Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemMax Cavalera diz quais foram os dois discos mais difíceis que já gravou

imagemHalford relembra o dia que caiu em pegadinha armada por Tony Iommi e Geezer Butler

imagem"Éramos nós contra o mundo" relembra Bill Ward, sobre o início do Black Sabbath

imagemAC/DC: Angus Young conta como é para ele o antes, o durante e o depois de um show

imagemDave Mustaine cutuca Kiss e bandas "preguiçosas" que usam playbacks

imagemAndreas Kisser explica por que o Sepultura mistura Metal com música brasileira


Stamp

Tommy, a Alegoria do Rock

Por Bruno Yukio
Em 27/05/02

Um paralelo entre o álbum Tommy, do The Who com os rumos tomados pelo rock nos anos seguintes ao seu surgimento e ápice. Levando em consideração o período do rock que vai do final dos anos 60 até o começo dos anos 70 com a época do surgimento das grandes bandas, existem similaridades interessantes entre a história da ópera-rock e o ciclo de ascensão e queda que se tornou comum nas grandes formações de rock.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1969 foi lançado pelo The Who o disco Tommy, uma ópera rock que narra a história de um garoto cego, surdo e mudo que, depois de passar por diversos traumas se cura e se transforma numa espécie de líder religioso que perde a credibilidade de seus fiéis no final. Muito já foi dito a respeito dessa obra, mas descartando o trivial, Tommy é mais que uma ópera-rock bem sucedida; ela é um retrato do período que vai da formação até a queda das principais bandas de rock da época e dos processos de massificação e mitificação ocorrentes nas mesmas.

Analisando a história, pode-se atribuir ao personagem Tommy a personificação da mente criativa das bandas de rock fortemente pertubada por eventuais traumas na infância e adolescência, entre outros. Tommy quando criança fica cego, surdo e mudo ao ver o pai matar o amante da mãe. Sua única reação é o fechamento para as opiniões externas, consequentemente não externando os próprios sentimentos e idéias. Criando um paralelo com a realidade, temos grandes mentes do rock que tiveram traumas de infância, traumas estes que acabaram por se refletindo ao longo de suas carreiras em suas obras, como resposta à submissão aparente a qual se sujeitavam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tommy sofre outros tipos de violência, encarados como novas fontes de traumas: o espancamento pelo primo e o estupro pelo tio. Podemos atribuir à esse momento do espancamento um simbolismo com a não-aceitação por parte da sociedade às diferenças que caracterizavam Tommy (Um ser alheio à realidade brutal que o cercava) e o estupro pode ser entendido como uma frustração e/ou um trauma sexual sofrido pelo personagem que acabaria sendo refletido em sua personalidade. Sendo assim, são exemplos de alegorias da rejeição e da confusão sexual ocorrentes durante a adolescência que acabam por marcar o indivíduo durante toda a vida.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A válvula de escape para todo esse sofrimento acumulado durante a infância e adolescência vem a ser o jogo de Pinball. O Pinball pode ser interpretado como a própria música, onde o indivíduo até então fechado para o mundo pode expôr as suas idéias.No caso, seus sentimentos são expostos não para serem ouvidos e apreciados; o Pinball (ou a música) funcionam como uma forma de comunicação com o mundo. Então, a música estava funcionando absolutamente como forma de expressão.

Coube ao pai de Tommy (no caso, as gravadoras) tranformar o talento do filho em dinheiro. Obviamente, os pais de Tommy ficam ricos, se aproveitando da genialidade do filho reconhecida até mesmo pelos veteranos do ramo ("Pinball Wizard" é a exclamação da até então "fera" do Pinball reconhecendo em Tommy um jogador superior).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A partir de então segue-se a busca pela cura de Tommy. Um especialista percebe que a principal referência de Tommy era o espelho. Isso pode significar no caso do compositor de rock o forte egocentrismo (característica muito presente no próprio Townshend, por exemplo) que o liga à sua obra. A chave para a cura de Tommy seria a quebra do espelho, que no caso seria a abnegação do "Eu" e a percepção do mundo que o rodeava. Sendo assim, ocorre a quebra do espelho e segue-se a cura de Tommy.

Após a descoberta das sensações do mundo, Tommy crê saber os caminhos e as respostas para as dúvidas existenciais da humanidade, tornando-se um líder religioso e sendo seguido e obedecido por multidões. Esse é o simbolismo mais forte. O líder são as próprias bandas de rock que construiram para si um mito, sendo veneradas pelos seus fãs. Esses fãs esperam das bandas as atitudes e palavras que eles cobram de si, lhes faltando a coragem que essas bandas possuem de contestar e de quebrar parâmetros. Essa idéia fica mais explícita em "Listening to You": "Ouvindo você / Retiro minhas idéias / A seus pés / Me emociono / De você / Ouço a música".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas logo, os seguidores (no caso, os fãs) percebem que há um caminho tortuoso a se percorrer. É dito a eles que, se quiserem atingir o status e o nível que Tommy atingiu, será necessário que lhes tampem os ouvidos, a boca e os olhos; ou seja, Tommy sugere que todos tenham de passar pelos mesmos sofrimentos e limitações que ele passou para poderem se desenvolver e se tornarem grandes também.

Logo, os seguidores revoltados destronam Tommy. Um dos versos da canção "We're Not Gonna Take It" diz: "Nós vamos pegá-lo / Vamos estuprá-lo / Melhor do que isso / Vamos esquecê-lo."... Esse verso sintetiza o que é a decadência de um astro de rock, o ostracismo. Tommy não pode ser um líder iluminado se seus seguidores não o quiserem como um, e o mesmo acontece com as bandas. Com incrível senso visionário, Tonwshend escreveu o que viria a ser a odisséia das principais bandas do final da década de 60 e ínicio de 70. No final da década de 70 surge o Punk e as principais bandas como Led Zeppelin, The Who e Rolling Stones começam a dar sinais de decadência, inevitavelmente culminando num fim cinzento e indefinido, deixando nos ouvintes a sensação saudosista de um possível porém improvável renascimento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp