Dizzy Reed, tecladista do Guns, concede entrevista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Nightrain
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/07/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Numa entrevista dada em junho mas que só agora foi publicada, o repórter Dan Piro entrevistou o tecladista do Guns N' Roses, Dizzy Reed. Os melhores momentos estão abaixo:

1754 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!5000 acessosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Dan: Como você se juntou ao Guns N' Roses em 1990?
Dizzy: Em 1990, eu me juntei ao Guns N' Roses quando eles decidiram adicionar um tecladista. Eu conhecia Axl e a banda por um longo tempo, como uns 5 anos. O Axl sempre me falava que quando eles chamassem um tecladista eu seria o cara. E quando foi a hora, ele me encontrou e disse: "É a hora de fazer isso".

Dan: O que você estava fazendo antes disso?
Dizzy: Eu estava numa banda de L.A. chamada The Wild. Eu estive naquela banda por uns 5 anos. Nós estávamos basicamente tentando arrumar um contrato. Eu tive alguns, nenhum deu certo, mas nós estávamos realmente muito bem tocando nos clubes. Nós basicamente estávamos bebendo e arrumando garotas.

Dan: O que, na sua opinião, causou a queda da formação original do GN'R?
Dizzy: A queda? Eu não acho que houve exatamente uma queda exatamente como muita gente acha que aconteceu. As pessoas perderam o caminho de como eles chagaram lá. às vezes, quando você jovem daquele jeito e tem tanto sucesso aquilo cresce rápido você perde esse noção. Eu acho que tem muito a ver com isso. Também havia uma grande ausência de comunicação, e quando você tem um grupo de pessoas trabalhando tão juntas o tempo todo, comunicação é extremamente importante. Quando há muito dinheiro a ser feito, às vezes as forças que vão manter aquela comunicação através do medo de que aquilo quebre pelo que está acontecendo. Então, a máquina de dinheiro vai quebrar.

Dan: Existem muitos rumores que correm por aí, e é difícil dizer o que realmente é verdade, mas existe alguma coisa entre os caras da atual formação e dos que não estão mais lá?
Dizzy: Sem ser os membros comuns, por exemplo eu e o Axl, nenhum dos outros caras realmente conhece nenhum dos membros antigos.

Dan: Eu realmente me referi a você e o Axl.
Dizzy: Pra mim esse é um capítulo da minha vida que está fechado, aparentemente. E é isso. Eu desejo o melhor pra eles e também o melhor pra nós.

Dan: Já que estamos falando sobre eles, você já ouviu alguma coisa do Velvet Revolver?
Dizzy: Honestamente não. É sério, não. Não que eu esteja evitando, eu simplesmente ainda não ouvi. Eu quero dizer, eu vou sair e comprar, sabe? Você tem?

Dan: O CD ainda não saiu ainda. Vai sair semana que vem.
Dizzy: (Rindo) Talvez seja por isso que eu ainda não ouvi!

Dan: Bem, o single já está na rádio.
Dizzy: Eu nunca ouço rádio. Muito, muito, muito raramente eu ouço rádio. Eu não gosto porque a rádio enfia as coisas goela abaixo nas pessoas. A rádio está uma merda. É o pior momento de todos os tempos. É provavelmente por isso que eu ainda não o ouvi. Não é porque eles tocam isso, porque eles tocam coisas muito boas, mas se eu quiser ouvir eu prefiro colocar um CD.

Dan: Você ainda fala com algum dos caras da banda antiga?
Dizzy: Você sabe, eu cruzei com o Matt Sorum esses dias e disse oi. Foi legal. Mas não mais que isso. Eu não converso com eles, mas se eu vê-los, com certeza vai ser legal.

Dan: Da forma que todos os outros caras entraram e saíram da banda com o passar dos anos, não apenas na formação original, mas, por exemplo, Dave Navarro entrou e saiu num certo momento, e mais vários outros caras. Como você consegue durar tanto tempo?
Dizzy: É uma boa pergunta. Eu realmente acredito no que nós estamos fazendo. E eu penso no quanto tempo isso está levando, em tudo o que eu investi no que eu estou fazendo. Eu quero ver iso acontecer. Eu sigo pensando que tenho muito a provar com essa banda. Eu investi muito e quero ver isso acontecendo. Sempre parece que ele está simplesmente próximo, esperando pra sair, então porque eu abandonaria a banda agora? Então ele fica meio que próximo, ele está assim agora (risos). Mas continua, nesse ponto, é a mesma coisa: por que sair agora? E eu acho que não fiz nada de estúpido pra ser mandado embora.

Dan: Você disse que que ele próximo e quando parece que está quase lá, então tudo anda pra trás, então voltam os rumores e então tudo dá pra trás de novo. Qual é o problema com aquilo? Porque ele sempre parece que está perto mas depois vai tudo pra trás?
Dizzy: A minha opinião é que muito disso tem a ver com as pessoas saindo e com os obstáculos que são jogados no nosso caminho, e coisas diferentes, cara. Sempre tem alguma coisa. Você nunca sabe o que vai acontecer. Eu realmente acho que vai sair em breve. Eu realmente sinto isso agora.

Dan: Existe alguma espécie de planejamento do tempo? Eu sei que isso é muito difícil de dizer porque existem muitas datas que estiveram por aí, mas existem alguma idéia no geral?
Dizzy: Infelizmente não. Eu diria esse ano.

