Tradução - 1919 Eternal - Black Label Society

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando P. Silva, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

[BLEED FOR ME]

This grave of life, I give to you
Ignore what was, you know it's true
Realms of fear, they speak the truth
What has past, I hand to you

Bleed for me, I've bled for you
Embrace me, child, I'll see you through
Bleed for me, I've bled for you
Embrace me, child, I'll see you through
I'll see you

I'll dig a hole and bow my head
To see you smile, I'd face my death
Realms of fear, they speak the truth
What has past, I hand to you

Bleed for me, I've bled for you
Embrace me, child, I'll see you through
Bleed for me, I've bled for you
Embrace me, child, I'll see you through
I'll see you

Bleed for me, I've bled for you
Embrace me, child, I'll see you through
Bleed for me, I've bled for you
Embrace me, child, I'll see you through
I'll see you

[SANGRE POR MIM]

Este túmulo da vida, eu dou a você
Ignore o que passou, você sabe que é verdade
Os domínios do medo, eles falam a verdade
O que passou, eu entrego a você

Sangre por mim, eu sangrei por você
Me abrace, criança, eu perceberei suas intenções
Sangre por mim, eu sangrei por você
Me abrace, criança, eu perceberei suas intenções
Eu perceberei suas intenções

Eu vou cavar um buraco e fazer uma reverência
Para te ver sorrir, eu encararia minha morte
Os domínios do medo, eles falam a verdade
O que passou, eu entrego a você

Sangre por mim, eu sangrei por você
Me abrace, criança, eu perceberei suas intenções
Sangre por mim, eu sangrei por você
Me abrace, criança, eu perceberei suas intenções
Eu te ajudarei

Sangre por mim, eu sangrei por você
Me abrace, criança, eu perceberei suas intenções
Sangre por mim, eu sangrei por você
Me abrace, criança, eu perceberei suas intenções
Eu perceberei suas intenções

[LORDS OF DESTRUCTION]

Walk in my world of war and mass confusion
Peace is a word that no one cares of knowing
Death is the drug of choice amongst the masses
Engines of hell forever burning faster

The shotgun of life
The spread of all the ashes
The wheels of the tank
The souls in which it smashes
Oceans of blood, the shores of all the fallen
The hole in the ground, forever always callin'

Lords of destruction
Lords of destruction
Lords of destruction
Lords of destruction
Lords of destruction
Lords of destruction
Lords of destruction
Lords of destruction

[SENHORES DA DESTRUIÇAO]

Ande em meu mundo de guerra e confusão em massa
Paz é uma palavra que ninguém se interessa em saber
Morte é a droga escolhida entre as massas
Motores do inferno para sempre queimando a todo vapor

A espingarda da vida
A propagação de todas as cinzas
As rodas do tanque
As almas nas quais ele esmaga
Oceanos de sangue, as praias de todos os caídos
O buraco no chão, para sempre chamando

Senhores da destruição
Senhores da destruição
Senhores da destruição
Senhores da destruição
Senhores da destruição
Senhores da destruição
Senhores da destruição
Senhores da destruição

[DEMISE OF SANITY]

It's gonna break you, son
It's gonna rot you through
Forget the past and all you ever knew
You've never known such fear
You've never shed such tears
It'll have you wishin' you were never here

Where have I gone
Blacked out on my death ride
Twisted and broken down
Forever on the wrong side
Where have I gone
Blacked out on my death ride
Twisted and broken down

All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity
All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity

Straight through the depths of hell
Ain't got no soul to sell
Death on death, the eternal funeral bell
You've never known such fear
You've never shed such tears
It'll have you wishin' you were never here

Where have I gone
Blacked out on my death ride
Twisted and broken down
Forever on the wrong side
Where have I gone
Blacked out on my death ride
Twisted and broken down

All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity
All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity

Where have I gone
Blacked out on my death ride
Twisted and broken down
Forever on the wrong side
Where have I gone
Blacked out on my death ride
Twisted and broken down

All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity
All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity

