White Lion

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Allan Jones
Enviar correções  |  Ver Acessos

Pelo nome da banda dá para notar que se trata de mais uma banda hard glam oitentista. O White Lion foi uma das que conseguiram emplacar, mas não conseguiram se manter. Seus discos foram bons, mas não o suficiente..,

5000 acessosRock e Religião: por que raios existe rock cristão?5000 acessosW. Axl Rose: uma foto rara dos "anos perdidos" do vocalista

A banda foi formada no bairro pesado do Brooklyn, em Nova York, em 1983. O seu line-up inicial contava com Mike Tramp (lead vocals), que era um Dinamarquês americanizado, Vito Bratta (guitar), Dave Capozzi (drums) e Felix Robinson (bass). Felix era o mais experiente, já que vinha do Angel, banda por onde passou também o tecladista Greg Giuffria .

A Elektra records nesta época estava contratando bandas de hard aos montes. Além do seu cast já contar com Motley Crue e Dokken, eles queriam mais.

“Fight to Survive” foi lançado e a Elektra, que esperava no mínimo um disco de ouro, ficou a ver navios. A gravadora se arrependeu do investimento e abandonou a banda. Os integrantes começaram a procurar razões para o insucesso do disco e começaram a se desentender. O ponto cuminante da história foi a saída de Dave Capozzi e Felix Robinson.

Por uma sorte do destino, a RCA abriu as portas para a banda e resolveu distribuir seu álbum. O disco foi lançado no Japão e teve uma excelente repercussão.

À esta altura a banda já tinha James LoMenzo e Gregg D'Angelo como novos integrantes. Enquanto a mídia comparava os integrantes a outros artistas já conceituados, a Atlantic se oferecia para fazer o novo álbum deles.

Em 1987, “Pride” foi editado e trouxe novas perspectivas para a banda. Repara-se que neste álbum assumiram uma nova identidade, um estilo mais próprio. O álbum entrou na Billboard e alcançou a 11ª colocação. Parecia um sonho para os integrantes do White Lion que num dia estavam na rua da amargura e agora próximos do Céu. “Wait” e “When The Children Cry” se tornaram sucessos nos Estados Unidos.

A banda lançou mais dois álbuns, “Big Game” (89) e “Mane Attraction” (91).

Com o passar do tempo iam tentando adaptar seu som às novas tendências que surgiam e foi aí que os problemas começaram a aparecer de novo. Os “substitutos” alegaram não estarem gostando do estilo que a banda estava se propondo á fazer, e abandonaram o barco, sendo substituídos por Jimmy degrasso (Ex-Y&T) e Tommy Caradonna (baixista de Alice Cooper). Esta formação nem teve tempo para mostrar alguma coisa, já que Mike Tramp achou melhor investir em outro projeto, o Freak of Nature.

Ainda em 92 foi lançado uma coletânea que continha os hits e as melhores canções da curta carreira da banda.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net



Guitar WorldGuitar World
Os 20 melhores álbuns de Hair Metal dos anos 80

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "White Lion"


Rock e ReligiãoRock e Religião
Por que raios existe rock cristão?

W. Axl RoseW. Axl Rose
Surge foto rara dos "anos perdidos" do vocalista

João GordoJoão Gordo
"Nunca vi alguém cheirar tanto como Kurt Cobain"

5000 acessosMetallica: "'St. Anger' foi um ponto baixo", diz Hetfield5000 acessosPink Floyd: as 10 melhores escolhidas pela Ultimate Classic Rock5000 acessosMetallica: por que Trujillo toca baixo com os dedos?5000 acessosBlack Sabbath: Iommi explica por que a banda nunca teve um 2º guitarrista5000 acessosHeavy Metal: "cristãos podem aprender muito com o gênero"5000 acessosRush: "Ficávamos doidões no quarto de hotel com Ace Frehley"

Sobre Allan Jones

É carioca, tem 23 anos e ouve rock desde pequeno. Suas principais influências são dos anos 70 e 80. Fez vários trabalhos relacionados ao rock, desde programas de rádio até promoção de eventos. Além disso, é músico e também faz trabalhos relacionados ao teatro. Oficialmente trabalha para a secretaria de fazenda de uma prefeitura de um município do Rio. Atistas prediletos: Kiss, Alice Cooper, Van Halen, Todd Rundgren, Asia, Kansas, Journey e as bandas do cenário do hard oitentista.

Mais matérias de Allan Jones no Whiplash.Net.