Dan: Isso é frustrante, desde que tem sido um processo de gravação sem fim?
Dizzy: Lógico. É extremamente frustrante. É é por isso que eu venho fazer coisas como essa (Hookers N' Blow), pra evitar que eu fique louco.

Dan: O álbum já está definido como será lançado? Já foram decididas quais músicas estarão nele?
Dizzy: A maioria.

Dan: Quanto tempo tem as músicas que estão nele?
Dizzy: Algumas estão à nossa volta por cinco ou seis anos. Outras são bastante novas.

Dan: As que estão por aí há mais tempo mudaram muito com o passar dos anos? É esse o tipo de coisa que atrasa um pouco o lançamento?
Dizzy: Elas mudaram um pouco, sim. E como é de uma forma moderna, algumas músicas tem duas ou três versões diferentes. Você sabe, remixes e coisas assim. São tantos músicos ótimos na banda agora e são tantas ótimas partes que tiveram que ser retiradas das músicas, pois infelizmente é impossível colocar todas elas lá. A coisa óbvia seria ter algumas versões da mesma música. Eu não sei o que pode acontecer, mas é definitivamente possível. E eu ouvi diversas versões de algumas das músicas mais legais e todas elas soam muito bem. Todos os músicos que entraram e saíram deste projeto são músicos fenomenais. Então existem muitas coisas ótimas para serem escolhidas. É um trabalho complicado pra quem seja que vá mixá-lo . MAS É BOM QUE ELES PONHAM AS MINHAS MERDAS NO MIX!

Dan: Já se foram onze anos desde o último álbum e todos ainda falam sobre isso. É possível que ele venha a exceder as expectativas?
Dizzy: Sim.

Dan: É tão bom assim, na sua opinião?
Dizzy: Na minha opinião, com certeza. Eu acho que vai exceder todas as expectativas.

Dan: Parece que a banda estava fechada antes. Vocês foram e fizeram uma turnê mundial, teve o MTV Awards, parecia que vocês estavam mais próximos do que nunca, ou parece que às vezes vocês estavam próximos e agora meio que deram um passo atrás?
Dizzy: Eu acho que eu me sinto mais próximo do que antes.

Dan: Teve uma música que foi lançada na rádio, I.R.S., é realmente uma música do GNR? Até onde eu sei, ninguém nunca confirmou isso. Essa é uma das músicas?
Dizzy: Sim. É uma boa música.

Dan: Eu nunca consegui ouví-la. Ela foi ao ar apenas uma vez e então o cara que a tocou a tirou do replay do programa. Eu não consegui encontrá-la online ou em lugar algum.
Dizzy: Eu acho que Mike Piazza era o cara.

Dan: É, era ele mesmo.
Dizzy: O quanto aquilo tem de bizarro?

Dan: De todas as pessoas, certo?
Dizzy: Quê???

Dan: Com todo o tempo que tem levado esse CD, o custo deve ser uma soma insana de dinheiro. Ele vai ser um dos álbuns mais caros da história da música?
Dizzy: Você acha que o Smarty Jones vai vencer a Triple Crown?

Dan: (Rindo) Você quer ir lá?
Dizzy: Eu estava mudando de assunto.

Dan: Entendi. O Buckethead está fora? É oficial?
Dizzy: Pelo tempo, sim.

Dan: Vocês irão substituí-lo ou irão com duas guitarras?
Dizzy: Eu não tenho muita certeza sobre isso.

Dan: O que realmente aconteceu no show de Philadelphia?
Dizzy: Eu realmente não posso falar sobre isso. Tem muitas merdas rolando.

Dan: Problemas legais?
Dizzy: Sim.

Dan: E quanto ao cancelamento da turnê? É o mesmo problema?
Dizzy: Realmente é a mesma coisa.

Dan: Axl parece ter uma reputação muito ruim. Como você se relaciona com ele pessoalmente? Como você se relaciona com ele?
Dizzy: Eu acho que ele é um dos caras mais legais, mais aberto, mais quente que eu já conheci. Com certeza ele é temperamental, mas ele é um bom amigo. Falando sério, ele é um bom cara.

Dan: A mídia o trata injustamente?
Dizzy: É ridiculamente injusto. Por algum motivo, quando a mídia vai pra cima de alguém, eles apenas deixam a pessoa assim e isso é completamente injusto. As coisas são assim, e muito disso aconteceu quando ele desapareceu por um período longo. Então ele não estava próximo. A Rolling Stone publicou um artigo baseado em pessoas que... bem, eles o colocaram na capa e nunca falaram nada com ele no geral sobre nada pra vender aquela porra de revista. Basicamente, eles só coletaram uma porrada de comentários negativos.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Banda vai comemorar 30 anos do "Appetite"

1754 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Tommy Stinson elogia performance de Axl Rose

Guns N RosesGuns N' Roses
Versões de Elvis e Stones no início da carreira

Kiko LoureiroKiko Loureiro
O encontro com DJ Ashba na Polônia

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

MetromixMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Andre MatosAndre Matos
"Eu não estava preparado para cantar no Maiden!"

Porn MetalPorn Metal
Filmes para inspirar os headbangers solitários

5000 acessosBandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson e sua preferência pelo Brasil5000 acessosLemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista5000 acessosDisco Novo Pra Quê?: Catálogo do Metallica explodiu em 20155000 acessosDrogas: 10 músicos que surpreendentemente sobreviveram aos abusos5000 acessosOzzy Osbourne: como seria se ele regravasse "Highway to Hell"?

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online