All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity
All that has been, all that's to be
No tomorrow, the demise of sanity

[FIM DA SANIDADE]

Isto vai te arrebentar, filho
Isto vai te corromper inteiro
Esqueça o passado e tudo que você sempre soube
Você nunca conheceu tal medo
Você nunca derramou tais lágrimas
Você estará desejando nunca ter estado aqui

Por onde eu estive?
Tudo apagado em minha viagem mortal
Chapado e detonado
Para sempre no lado errado
Por onde eu estive?
Tudo apagado em minha viagem mortal
Chapado e detonado

Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade
Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade

Direto pelas profundezas do inferno
Não tem nenhuma alma para vender
Morte por morte, o sino fúnebre eterno
Você nunca conheceu tal medo
Você nunca derramou tais lágrimas
Você estará desejando nunca ter estado aqui

Por onde eu estive?
Tudo apagado em minha viagem mortal
Chapado e detonado
Para sempre no lado errado
Por onde eu estive?
Tudo apagado em minha viagem mortal
Chapado e detonado

Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade
Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade

Por onde eu estive?
Tudo apagado em minha viagem mortal
Chapado e detonado
Para sempre no lado errado
Por onde eu estive?
Tudo apagado em minha viagem mortal
Chapado e detonado

Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade
Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade

Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade
Tudo que foi, tudo que será
Nada de amanhã, o fim da sanidade

[LIFE / BIRTH /
BLOOD / DOOM]

I walk through fire, I feel no pain
Fields of war which fuel my veins
In the end, son, I was once like you
Cut me, child, you'll see I bleed
Scars of black which help me see
In the end, son, I was once like you

Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round soon
Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round
Comin' 'round soon

Fields of death, the rotted womb
Hatred, chainsaw, the blessed doom
In the end, son, I was once like you
The ashes that fly, the skin which burns
Kill all you can, refuse to learn
In the end, son, I was once like you

Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round soon
Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round
Comin' 'round soon

Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round soon
Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round soon
Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round soon
Life, birth, blood, doom
The hole in the ground is comin' 'round
Comin' 'round soon

[VIDA / NASCIMENTO /
SANGUE / DESTRUIÇAO]

Eu caminho pelo fogo, não sinto dor
Campos de guerra que abastecem minhas veias
No fim, filho, eu era como você
Me corte, criança, você verá que eu sangro
Cicatrizes pretas que me ajudam a ver
No fim, filho, eu era como você

Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Logo se abrirá

Campos de morte, o ventre apodrecido
Ódio, motosserra, a destruição abençoada
No fim, filho, eu era como você
As cinzas que voam, a pele que queima
Mate tudo que puder, recuse aprender
No fim, filho, eu era como você

Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Logo se abrirá

Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Vida, nascimento, sangue, destruição
O buraco no chão logo se abrirá
Logo se abrirá

[BRIDGE TO CROSS]

Hands on the wheel
All is straight ahead
Left behind
Second guessing
All that I once said
I once said
I once said

My spirit is bent
And there's blood on my hands
The more I'm down
The less I understand
Once so found, now so lost
I ask no questions
It's just one more bridge to cross

All is black and white
Wouldn't change even if I could
I'll take what I'm handed
Whether it's damned or if it's good
If it's good
If it's good

My spirit is bent
And there's blood on my hands
The more I'm down
The less I understand
Once so found, now so lost
I ask no questions
It's just one more bridge to cross

My spirit is bent
And there's blood on my hands
The more I'm down
The less I understand
Once so found, now so lost
I ask no questions
It's just one more bridge to cross
I ask no questions
It's just one more bridge to cross
I ask no questions
It's just one more bridge to cross

[PONTE PARA ATRAVESSAR]

Mãos no volante
Tudo está logo à frente
Deixei para trás
As críticas retrospectivas
Tudo que eu disse uma vez
Eu disse uma vez
Eu disse uma vez

Meu espírito está curvado
E há sangue em minhas mãos
Quanto mais estou pra baixo
Menos eu entendo
Uma vez encontrado, agora perdido
Eu não questiono
É só mais uma ponte para atravessar

