Pop Rock Brasil 2001

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Assessoria de Imprensa 98 FM
Enviar correções  |  Ver Acessos


Agosto é o mês do tintureiro, do advogado, do estudante, do economista, do soldado, das artes, do folclore, do cachorro louco. O POP ROCK BRASIL passa a entrar oficialmente na lista de datas comemorativas do oitavo mês do ano: nos dias 11 e 12 o festival vai invadir o Mineirão. O segundo maior estádio coberto do mundo recebe um time de primeira da seleção brasileira e feras internacionais. Os shows do POP ROCK BRASIL 2001 serão transmitidos simultaneamente pela internet. O portal Terra também irá transmitir o evento on line, partindo do site da 98FM (http://www.98fm.com.br).

Kirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"Rock Stars: como se pareceriam alguns se não tivessem morrido

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No sábado se apresentam: Tihuana, Biquíni Cavadão, Charlie Brown Jr., Tianastácia, Pato Fu, Ira!, Nenhum de Nós, Engenheiros do Hawaii e Soul Asylum. Domingo é a vez de Mary's Band, Cássia Eller, Sideral, Jota Quest, Skank, Planet Hemp, Nocaute, Capital Inicial e Live. Os shows começam às quatro horas da tarde e se encerram a uma e meia da manhã. Os portões abrem às duas da tarde.

ATRAÇÕES DE SÁBADO, DIA 11

CHARLIE BROWN JR
Skate, Rap, Suicidal Tendencies e Planet Hemp. A soma destes fatores resulta no Charlie Brown Jr, uma banda que conquistou seu lugar no cenário pop rock nacional depois de muita batalha na noite de Santos, sua cidade natal. O som dos caras é uma mistura disso tudo aí, mas com um groove bem abrasileirado, fruto de uma adolescência pobre, em que aprenderam a viver com o pouco que tinham, mas sempre com perseverança e com a crença no próprio trabalho. E eles conseguiram! Com três álbuns no currículo ("Transpiração Contínua Prolongada", "Preço Curto, Prazo Longo" e "Nadando Com Os Tubarões") e já preparando o quarto, Chorão, Marcão, Champignon e Pelado chegam ao POP ROCK BRASIL 2001 com uma bagagem adquirida ao longo de 7 anos de história.

TIANASTÁCIA
A história do Tianastácia é bem mais extensa do que você imagina. Vem de 1995, quando três amigos se reuniram e montaram a banda para participar da primeira edição do FestValda. Concorrendo com mais de 200 bandas, venceu com "Cabrobró", o que abriu as portas para a gravação de seu primeiro álbum, "Acebolado", no ano seguinte. A grande guinada na carreira da família Nastácia aconteceu mesmo em 2000. Foi nesse ano que assinaram um contrato com a gravadora EMI e lançaram seu novo trabalho, "Tá Na Boa".

IRA!
Sobreviver no oceano pop rock brasileiro é uma tarefa quase ingrata e quase impossível para a maior parte dos marujos. Com o Ira!, a história não foi bem assim. Dezesseis anos depois do lançamento de seu primeiro disco (o clássico "Mudança de Comportamento"), a banda é um raro caso de sobrevivência sem mudanças no som para se adequar ao mercado. Com a formação intacta desde o primeiro disco, Nazi, Edgard Scandurra, Ricardo Gaspa e André Jung podem contar a história do BRock, já que a viveram na íntegra. No ano passado, com o lançamento de "Ao Vivo MTV", a banda provou que, além de tudo, consegue renovar seu público.

PATO FU
Quando surgiu em Belo Horizonte, no início da década de 90, o Pato Fu chegou a ser comparado aos Mutantes. O grupo, que trazia Fernanda Takai, John e Ricardo Koctus, foi criando ao longo dos anos um estilo bem próprio e, em 1995, incorporou o baterista Xande para dar tempero ao seu pop rock. "Ruído Rosa" é o mais recente álbum do grupo, lançado neste ano. O trabalho vem recebendo um ótimo retorno do público e da crítica. Um exemplo é a observação feita por Luís Antônio Giron, da Revista Bizz, que considera o CD como "um divisor de águas no pop brasileiro".

