A polêmica capa do novo Grave Digger

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: Grave Digger official website
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/11/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Nada como uma boa polêmica para promover um disco de rock, sobretudo se o assunto em questão envolve religião... os alemães do GRAVE DIGGER sequer lançaram seu novo trabalho de estúdio, “The Last Supper” — cuja data para chegada nas lojas é 17 de janeiro do ano que vem —e já estão enfrentando a crítica dos próprios fãs contra a arte do novo trabalho, cujo título, a propósito, vertido para o Português, significa “A Última Ceia”. Para conferir a capa, clique aqui.

5000 acessosGuitar World: melhores solos de guitarra de todos os tempos5000 acessosEurope: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

A seguir, veja o comunicado da banda postado em seu website oficial:

“Após divulgarmos a arte do álbum ‘The Last Supper’, tivemos respostas positivas de muitos fãs. Mas alguns deles também ficaram desapontados. Então, para todos: esta NÃO É uma mensagem satânica ou algo nesta direção, não há nada nela contra os cristãos. A arte representa um Jesus depressivo em seus últimos dias antes da morte. Ele foi deixado por seus seguidores e a capa mostra a solidão de Jesus enquanto a morte o aguarda atrás Dele.
Leiam o refrão da música ‘Crucified’ e vocês entenderão o significado da capa:

‘Pai, diga-me o que aconteceu de errado
Na minha vida toda minha fé foi forte
Pai, diga-me por que tenho que morrer.
Essas pessoas gritando para crucificar
Minha maldição está se tornando real e tenho que morrer
Por que estou sendo crucificado?’

Agradecimentos metálicos,
Chris, HP, Jens, Stephan and Manni.”

Descrito pela banda como sendo seu álbum “mais passional, metal e poderoso”, o trabalho tem duração de 53 minutos e contará com as seguintes faixas: ’Passion’, ‘The Last Supper’, ‘Desert Rose’, ‘Grave In The No Man's Land’, ‘Hell To Pay’, ‘Soul Savior’, ‘Crucified’, ‘Divided Cross’, ‘The Night Before’, ‘Black Widows’, ‘Hundred Days’ e ‘Always And Eternally’.

A “The Last Supper Tour” tem início no dia 11 de fevereiro, em Adernarch, na Alemanha e contará com as bandas de abertura Astral Doors e Stormhammer.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Grave Digger"

De Marillion a EnthronedDe Marillion a Enthroned
Discos ao vivo gravados no Brasil

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

Mascotes do MetalMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Grave Digger"

Guitar WorldGuitar World
Os melhores solos de guitarra de todos os tempos

EuropeEurope
Toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

Débil MetalDébil Metal
Quando os fãs assustam os ídolos

5000 acessosBlack Sabbath: a polêmica capa do polêmico Born Again5000 acessosAxl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anos5000 acessosDossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatos5000 acessosSkid Row: ex-baterista fala do vício nas drogas5000 acessosCorey Taylor: a tecnologia está arruinando demais a música5000 acessosRock And Roll Hall Of Fame: 10 bandas elegíveis para 2018

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online