Tudo que é preto e branco
Não mudaria mesmo se eu pudesse
Eu pegarei o que me foi dado
Se é maldito ou se é bom
Se é bom
Se é bom

Meu espírito está curvado
E há sangue em minhas mãos
Quanto mais estou pra baixo
Menos eu entendo
Uma vez encontrado, agora perdido
Eu não questiono
É só mais uma ponte para atravessar

Meu espírito está curvado
E há sangue em minhas mãos
Quanto mais estou pra baixo
Menos eu entendo
Uma vez encontrado, agora perdido
Eu não questiono
É só mais uma ponte para atravessar
Eu não questiono
É só mais uma ponte para atravessar
Eu não questiono
É só mais uma ponte para atravessar

[BATTERING RAM]

Through your fear I am reborn
My hand of grief can't be ignored

You know my name, yeah you know who I am
Frustrated turmoil again and again
I am the spike which drives through your hand
For I am eternal, battering ram

I'd kill myself to see you die
As you suffer
Tears of joy come to my eyes

You know my name, yeah you know who I am
Frustrated turmoil again and again
I am the spike which drives through your hand
For I am eternal, battering ram

You know my name, yeah you know who I am
Frustrated turmoil again and again
I am the spike which drives through your hand
For I am eternal, battering ram

You know my name, yeah you know who I am
Frustrated turmoil again and again
I am the spike which drives through your hand
For I am eternal, battering ram

You know my name, yeah you know who I am
Frustrated turmoil again and again
I am the spike which drives through your hand
For I am eternal, battering ram

[ARÍETE]

Através do seu medo eu renasço
Minha mão de tristeza não pode ser ignorada

Você sabe meu nome, sim você sabe quem eu sou
Um tumulto frustrado diversas vezes
Eu sou o prego que atravessa sua mão
Pois eu sou eterno, aríete

Eu me mataria para ver você morrer
Enquanto sofres
Lágrimas de alegria surgem em meus olhos

Você sabe meu nome, sim você sabe quem eu sou
Um tumulto frustrado diversas vezes
Eu sou o prego que atravessa sua mão
Pois eu sou eterno, aríete

Você sabe meu nome, sim você sabe quem eu sou
Um tumulto frustrado diversas vezes
Eu sou o prego que atravessa sua mão
Pois eu sou eterno, aríete

Você sabe meu nome, sim você sabe quem eu sou
Um tumulto frustrado diversas vezes
Eu sou o prego que atravessa sua mão
Pois eu sou eterno, aríete

Você sabe meu nome, sim você sabe quem eu sou
Um tumulto frustrado diversas vezes
Eu sou o prego que atravessa sua mão
Pois eu sou eterno, aríete

* Aríete = Antiga máquina de guerra para arrombar muralhas de cidades sitiadas. Também conhecida como "carneiro de ferro".

[GRAVEYARD DISCIPLES]

Graveyard disciples march into the fields
Existence through destruction
The bodies beneath the wheels

The trip into the black
Life's dying fall

Born to pull the trigger
Fuel to feed the hate
Innocence is shattered
The blood that cripples the hand of fate

The trip into the black
Life's dying fall

The trip into the black
Life's dying fall

[DISCÍPULOS DO CEMITÉRIO * ]

Discípulos do cemitério marcham nos campos
Existência através da destruição
Os corpos debaixo das rodas

A viagem para a obscuridade
A vida está agonizando

Nascidos para puxar o gatilho
Combustível para alimentar o ódio
Inocência é destruída
O sangue que aleija a mão do destino

A viagem para a obscuridade
A vida está agonizando

A viagem para a obscuridade
A vida está agonizando

* Graveyard é um pequeno cemitério localizado no terreno de uma igreja, portanto, considerado em solo sagrado.