BIQUÍNI CAVADAO
O Biquíni Cavadão foi formado por um grupo de amigos de colégio no Rio de Janeiro, no começo dos anos 80. "Tédio", o primeiro sucesso, foi registrado em compacto em 1985. No mesmo ano, o Biquíni lançou seu primeiro disco: "Cidades em Torrentes". Formado por Bruno Gouveia, Miguel Flores da Cunha, Carlos, Coelho e Álvaro Birita, o grupo sofreu a primeira alteração em sua composição original com a saída de Sheik, depois de 15 anos de estrada.

NENHUM DE NÓS
O Nenhum de Nós surgiu em Porto Alegre, em meados dos agitados anos 80. Influenciados por rock inglês e música folk americana, os amigos Thedy Corrêa, Carlos Stein e Sady Homrich lançaram o primeiro disco, que não estourou de imediato. Em 1988, quando estavam em estúdio gravando o segundo trabalho, a música "Camila, Camila" foi uma surpresa, tornando-se uma das mais tocadas no Brasil naquele ano. Seguindo a boa maré veio, no próximo trabalho, "Astronauta de Mármore", versão para "Starman", de David Bowie.

ENGENHEIROS DO HAWAII
Humberto Gessinger (guitarra e voz), Paulinho Galvão (guitarra), Bernardo Fonseca (baixo) e Gláucio Payala (bateria) são os Engenheiros do Hawaii, banda gaúcha que surgiu em 1984.

TIHUANA
A banda do Rio de Janeiro é formada pelos músicos Leo (guitarra), Román (baixo), PG (batera), Baia (percussão) e Egypcio (vocal). Pela primeira vez no festival, a banda traz a BH as letras originais e o ritmo diversificado de "Praia de Nudista", "Pula!" e "Eu vi Gnomos", entre outros sucessos.

SOUL ASYLUM
Formado em Mineápolis, Estados Unidos, pelo guitarrista Dan Murphy, o baixista Karl Mueller e o baterista Dave Pirner, que mais tarde assumiria guitarras e vocais, o Soul Asylum era uma banda de garagem com pouca grana e muita vontade de fazer rock and roll. O álbum de estréia, "Grave Dancer's Union", de 1992, tornou a banda conhecida mundialmente, principalmente pela música "Runaway Train", cujo videoclipe ajudou a localizar crianças desaparecidas em seu país. Outras duas versões do clipe foram feitas para Inglaterra e Austrália. Com o lançamento de "Let Your Dim Light Shine", em 1995, mais uma vez a banda projetou hits como "Misery" e "Just Like Anyone". O último disco, "Candy For a Stranger", de 1998, evidencia a experiência dos integrantes e coloca o Soul Asylum como uma das grandes bandas da atualidade.

ATRAÇÕES DE DOMINGO, DIA 12

MARY'S BAND
O som da Mary's Band é definido como um cruzamento entre Sex Pistols, Ramones e Green Day, com pitadas do mais radical som punk nacional. Hoje, Gustavo, Rodrigo, Orlando e Terence estão mais maduros, se mudaram do interior de Minas Gerais para Belo Horizonte e, mais recentemente, para São Paulo, mas não perderam a rebeldia e a postura adolescente que cultivaram.

PLANET HEMP
Controvérsia é o nome do meio desta banda carioca, que galga seu som no hip hop, funk, rap, soul, samba e rock n' roll. Sempre no centro da polêmica em torno da liberação ou não da maconha no país. Desde 1993, essa vem sendo a bandeira de Marcelo D2 e seus comparsas. Três álbuns mais experientes ("Usuário", "Os Cães Ladram Mas A Caravana Não Pára" e "A Invasão do Sagaz Homem Fumaça"), mas nem um pouco mais velhos, os integrantes acabam de lançar o CD "Planet Hemp MTV Ao Vivo".

