Ozzy Osbourne: Madman é citado em julgamento de fã

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Silvio Somer, Fonte: Edmonton Sun, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Tony Blais do Edmonton Sun informa: uma mulher de Edmonton [Alberta, Canadá], que atacou três seguranças em um show de OZZY OSBOURNE, foi, ontem liberada sob condicional e ordenada a fazer um curso de gerenciamento de ira.

Ozzy Osbourne: veja primeira performance do ano, ao lado de rapperMike Terrana: "Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Noelle Nicole King, 20, teve sua pena suspensa e foi liberada sob uma condicional de nove meses depois de admitir culpa por dois ataques.

"Parece-me que você devia ter deixado todo o mal comportamento ao Sr. Osbourne naquela noite," disse o espirituoso Juiz Robert Philp, referindo-se ao envelhecido roqueiro com imagem de bad boy, que uma vez decepou a dentadas a cabeça de um morcego.

Chatelle Washenfelder, a promotora, disse à Corte que King havia ido com seu namorado ao show de Osbourne no Rexall Place, no dia 22 de outubro, mas o namorado foi expulso.

Quando um segurança a informou da expulsão, King ficou agitada e chingou o segurança, e rasgou o ingresso e jogou nele, disse Washenfelder.

Nesse momento o segurança disse que ela seria expulsa também, ao que ela respondeu-lhe cuspindo em seu rosto, disse Washenfelder.

King foi presa e ficou detida até a chegada da polícia, quando chutou outros dois seguranças nas pernas, disse Washenfelder.

A Corte viu o incidente como algo "incomum da personalidade [de King]", que foi descrita como uma funcionária de farmácia sem ficha criminal prévia.

King negou o envolvimento de álcool e seu advogado disse que ela estava sob muito stress depois de ter dado sua filha a adoção na época do show.

Philp ordenou que King tivesse uma avaliação psiquiátrica para determinar se ela requer tratamento ou aconselhamento. Ela também deve fazer 50 horas de trabalho voluntário.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Polícia"Todas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"


Ozzy Osbourne: veja primeira performance do ano, ao lado de rapperOzzy Osbourne
Veja primeira performance do ano, ao lado de rapper

Ozzy Osbourne: é de Slash a guitarra da nova música - ouçaOzzy Osbourne
é de Slash a guitarra da nova música - ouça

Ozzy Osbourne: ouça Straight To Hell, mais uma nova música do MadmanOzzy Osbourne
Ouça "Straight To Hell", mais uma nova música do Madman

Ozzy Osbourne: ouça trecho bem pequeno de single que sai na sextaOzzy Osbourne
Ouça trecho bem pequeno de single que sai na sexta

Zakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocarZakk Wylde
O riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocar

Ozzy Osbourne: ele te convida para ir ao inferno e ouvir Straight To HellOzzy Osbourne
Ele te convida para ir ao inferno e ouvir "Straight To Hell"

Dio: ele e Ozzy não eram grandes amigos, mas se respeitavam muito, diz Wendy DioDio
Ele e Ozzy não eram grandes amigos, mas se respeitavam muito, diz Wendy Dio

Ozzy Osbourne: vestido de garçom sem calças para seduzir SharonOzzy Osbourne
Vestido de garçom sem calças para seduzir Sharon

Alta Fidelidade: Ozzy Osbourne anuncia "Ordinary man" e outras notíciasOzzy Osbourne: tour norte-americana com Marilyn Manson em 2020

Ozzy Osbourne: as dez piores músicas do madmanOzzy Osbourne
As dez piores músicas do madman

Ozzy Osbourne: no Guinness Book por causa da gritariaOzzy Osbourne
No Guinness Book por causa da gritaria


Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Fotos de Infância: Joey Jordison e Corey Taylor, do SlipknotFotos de Infância
Joey Jordison e Corey Taylor, do Slipknot


Sobre Silvio Somer

Inicialmente meu gosto musical foi marcado por bandas como Black Sabbath, Iron Maiden e Deep Purple, mas o que revolucionou minha forma de perceber a música foi a primeira vez em que ouvi o álbum "2112" do Rush, embora eu já conhecesse algumas músicas da banda, foram os acordes de "Overture" que colocaram tudo em uma nova perspectiva. Foi assim que aos 14 anos de idade coloquei o mundo que me cercava em cheque. Meu gosto por literatura, então, encontrou sua contra-parte de forma bastante harmônica e ambos são essenciais em minha vida. Atualmente moro em Florianópolis e estudo piano e faço o curso de letras. "We've taken care of everything / The words you hear the songs you sing".

Mais informações sobre Silvio Somer

Mais matérias de Silvio Somer no Whiplash.Net.

adGoo336