[GENOCIDE JUNKIES]

Loaded, stormin' out of control
Fired up, hell ridin' we roll
Drinkin' from the well of the damned
Seize the roads, assault the land

Respect through fear
Walkin' tall
Beyond unreal

Always up for the ride
Junkies of the genocide

Risin' always above
Hell ridin' never enough
The rush of the chrome, to reign supreme
Pistons of torture, crucifixion of speed

Respect through fear
Walkin' tall
Beyond unreal

Always up for the ride
Junkies of the genocide
Always up for the ride
Junkies of the genocide

Intimidation, degradation
Loomin' large, desecration
Bury the old game, worship the insane
Tomorrow will soon be here
Immune to fear, tomorrow is never here
Hell ridin' the gears of life
Intimidation, degradation
Loomin' large, desecration

Always up for the ride
Junkies of the genocide
Always up for the ride
Junkies of the genocide

[DROGADOS DO GENOCÍDIO]

Chapados, extremamente fora de controle
Extasiados, nesta viagem do inferno
Bebendo do poço do maldito
Tomem as estradas, assaltem a terra

Respeito através do medo
Caminhando alto
Além do imaginário

Sempre prontos para a viagem *
Os drogados do genocídio

Surgindo sempre acima
Viagem do inferno, nunca o bastante
A corrida do cromo, para reinar supremo
Pistões de tortura, crucificação da velocidade

Respeito através do medo
Caminhando alto
Além do imaginário

Sempre prontos para a viagem
Os drogados do genocídio
Sempre prontos para a viagem
Os drogados do genocídio

Intimidação, degradação
Aproximação, profanação
Enterre o velho jogo, venere o insano
O amanhã logo estará aqui
Imune ao medo, o amanhã nunca estará aqui
O inferno ditando as marchas da vida
Intimidação, degradação
Aproximação, profanação

Sempre prontos para a viagem
Os drogados do genocídio
Sempre prontos para a viagem
Os drogados do genocídio

* Always up for the ride = Sempre prontos para a viagem. No contexto, "the ride" vem da expressão "one way ride" que quer dizer "viagem para a morte /ou pro cemitério", "caminho sem volta", etc.

[LOST HEAVEN]

My lost heaven has been turned upside down
Dead and buried is the joy which I once found
My lost heaven has sought refuge down below
Ain't no ocean I wouldn't cross
Or anywhere I wouldn't go

As I walk this world
Tired and alone
Got one foot in the grave, Lord
Help me make it home
I'll carry your pain
My words bleed straight and true
If it leads me to you

My lost heaven as long as the rotted day
Strength through blood
Battle the flood which bears my name
Dead and buried
For the end has run its course
Dogs of war return never to be lost

As I walk this world
Tired and alone
Got one foot in the grave, Lord
Help me make it home
I'll carry your pain
My words bleed straight and true
If it leads me to you

As I walk this world
Tired and alone
Got one foot in the grave, Lord
Help me make it home
I'll carry your pain
My words bleed straight and true
If it leads me to you
If it leads me to you
If it leads me to you
If it leads me to you
If it leads me to you

[PARAÍSO PERDIDO]

Meu paraíso perdido foi virado de cabeça para baixo
Morta e enterrada está a alegria que uma vez encontrei
Meu paraíso perdido buscou refúgio nas profundezas
Não há oceano que eu não cruzaria
Ou qualquer lugar que eu não iria

Enquanto eu caminho neste mundo
Cansado e sozinho
Tenho um pé na cova, Senhor
Me ajude a fazer disto um lar
Eu levarei sua dor
Minhas palavras sangram diretas e verdadeiras
Se isto me leva até você

Meu paraíso perdido enquanto o dia apodrece
Força através do sangue
Batalha, a enchente que carrega meu nome
Morto e enterrado
Pois o fim tem que seguir seu curso
Os cães de guerra jamais regressam para se perder

Enquanto eu caminho neste mundo
Cansado e sozinho
Tenho um pé na cova, Senhor
Me ajude a fazer disto um lar
Eu levarei sua dor
Minhas palavras sangram diretas e verdadeiras
Se isto me leva até você

Enquanto eu caminho neste mundo
Cansado e sozinho
Tenho um pé na cova, Senhor
Me ajude a fazer disto um lar
Eu levarei sua dor
Minhas palavras sangram diretas e verdadeiras
Se isto me leva até você
Se isto me leva até você
Se isto me leva até você
Se isto me leva até você
Se isto me leva até você

[REFUSE TO BOW DOWN]

"Women are born with a very dark side
that men do not understand and they
don't understand and Women need to be
loved the way Adam shoulda loved Eve.
Women have a certain weakness and a
certain unholyiness too."

