Running Wild

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

Por Débora Ribeiro

Running Wild é mais uma das famosas bandas alemãs de heavy metal. Fazem um som pesado, com excelentes riffs e solos de guitarras. Agressivo bem ao estilo do power metal germânico, escrevem vários tipos de letras paras suas músicas, mas o que mais chama a atenção são as letras que envolvem piratas e/ou oceano.

5000 acessosMetalhammer: 10 ridículos anúncios no Heavy Metal5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

A banda foi fundada em 1976, mas somente em 1982 Runnning Wild lança sua primeira fita demo, Death Metal, espalhando a novidade dos piratas do metal por toda a cidade de Hamburgo, Alemanha. A formação original era: Capt'n Rolf (vocais, guitarra), Preacher (guitarra, backing vocals) Stephan (baixo), Hasche (bateria).

Devido ao sucesso que as músicas "Iron Heads" e "Bones to Ashes" fizeram na coletânea da Noise Records, em 1984, é lançado o primeiro álbum Gates to Purgatory, que vendeu mais de 20.000 cópias. No mesmo ano lançaram um EP chamado Walpurgis Night, que vendeu 8.000 copias em poucas semanas. Em 85 o guitarrista Preacher deixa a banda e para substituí-lo entra Majk Moti. O disco lançado então, Branded and Exiled, que acaba por determinar as características do Running Wild, o ritmo empolgante e a melodia incrível além de letras como "Marching To Die" - sobre o ressurgimento do movimento nazi-fascista.

Em 86 fazem a primeira tour fora da Europa, nos EUA, e em 87 sai o clássico absoluto da banda "Under Jolly Roger". Hasche depois de receber severas criticas de Rolf deixa a banda junto com o baixista Stefan, substituídos respectivamente por Stefan Schwarzmann e Jens Becker. Com a nova formação o Running Wild faz shows com o Helloween em sua tour européia, que resulta em um novo disco chamado Ready for Boarding (1988). A revista inglesa Kerrang inclui o disco entre os melhores lançados naquele ano. No fim do ano é lançado o álbum "Port Royal", ultrapassando a marca de 50.000 cópias. Stefan Schwarzmann deixa a banda para tocar no U.D.O. e em seu lugar entra Ian Finlay.

Em 89 a banda lança mais dois discos: Bad To The Bone (12") e Death Or Glory. O Running Wild faz um grande show para 30.000 fãs no Estádio de Praga. Um mini LP Wild Animal é lançado em 90 e logo após o baterista Stefan Schwarzmann que tinha voltado para a banda sai novamente, desta vez substituido por Jörg Michael, que termina a tour e sai da banda. O roadie A.C. assume as baquetas, e o guitarrista Axel Morgan entra no lugar de Majk Moti. Em 91 são lançados o album "Blazon Stone", a coletânea "The First Years of Piracy" e o single "Little Big Horn", que além da faixa título incluía também "Billy The Kid" e o clássico do Thin Lizzy, "Genocide".

Em 92 mais mudanças na formação da banda. O RW lança o álbum "Pile of Skulls", o baixista Jens Becker é substituído por Thomas Smuszynski ; Stefan Schwarzmann volta novamente para a banda; é lançado o single "Lead or Gold". A capa de "Pile of Skulls" provoca polemica mostrando símbolos militares, monárquicos e religiosos como responsáveis pelas maiores desgraças da humanidade. Em 93 inicia-se a "Pile of Skulls Tour" que foi marcada pelas pirotecnias e pelo cenário utilizado que incluía uma grande caveira sob a bateria. Menos de uma semana após o inicio da tour o baterista Stefan Schwarzmann rompe os ligamentos de seu braço esquerdo e novamente Jörg Micheal assume a bateria do Running Wild.

Em 1994 é lançado o 8º álbum, Black Hand Inn com Thilo Hermann na guitarra que viria para substituir Axel Morgan. No dia 3 de março é lançado o primeiro single, "The Privateer" com duas faixas que não estariam no álbum, "Dancing in a Minefield" e "Poisoned Blood". No fim de 95 lançam Masquerade. A tour deste disco comemora os 20 anos da banda.

Depois de um bom tempo sem lançar nada, sai em 1998, pela GUN o álbum "The Rivalry", que conta com a arte de Andreas Marschal. Nas baquetas está Jörg Michael, que desde 96 pertencia ao Stratovarius. Neste álbum a banda faz em uma de suas faixas uma homenagem à banda Kiss.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Running Wild"

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

Top 10Top 10
Os mais influentes álbuns de Metal Tradicional

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Running Wild"

MetalhammerMetalhammer
10 ridículos anúncios com astro do Rock e Metal

Collectors RoomCollectors Room
A coleção de Gastão Moreira, ex-VJ do programa Fúria Metal

Sexo AnalSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no Rock

5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos5000 acessosSlayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie5000 acessosAndre Matos: o que ele faria se fosse mulher por um dia?4471 acessosKorn: "Não nos chame de Nu Metal!"5000 acessosMegadeth: Chris Broderick e Shawn Drover explicam saída5000 acessosGuns N' Roses: Éramos mais Judas Priest que o Judas Priest!

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online