Graham Bonnet: review do primeiro show no Brasil

Resenha - Graham Bonnet (SESC, Santos, 02/07/2009)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Milton Purple
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O que se pode fazer em uma fria Quinta-Feira em Santos? Pois bem, mais de 500 pessoas tiveram a mesma idéia, conferir o primeiro show de Graham Bonnet no Brasil. Graham Bonnet ficou conhecido mundialmente quando substituiu “Ronnie James Dio” no Rainbow e o seu teste para ingressar na banda foi destruidor; cantando “Mistreated”, deixou todos de boca aberta com a potência de sua voz.
5000 acessosDave Mustaine: boatos dizem que ele é tio de Hayley Williams5000 acessosAgressividade: 21 caras que fizeram a história do rock pesado

Dono de um estilo totalmente diferente, ele entrava no palco com terno e gravata, sempre com seus óculos escuros, e cabelos estilo “James Dean”, o qual nunca negou ser fã do ator; passou ainda por Michael Schenker Group, Alcatrazz, Impelliteri, Anthem, etc.

Graham Bonnet veio acompanhado da PAULO ZINNER ROCKESTRA, o que dispensa comentários, pois é uma das bandas mais competentes do Brasil atualmente, conta com Paulo Zinner na Bateria, músico de carreira invejável, Fernando Piu na guitarra, nos teclados, Daniel Latorre, no Baixo, Rodrigo Montovani e as Backing Vocals, Jenifer Pauzner e Vanessa Caran.

O Show

Começamos com alguns acordes no teclado Hammond e uma introdução de “Tarot Woman”, e logo de cara vem “Eyes of the World”, delírio geral quando Graham entrou no palco, que foi preseguida com “God Blessed Video”, clássico da época em que foi líder do ALCATRAZZ e que agradou os fãs de Steve Vai. Mais da metade do album 'Down to Earth' foi tocado nesse show e 'Love's no friend' ficou ótima ao vivo, a banda nessa altura já estava muito empolgada, e os fãs que estavam na frente do palco, não estavam acreditando que essa lenda do Rock ainda canta como nos velhos tempos, ou seja, em alto tom.

Bonnet pergunta se estão todos prontos e dispara “Bad Girl”, um lado B da época do Rainbow, pouquíssimas vezes ela foi tocada ao vivo, mas que recebeu uma roupagem bem pesada pelos músicos da Paulo Zinner Rockestra. Destaque para o solo de guitarra que foi fielmente reproduzido por Fernando Piu.

Na seqüência tivemos, “Desert Song” do MSG, onde baixo, bateria e teclado estavam em constante harmonia, e a seguir, um dos momentos mais marcantes do show, uma versão maravilhosa e longa de “Stargazer”, com direito a solo de bateria de Paulo Zinner.

A galera ali presente estava em êxtase, e Bonnet percebendo isso, brincou com a platéia, pulou, gritou, sorriu e agradeceu o caloroso público santista.

Depois de uns goles de água, já com a camisa aberta e muito suado, “Bonnet” interpreta “Will you Be Home Tonight”, outra do Alcatrazz que ficou ótima ao vivo; sem perder tempo a banda toca “Since You Been Gone” do Rainbow, todos acompanharam a banda no refrão e mesmo depois de 30 anos que ela foi gravada, Bonnet ainda segura bem e com isso mostra que sua voz permanece forte e vigorosa. Fernando Piu deixou Bonnet impressionado com sua semelhança com o antigo companheiro Ritchie Blackmore, e recebeu elogios, e em troca, o guitarrista tocou “ Over the Rainbow” para deleite de todos os mais de 500 pagantes.

“All Night Long” veio a seguir, e Bonnet estava muito feliz, fazendo a platéia pular e cantar junto com ele, tirou a camisa e colocou seus óculos escuros.

O Show já estava caminhando para o seu fim mas ele pergunta aos músicos se teria tempo para mais uma e ele detona nossos ouvidos com “Lost in Hollywood”, numa versão pesadíssima e empolgante, e sai do palco por alguns minutos, mas volta para o bis com mais uma surpresa agradável, “Night Games”, uma música linda, e que ganhou um solo de guitarra magistral.