What have you done, where have you been
Lord of the handout, always once again
Always once again
Always once again
Always once

Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see
Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see

Ain't no time to rest, got the pedal to the floor
Ain't no end in sight, forever wanting more
Forever wanting more
Forever wanting more
Forever wanting

Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see
Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see

Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see
Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see

Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see
Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see

Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see
Refuse to bow down, refuse to bleed
Eternal illusion, ain't no one can see

[RECUSE SE PROSTRAR]

"As mulheres nasceram com um lado sombrio
que os homens não entendem e eles não
entendem por que as mulheres precisam ser
amadas da maneira como Adão amou Eva. As
mulheres têm uma certa fraqueza e uma certa
perversidade também."

O que você fez, onde você esteve?
Senhor das esmolas, sempre mais uma vez
Sempre mais uma vez
Sempre mais uma vez
Sempre mais uma vez

Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar
Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar

Não há tempo para descansar, pise fundo
Não há um fim à vista, para sempre querendo mais
Para sempre querendo mais
Para sempre querendo mais
Para sempre querendo

Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar
Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar

Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar
Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar

Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar
Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar

Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar
Recuse se prostrar, recuse sangrar
Eterna ilusão, não há um que possa enxergar

[MASS MURDER MACHINE]

Take a good look, I know what ya see
Shrouded in black, and all life's debris
Shot in the back, live through the day
Ain't no remorse, you do as they say

Now that I've seen what's come and past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine

Victims for life, slaves to the end
Rooted in sick, how it's always been
Built to destroy, one can't deny
The hole that becomes, the hand in the sky

Now that I've seen what's come and past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine
Now that I've seen what's come and past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine

I wish I was blind, yeah I wish I was blind
Oh no
I wish I was blind, yeah I wish I was blind
Oh no
I wish I was blind, yeah I wish I was blind
Oh no
I wish I was blind, yeah I wish I was blind
Oh Lord

I've seen all that's come and all that's past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine
I've seen all that's come and all that's past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine
I've seen all that's come and all that's past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine
I've seen all that's come and all that's past
Forget all that's pure, it never lasts
Inside the mass murder machine

[MÁQUINA DE ASSASSINATO EM MASSA]

Dê uma boa olhada, eu sei o que você vê
Amortalhado de preto, e todos os escombros da vida
Baleado nas costas, viva durante o dia
Não fique com remorso, você faz como eles dizem

Agora que eu vi aquilo que é futuro e passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa

Vítimas para a vida, escravos do fim
Arraigados na enfermidade, como sempre foi
Feito para destruir, um não pode negar
O buraco que se torna, a mão no céu

Agora que eu vi aquilo que é futuro e passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa
Agora que eu vi aquilo que é futuro e passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa

Eu queria ser cego, sim eu queria ser cego
Oh não
Eu queria ser cego, sim eu queria ser cego
Oh não
Eu queria ser cego, sim eu queria ser cego
Oh não
Eu queria ser cego, sim eu queria ser cego
Oh Senhor

Eu vi tudo aquilo que é futuro e tudo aquilo que é passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa
Eu vi tudo aquilo que é futuro e tudo aquilo que é passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa
Eu vi tudo aquilo que é futuro e tudo aquilo que é passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa
Eu vi tudo aquilo que é futuro e tudo aquilo que é passado
Esqueça tudo que é puro, isso nunca dura
Dentro da máquina de assassinato em massa

[BERSERKERS]

