Kiss: turnê "Alive 35" talvez não saia da Europa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Lucas Melo, Fonte: KISS On Line, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/05/08. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista concedida ao jornalista Marko Syrjälä, da revista This is Rock, Paul Stanley, entre outras coisas, diz que talvez a turnê "KISS Alive 35" depois da Europa, seja interrompida sem passar pelos EUA, Japão e América do Sul.

511 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão5000 acessosDave Mustaine: a história por trás de "The Four Horsemen"

Marko Syrjälä: Vocês decidiram tocar o álbum “Alive” inteiramente na sua turnê européia. Por que, se vocês não estão vestindo as fantasias do “Alive” e sim da era “Destroyer”?

Paul Stanley: "Bem, porque nós não estamos recriando o passado, nós estamos o celebrando. Não é sobre o show 'KISS Alive', não é sobre fantasias, não é sobre declarações recriando aquele momento, as fantasias ou o que nós queremos vestir por que nós já vestimos as outras. E nós não queremos aparecer com novas fantasias. Novas fantasias são como um novo álbum. Alguém pode dizer 'quando vocês vão ter novas fantasias?', mas se você aparece com uma nova fantasia eles dirão 'por que vocês não se vestem como KISS?' Então em alguns pontos nós temos que fazer o que nós pensamos que faz sentido".

Marko Syrjälä: Os próximos shows foram esgotados quase que instantaneamente em toda Europa. Qual foi sua reação com a rápida venda de ingressos?

Paul Stanley: "Essa é na verdade a maior turnê que nós já fizemos na Europa, maior do que a Reunion Tour [a maior turnê do KISS com média de 13.737 pessoas por show]. Então mostra de novo que as pessoas amam o KISS. As pessoas amam o que nós fazemos e o que nós representamos e de novo é sempre interessante quando alguém diz 'não são os membros originais', mas é o KISS. E eu penso que qualquer pessoa está brincando se eles acham que nós deveríamos parar porque não são os membros originais ou que nós deveríamos levar em conta qualquer coisa diferente do fato que nós somos o KISS em primeiro lugar. Toda vez que nós arrebentamos no palco, nós cumprimos as expectativas de todos".

Marko Syrjälä: Há praticamente uma inteira nova geração de fãs do KISS, até mesmo crianças abaixo de 10 anos. Você tem notado este fenômeno nas suas apresentações ao vivo?

Paul Stanley: "Sim e é ótimo. Eu acredito que o que nós fazemos é atemporal e eterno, não tem uma época específica, é para sempre".

Marko Syrjälä: Depois da parte européia da turnê, vocês estenderão e incluirão EUA, Japão ou outra área também?

Paul Stanley: "Eu não sei ainda. Minha arte [pintura] tem ido fenomenalmente bem e eu tenho exposições marcadas, e também há conversas no sentido de fazer 'Phantom of the Opera' de novo, então há muitas coisas puxando em diferentes direções. E eu não quero fazer algo que eu não tenha certeza que eu quero fazer, então tenho que estar certo".

Marko Syrjälä: Depois da conferência de imprensa em Melbourne, algo ficou na cabeça das pessoas, baseado no que você disse sobre a possibilidade do KISS continuar sem sua presença, se fosse necessário. Poderia comentar aquela declaração?

Paul Stanley: "Eu penso que o KISS é muito mais que uma banda, eu acho que nós definimos nós mesmo por regras que nós quebramos e eu estaria me sentindo elogiado se alguém pudesse tomar meu posto. De novo, a idéia de alguém do que é o KISS, não está falando necessariamente pela maioria. Então alguém diz 'tem que ser os quatro originais' e agora 'tem que estar presentes Gene e Paul'. Eu não concordo necessariamente. E seria, até onde eu creio, um tributo para tudo que o KISS honrou se a banda continuar sem mim. Não quer dizer que eu não estarei lá, não significa que não controlarei as coisas mas eu acredito que a idéia de dar um ótimo show e fazer seu melhor, vai além dos indivíduos no grupo.

Leia a matéria toda (em inglês) no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

511 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão487 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita764 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

KissKiss
Co-produtor diz que Criss e Frehley eram "contratados"

KissKiss
Banda é responsável pela rebeldia de Bart Simpson

KissKiss
Crianças em coreografia com "Rock and Roll All Night"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

Dave MustaineDave Mustaine
A história por trás de "The Four Horsemen"

MetromixMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Dimebag DarrellDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida ao lado do músico

5000 acessosFotos de Infância: Pantera5000 acessosSeparados no nascimento: Dave Mustaine e um Cocker Spaniel5000 acessosPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal5000 acessosGuns N' Roses: a história da saída de cada integrante5000 acessosBruce Dickinson: a melhor resposta para o ataque terrorista de Manchester5000 acessos"Minha mulher não deixa não" em versão Metal

Sobre Lucas Melo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online