japão. O único "gringo" no grupo é o japonês, Junpei Nakamura (baixo).

Fabio Lione (ANGRA)

Fabio é o segundo músico do Rhapsody a passar pelo Angra. Alex Holzwarth que já havia gravado, na íntegra, o álbum "Angels Cry", mais tarde foi a vez de Fabio Lione emprestar seus talentos para a banda brasileira. Após um tempo em hiato, o Angra retornou com uma nova formação, no lugar de Ricardo Confessori entrou o baterista Bruno Valverde, e para assumir os vocais, a banda escolheu Fabio Lione para ocupar a tão exigida vaga de vocalista. O italiano excursionou com a banda e gravou o disco "Secret Garden".Para quem achava que Fabio iria ficar na banda por um curto período, ele foi realmente efetivado como vocalista oficial da banda.

Quase gringos que passaram raspando:

Román (TIHUANA)

"Agora o bicho vai pegar". Se você leu essa frase e imaginou a voz do Egypcio, já sabe que estamos falando de Tihuana né? Mas o vocalista, que de egípcio não tem nada, conta com um colega de banda argentino. Se trata do baixista Román, que nasceu em Buenos Aires. O músico nasceu na capital argentina mas foi criado no Rio de Janeiro, então ele não aparenta muito um sotaque argentino, mas na hora que a bola rola em campo, ele não nega sua torcida pela seleção azul e branca.

Aquiles Priester (HANGAR)

Mas como assim? Ele aqui também!? Sim, o respeitado baterista, que é influência para vários músicos de todo o mundo, nasceu na Africa do Sul. Em uma cidade chamada Otjo, Aquiles viveu lá até os seus 4 anos de idade, inclusive, tendo seu primeiro contato com a bateria ainda por lá. Ele viu um conjunto de jazz se apresentando pela TV, e aquela imagem se fixou em sua mente, tanto que ele rapidamente decidiu o que queria ser quando chegasse a idade adulta. Hoje, o baterista do Hangar é um dos músicos mais respeitados do mundo. Sua trajetória é plenamente conceituada, onde chegou a ingressar no PRIMAL FEAR, ter feito teste para o DREAM THEATER, e claro, sua emblemática passagem pelo ANGRA.

Se conhece mais algum que ficou de fora desta linda, complemente a matéria e sinta-se a vontade para citá-lo nos comentários.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 22 de janeiro de 2016

AngraAngra
"Uma rapazeada bonita, mas nenhum foi bonzinho"

201 acessosAltair: comédia diabólica de Progressive/Power Metal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Rock NacionalRock Nacional
Os 15 melhores riffs de guitarra

AngraAngra
"Angels Cry" pela câmera de Kiko no Rock in Rio

AngraAngra
A estranha divulgação de show no Pagodão da Zeus

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Dr Sin"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Shadowside"0 acessosTodas as matérias sobre "Almah"0 acessosTodas as matérias sobre "Tihuana"

50 a menos50 a menos
Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616

Sharon OsbourneSharon Osbourne
"Ela é a mais maléfica mulher que eu já conheci!"

BackmaskingBackmasking
Existem mensagens gravadas ao inverso em discos de rock?

5000 acessosMetallica: Falha geral no sistema de som durante show no RIR5000 acessosA morte das grandes bandas: vá a todo show grande que puder5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais5000 acessosEvanescence: Amy Lee anuncia novo álbum - mas não exatamente...5000 acessosIron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda5000 acessosDesfalque: quando a falta de um membro original faz toda a diferença

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online