Smokin', trippin', drinkin'
Never thinkin' what's to be another day
Another war has come to set me free
The cage is broke, the tank is full
It's where the violence rules
Drinkin' booze and raisin' rifles
Hell straight through and through

A never ending rolling nightmare
With no end in sight
I start to drink, get high and smashed
It gets me feeling right
The cage is broke, the tank is full
It's where the violence rules
Drinkin' booze and raisin' rifles
Hell straight through and through

Drinkin', pukin', pissin', and fightin'
Startin' all over again
Drinkin', pukin', pissin', and fightin'
Startin' all over again
Drinkin', pukin', pissin', and fightin'
Startin' all over again
Drinkin', pukin', pissin', and fightin'
Startin' all over again

Where I go and where I rise
I couldn't give a damn
Another shot, another beer
Is all that I have planned

The cage is broke, the tank is full
It's where the violence rules
Drinkin' booze and raisin' rifles
Hell straight through and through

[BERSERKERS * ]

Fumando, viajando, bebendo
Nunca pensando no próximo dia
Outra guerra veio me libertar
A jaula está destruída, o tanque está cheio
É onde a violência impera
Tomando um porre e disparando rifles
O inferno sem parada

Um pesadelo rodopiante e interminável
Sem um fim à vista
Eu começo a beber, fico alto e chapado
Isso me faz se sentir bem
A jaula está destruída, o tanque está cheio
É onde a violência impera
Tomando um porre e disparando rifles
O inferno sem parada

Bebendo, vomitando, mijando e brigando
Começando tudo outra vez
Bebendo, vomitando, mijando e brigando
Começando tudo outra vez
Bebendo, vomitando, mijando e brigando
Começando tudo outra vez
Bebendo, vomitando, mijando e brigando
Começando tudo outra vez

Aonde eu vou e onde eu acordarei
Estou pouco me lixando
Outro tiro, outra cerveja
É tudo aquilo que planejei

A jaula está destruída, o tanque está cheio
É onde a violência impera
Tomando um porre e disparando rifles
O inferno sem parada

* Berserkers = Na mitologia nórdica, eram guerreiros que se camuflavam com peles de ursos e agiam como tais para se aproveitar do medo em comum que as pessoas tinham pelos animais selvagens. E também nas batalhas, eram guerreiros que lutavam com uma fúria incontrolável.

BLACK LABEL SOCIETY:

Zakk Wylde - Vocais, Guitarra, Baixo
Robert Trujillo - Baixo (faixas 3,4)
Craig Nunenmacher - Bateria
Christian Werr - Bateria (faixas 1, 3, 4)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Álbuns TraduzidosTodas as matérias sobre "Black Label Society"


Samsung Best of Blues: Zakk Wylde e Kenny Wayne Shepherd farão shows gratuitos no BrasilSamsung Best of Blues
Zakk Wylde e Kenny Wayne Shepherd farão shows gratuitos no Brasil

Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasVícios
As 10 melhores músicas sobre drogas

Zakk Wylde: Se continuasse bebendo iria sangrar internamente!Zakk Wylde
"Se continuasse bebendo iria sangrar internamente!"

Zakk Wylde: quando duas groupies quiseram fazer coisas impensáveis com eleZakk Wylde
Quando duas groupies quiseram fazer coisas impensáveis com ele


Planet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarraPlanet Rock
As músicas com os melhores solos de guitarra

Nirvana: a história por trás da música Smells Like Teen SpiritNirvana
A história por trás da música "Smells Like Teen Spirit"

Queen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicosQueen
Ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

Metallica: ouça Nothing Else Matters em escala maiorMetallica
Ouça "Nothing Else Matters" em escala maior

Andreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarristaAndreas Kisser
Os álbuns que marcaram o guitarrista

Tony Iommi: Eu não faço música para ofender as pessoasTony Iommi
"Eu não faço música para ofender as pessoas"

Aquiles Priester: Os cinco álbuns mais marcantes da vida deleAquiles Priester
Os cinco álbuns mais marcantes da vida dele


Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor.

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336