CÁSSIA ELLER
Ela começou a cantar aos 14 anos de idade, quando ganhou um violão. Nascida no Rio de Janeiro, morou em diversas cidades do país, inclusive em Belo Horizonte. Seu disco de estréia "Cássia Eller" trazia uma bela versão de "Por Enquanto", de Renato Russo, que a projetou nacionalmente. O trabalho recente traz sucessos de sua carreira como "ECT", "Malandragem", "Segundo Sol", além de versões como "Quando a Maré Encher", da Nação Zumbi, e "Top Top", dos Mutantes.

SKANK
O grupo de pop rock mineiro de maior sucesso no país é formado por Samuel Rosa, Henrique Portugal, Haroldo Ferretti e Lelo Zaneti.

CAPITAL INICIAL
A história do Capital Inicial tem origem no início dos anos 80, em Brasília, com a dissolução da banda Aborto Elétrico, que também originou a Legião Urbana. Influenciado no começo pelo punk, o grupo assimilou influências do pop rock. Saiu de cena durante boa parte dos anos 90, mas voltou em grande estilo, com o álbum, "Atrás dos Olhos". A consagração veio com o CD "Acústico MTV".

JOTA QUEST
Formado em Belo Horizonte na década de 90, o Jota Quest sabe muito bem como mesclar a verdadeira black music com o pop, o rock e diversão.

NOCAUTE
Batidas inspiradas no mesmo som de Miami, que resultaram na atual onda de funk carioca, hip hop, Rage Against The Machine e Red Hot Chili Peppers. Este é o caldeirão sonoro do Nocaute, banda capitaneada por Nino Rap e Eddie MC (dois cantores da região de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, vizinhos de integrantes do Rappa e do Cidade Negra).

SIDERAL
Foi depois de uma apresentação arrasadora no POP ROCK BRASIL de 1999, que a carreira de Sideral (ex-Wilsom) decolou. Irmão de Rogério Flausino do Jota Quest e autor de "Fácil", um dos maiores hits da banda, Sideral lançou em abril deste ano seu segundo álbum, "Na Paz", que mostra nitidamente uma guinada para um som mais pesado, calcado em influências que vão desde Lenny Kravitz a Charlie Brown Jr.

LIVE
São 10 anos desde o lançamento de "Mental Jewelry" e os americanos do Live ainda mantêm a jovialidade de quando começaram. Guitarras fraseadas aliadas a uma cozinha eficiente e os vocais levemente anasalados e roucos de Ed Kowalczyk foram os ingredientes que elevaram a banda aos primeiros lugares das paradas, ainda em 1991, com o hit "Pain Lies On The Riverside" - que foi, inclusive, tema de um comercial de cigarros no Brasil. O álbum seguinte, "Throwing Cooper", de 1994, recebeu seis discos de platina e uma crítica de quatro estrelas na revista Rolling Stone. Três anos mais tarde, o Live lançou "Secret Samadhi", que emplacou o sucesso 'Lakini's Juice' e, em outubro de 2000, foi a vez do cd "The Distance To Here", considerado um dos melhores discos de rock da década a chegar às paradas, com as faixas 'The Dolphin's Cry', 'Run To The Water' e 'They Stood Up For Love'. O quinto álbum da banda já tem nome, "Ecstatic Fanatic", deve sair em setembro desse ano.

INGRESSOS:

A venda nas lojas Take Phone: R$30,00 (Trinta Reais)
Estudantes com carteira: R$ 15,00, à venda no posto da Belotur
Área VIP: no Shopping 5ª Avenida, Loja 06
Telefones: (31) 3282-6200 e (31) 9112-2103




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias

Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Rock Stars: como se pareceriam alguns se não tivessem morridoRock Stars
Como se pareceriam alguns se não tivessem morrido


Sobre Assessoria de Imprensa 98 FM

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280