Tony Iommi: "não sei como criei aqueles riffs"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Rangel, Fonte: AZStarNet.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Kevin W. Smith, do site AZStar.Net.com, entrevistou em 2007 o lendário guitarrista Tony Iommi (BLACK SABBATH, HEAVEN AND HELL).

842 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo5000 acessosTop 10 Guitarristas: matéria empolgada no Jornal da Globo

Quando vocês contrataram Dio para liderar o BLACK SABBATH nos anos 70, qual o tamanho do risco artístico que vocês correram?

Iommi: “Não existiam muitas opções, para ser honesto, naquela época. Nós chegamos a um ponto em que não podíamos mais continuar como estávamos. Ou a banda terminava ou seguíamos em frente com Ozzy seguindo o seu próprio caminho. Foi isso o que realmente aconteceu. Ozzy não estava mais gostando de fazer aquilo naquela época, então parecia uma boa opção nós chamarmos Ronnie. Uma direção vocal diferente. Se tivéssemos arranjado alguém muito parecido com Ozzy, todos iriam fazer comparações”.

Você é considerado um dos fundadores do Heavy Metal, que sempre possuiu fãs bastante devotados. O que existe no gênero que leva a essa devoção das pessoas?

Iommi: “Eu acho certamente que o que estamos fazendo é uma música honesta. Não estamos fazendo um show glamouroso ou qualquer coisa do tipo. Estamos apenas tocando e não fazemos acrobacias no palco. Nós apenas vamos lá e nos divertimos”.

Quando vocês tocavam Metal antigamente, onde buscavam inspiração, já que não existia muitas bandas como a de vocês naquela época?

Iommi: “É exatamente isso, não existia um tipo de inspiração. A inspiração vinha de nós mesmos, de acordo com o que nós sentíamos e onde morávamos. Foi algo que surgiu e que não podíamos explicar. Não consigo explicar como eu criei aqueles riffs, pois foi algo que, naqueles tempos, soava muito diferente. Nada como aquilo existia. Éramos muito atacados por causa disso - 'que tipo de música é esta?' - pois não era muito bem-visto este tipo de música pela imprensa daquela época, estávamos fazendo algo que nem nós mesmos compreendíamos. Nós apenas gostávamos do que estávamos fazendo".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 26 de julho de 2016

Black SabbathBlack Sabbath
"Podemos fazer alguns shows pontuais", diz Iommi

842 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo1812 acessosBlack Sabbath: veja unboxing da "The Ten Year War"1241 acessosDoom Metal: os 25 maiores álbuns do gênero0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Tony IommiTony Iommi
Eleito maior guitarrista de Heavy Metal

OzzyOzzy
O fim do Sabbath, diferença da banda e a carreira solo, Zakk Wylde

Auto-elogioAuto-elogio
20 bandas que deram o seu nome a músicas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Top 10 GuitarristasTop 10 Guitarristas
Matéria empolgada no Jornal da Globo

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Madman dá sua receita para curar ressaca

King DiamondKing Diamond
Alguém já viu Kim Petersen sem a maquiagem?

5000 acessosMetallica: ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicos5000 acessosGuitar World: os 100 piores solos de guitarra da história5000 acessosRock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 19914867 acessosDee Snider: "Os headbangers devem ajudar uns aos outros!"5000 acessosAdeus cabelos: headbanger raspa cabeça após 34 anos5000 acessosSepultura: Yohan Kisser fala sobre como é tocar com o pai

Sobre Vitor Rangel

Um carioca apaixonado pela boa música que no momento está cursando o 5º período de Publicidade na PUC-Rio. Teve seu primeiro contato com o rock ainda na infância, quando sua irmã colocava os discos de Iron Maiden e Pantera no toca-fitas de sua casa. Nos últimos anos, tem se dedicado inteiramente à música e à guitarra. Sua banda favorita é Metallica e também é fã incondicional de Zakk Wylde, Steve Vai e John Petrucci. Escuta de tudo um pouco, desde Madonna até Sepultura. Espera que um dia o Metallica ainda venha fazer um show no Brasil e não tem vergonha em dizer que chorou no show do Black Sabbath, em 2004, no Ozzfest.

Mais matérias de Vitor Rangel no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online