Certamente, muita gente saiu do show cantando essa música e guardando na memória esse grande show; foi uma estréia em alto estilo essa de Graham Bonnet em solo brasileiro.

Fim de Show, Bonnet agradece a todos, e em especial aos maravilhosos músicos brasileiros que o acompanharam, prometendo novas surpresas para o show de São Paulo.

Bonnet sai e pede para os seguranças organizarem uma fila, pois ele gostaria de agradecer a todos pessoalmente, e assim foi feito. Bonnet, com muita simpatia e bom humor atendeu mais de 150 Pessoas, distribuiu autógrafos, beijos, fotos etc, enfim, foi uma noite inesquecível para todos, especialmente para Mr. Bonnet.

Dia 10 de Julho, Graham Bonnet e a Paulo Zinner Rockestra se apresentam no Araraquara Rock Festival, e no Sábado, dia 11 é a vez de São Paulo prestigiar essa lenda do Rock no Blackmore Rock Bar. Não percam!

Para quem quiser conferir o Show de São Paulo, é bom correr, pois existem poucos ingressos à venda, e levando-se em conta o que aconteceu no SESC de Santos, que teve lotação esgotada, é bom não esperar para comprar na hora.

Haverá merchandise oficial nesses dois shows, com posters, camisetas e fotos importadas sendo vendidas.

SET LIST

Eyes of The World - (Rainbow)
God Blessed Video - (Alcatrazz)
Love's no Friend - (Rainbow)
Bad Girl - (Rainbow)
Desert Song - (MSG)
Stargazer - (Rainbow)
Will You be Home Tonight - (Alcatrazz)
Since You´ve Been Gone - (Rainbow)
All Night Long - (Rainbow)
Lost in Hollywood - (Rainbow)

Encore:

Night Games - (Solo)

GRAHAM BONNET & PAULO ZINNER ROCKESTRA

GRAHAM BONNET - Vocais
PAULO ZINNER - Bateria
FERNANDO PIU - Guitarra
DANIEL LATORRE - Hammond
RODRIGO MANTOVANI - Baixo
JENIFER PAUZNER & VANESSA CARAN Backing Vocals

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Graham Bonnet"

Dave MustaineDave Mustaine
Boatos dizem que ele é tio de Hayley Williams

Hard & HeavyHard & Heavy
21 pessoas que fizeram a história do rock pesado

CompridasCompridas
As músicas mais longas de grandes bandas

5000 acessosDave Mustaine: boatos dizem que ele é tio de Hayley Williams5000 acessosAgressividade: 21 caras que fizeram a história do rock pesado5000 acessosCompridas: As músicas mais longas de grandes bandas5000 acessosIron Maiden: fã de 10 anos detona música com Nicko na batera5000 acessosBlaze Bayley: "Não tinha comida. Tive que esmolar."4350 acessosMegadeth: Mustaine explica por qual motivo é uma pessoa difícil de lidar

Sobre Milton Purple

Paulistano, descobriu o Hard Rock com Black Sabbath e Led Zeppelin em 1972 com os albums Led II e Black Sabbath vol 4.Com 11 anos já tinhe uma conseituada coleção que contava com albuns do led Zeppelin, Black Sabbath, Grand Funk, Rolling Stones entre outros, mas em 1974 escutou Deep Purple com o Burn e Made in Japan, o que gerou uma paixão que perdura até hoje e garimpador da discos em uma época de ditadura teve muitos amigos colecionadores na década de 70 que hoje ocupam lugares em destaque na mídia como Vitão Bonesso, Kid Vinyl, Walcir Chalas etc. Publicitário de profissão nunca abandonou o Rock clássico, apesar de gosto eclético que vai desde o Progressivo clássico ao Heavy metal e bandas modernas, ams tem paixão pelos clássicos. Hoje é promotor e booking de bandas de rock, proprietário e fundador da AWO Events.

Mais matérias de Milton Purple no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online