RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Infectious Grooves

Postado em 06 de abril de 2006

Biografia originalmente publicada
no site www.infectiousgrooves.hpg.ig.com.br

O Infectious Grooves nasceu da necessidade de Robert Trujillo de expandir a sua musicalidade em outras direções e da paixão de Mike Muir pelo PARLIAMENT/FUNKADELIC (George Clinton foi sua maior inspiração). Antes mesmo de começar a escrever todo o material do Infectious Grooves - que por sinal ainda nem estava formada - a dupla Trujillo e Muir encontrou uma certa resistência por parte da Epic (gravadora da qual o Suicidal Tendencies era contratado na época) quando levaram ao conhecimento desta a sua idéia. Mas os dois não desistiram e armaram uma estratégia para conquistar a simpatia da gravadora. Primeiro mostraram a sua demo tape a cinco selos diferentes, dos quais quatro manifestaram interesse no projeto. Ciente da situação, a Epic não pôde mais desprezá-los e acabou contratando-os. No lançamento do álbum de estréia, o Infectious Grooves não era só uma banda formada pela dupla Trujillo e Muir.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Faziam parte da formação os guitarristas Adam Siegel (do Excel) e Dean Pleasants (do Truth), mais o baterista (e também percurssionista) Stephen Perkins, do Jane's Addiction. Participaram ainda o baterista/percurssionista Scott Crago, do tecladista Dave Dunn (que também assinou algumas composições com Muir e Trujillo) e do convidado especial OZZY OSBOURNE, que muito apropriadamente fez o backing vocals na faixa "Therapy". Foi o próprio Ozzy quem deu-lhes a grande chance de demonstrar o seu talento, colocando-os como banda de abertura da primeira tour americana de "No More Tears". Essa oportunidade foi como um prêmio para Mike Muir & Cia., já que subir aos palcos todas as noites é a melhor forma de divulgar o seu trabalho. Os músicos fizeram questão de não investir em publicidade para lançar o seu álbum de estréia, pois temiam que o Infectious Grooves fosse apresentado como "a banda dos caras do Suicidal Tendencies e do Jane's Addiction". "Vamos permitir que as pessoas descubram o Infectious Grooves por elas mesmas", propõe Muir. "Therapy" foi o vídeo clíp estréia do seu primeiro álbum "The Plague That Makes Your Booty Move... It's the Infectious Grooves" foi bastante exibido na Mtv do Brasil. Qualquer faixa do álbum "The Plague That Makes Your Booty Move..." é o suficiente para convencer os mais exigentes de que o Infectious Grooves merece muita atenção. Não por reunir alguns nomes famosos, mas por apresentar um dos melhores trabalhos da fusão "Funk/Metal", onde cada músico nos proporciona um show a parte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

O ritmo pulsante do baixo de Robert Trujillo, os sensacionais solos e riffs "thrashy" de Adan Siegel, os acordes "funky" de Dean Pleasants, a bateria e percurssão de Stephen Perkins e o vocal de Mike Muir fazem do Infectious Grooves uma banda muito versátil.

Segundo lançamento intitulado "Sarsippius' Ark", é um EP maior que o normal. Este disco mistura composições tiradas de demos, ao vivo, covers e algumas faixas compostas no início da carreira da banda e que não foram incluidas no primeiro álbum.

O Infectious Grooves já vendeu mais de 100 mil discos, arrasou nas turnês e continua subindo de popularidade com uma velocidade assustadora. "Nada disso me surpreendeu. Nós encaramos tudo de frente, gostamos do que fazemos e, a partir do momento que você tem bons músicos, alguém com certeza vai apreciar o nosso trabalho" - fala Dean Pleasants (guitarrista da banda). Ouvindo as faixas "These Freaks Are Here To Party" ou "Immigrant Song" essa última cover do Led Zeppelin, observe "as paredes tremerem" "Violent & Funky", como sugere a primeira faixa de seu terceiro álbum (Groove Family Cyco), faz o Infectious Grooves alcaçar um equilíbrio admirável entre a violência do "metal moderno" e a descontração do "funky". Muito mais do que um simples projeto entre os membros do Suicidal Tendencies - o Vocalista Mike Muir e o baixista Robert Trujillo, mais os guitarristas Dean Pleasants e Adam Seagel e o baterista Brooks Wackerman, reçem chegado nesse álbum, o Infectious Grooves se renova, graças à sua originalidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Continuando a saga de seus dois primeiros álbuns ( The Plague That Makes Your Booty Move... It's The Infectious Grooves e Sarsippius' Ark), "Groove Family Cyco" chegou pra detonar os ouvidos "no bom sentido" dos que gostam do verdadeiro "funky".

O Infectious Grooves criou um estilo bastante diferente, misturando o peso do "Heavy Metal" com o Swing e a Crueza do "Funky" O infectious Grooves foram definidos por alguns como "a única banda de "metal" que pode fazer alguém dançar". Segundo Pleasants, "todos na banda têm fontes musicais diferentes. Desde moleque eu escuto diferentes tipos de música, como Santana, Jimi Hendrix, Funky-A-Dellic.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Nenhum de nós tem influências totalmentes similares. Quando nos reunimos, damos o máximo de nós mesmos sem nos restringirmos a qualquer coisa. Não há aquele lance de cada um compor uma música. A idéia inicial veio de Mike Muir e Robert Trujillo, de fazer um estilo de música bem pesado, mas orientado pelo baixo de Trujillo. Eu faço os acompanhamentos e solos "funky" e o Adam Siegel faz os riffs mais pesados de guitarra". Um dos detalhes mais interessante é o design das capas dos álbuns. Todos são densenhado por Adam Siegel (riff-guitar) do Infectious Grooves. São alguns monstrinhos que ao final de cada aprensentação da banda, aparecem no palco. Para isso há um significado: eles formam uma familia maluca e psicótica. Cada personagem tem sua personalidade, como por exemplo o Lil' Jr., que é o mascote, enquanto o Cousin Randy é o mais louco de todos. "Eles nasceram de nossa própria música" - diz Pleasants. Com o passar dos tempos, o baterista Stephen Perkins saiu da banda, entrando no seu lugar Brooks Wackerman.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Quando Stephen entrou , ele tinha bastante tempo livre. Mas desde o início ele comentava sobre um projeto com o Perry Farrell. Quando o Perry acabou com o Jane's Addiction para formar sua nova banda, Stephen ficou com ele. A bateria é um dos grandes destaque no Infectious Grooves. Brooks Wackerman (bateria), tocava no Bad 4 Good, ensaiava ao lado do estúdio onde o Infectious Grooves gravava. Haviam comentado que ele era um ótimo baterista e a banda resolveu assistir a um dos ensaios. Perguntaram pra ele se estava interessado em tocar com o Infectious Grooves, e ele aceitou. Um detalhe interessante: na época, Brooks tinha apenas 17 anos de idade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 6

Na sua atual formação, o Infectious Grooves conta com: Mike Muir - vocals; Dean Plesants - guitarra; Adam Siegel - guitarra; Josh Paul - baixo entre outros que fazem participações especiais nas composições da banda com destaque para Robert Trujillo - ex-baixista e Josh Freese - ex-baterista do Suicidal Tendencies (Álbum - The Art Of Rebellion). O último lançamento é o álbum "Mas Borracho". Este, um excelente álbum e que conta com um bônus "Pneumonia Bonus EP"

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS