Iron Maiden: "O que você precisa saber está no palco!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Régis Paiva Lourenço, Fonte: Maiden Fans, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Paul Sexton, da Reuters, conduziu em maio de 2008 uma entrevista com Bruce Dickinson, frontman do IRON MAIDEN que, dentre outras coisas, falou sobre como desenvolveu seu estilo e por qual motivo os integrantes do grupo são meio "alheios" às regras da indústria musical.

unMaiden: palheta de Dave Murray da Fear of the Dark tour será sorteada em campanhaMike Terrana: "Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Fica a impressão de que o Maiden parece ter desenvolvido uma 'causa comum', devido ao fato de que os membros da banda eram, e ainda são, 'outsiders', meio alheios às regras da indústria.

Dickinson: "Nós ainda somos 'outsiders', sempre seremos, pois essa é a nossa essência. Eu não posso imaginar o que seria gostar de ir a essas festas sem conteúdo do showbizz. Seria um pesadelo. Não é isso o que somos. O show é a coisa que importa. Tudo o que você precisa saber sobre o IRON MAIDEN está no palco."

Como você desenvolveu seu estilo e seu trabalho no palco?

Dickinson: "Uma coisa é você projetar um ar de confiança para as partes mais posteriores de um clube, outra é fazer isso num teatro, depois numa arena, e é algo bem diferente fazer isso em um festival. Antes da era das câmeras e dos telões laterais, você era apenas um pequeno ponto no palco. Foi uma curva de aprendizado rápida. Meu objetivo como frontman sempre é tentar 'fazer o lugar encolher', fazer aquele estádio de futebol caber dentro do menor clube do mundo. A essência do Maiden é que queremos incluir nisso todo mundo que está nos assistindo."

Você sempre buscou por desafios, seja na esgrima, no rádio, como autor, como piloto...

Dickinson: "É porque eu tenho uma curiosidade insaciável em conhecer a natureza das coisas e eu penso que o melhor modo de entender algo é testando e fazendo. Seria muito bom, sob o ponto de vista das pessoas que escrevem sobre nós, que houvesse um plano para isso, mas o fato é que não há. O filme que fizemos ('Chemical Wedding') surgiu de conversas que tive com Julian Doyle (co-autor e diretor do filme) em um pub há uns 15 anos atrás. Nós estamos tendo agora a turnê mais bem sucedida de nossa história, a banda é hoje um fenômeno global e, ao mesmo tempo, estamos conseguindo lançar esse filme, que será seguido em breve por outro lançamento com um documentário, DVD e tudo mais... Parece que foi tudo planejado, mas não foi. É algo totalmente ocasional."

No período em que esteve fora da banda (1993-1998), seu trabalho solo deixou você realizado?

Dickinson: "A razão pela qual eu saí do Maiden foi porque eu sinceramente não sabia se estava conseguindo continuar mais com aquele tipo de coisa, para fazer material novo. Queria coisas novas. Nada de ruim aconteceu. Não houve grandes desentendimentos. A máquina funcionava perfeitamente, como um relógio. Além disso, com todo o status que a banda tinha, significava que, seja o que você fizesse, as pessoas viriam, de forma meio protetora, e diriam algo como 'oh, boa tentativa'. Eu não achava que eles teriam problema algum encontrando outro vocalista, mas a carreira subsequente deles teve alguns percalços. A minha própria carreira desceu um penhasco. Foi quando eu decidi que precisava me reinventar".

"Então as pessoas pensaram que eu havia ficado maluco. Eu vim com um álbum chamado 'Skunkworks'. Ele teve bons reviews, mas a gravadora não estava certa disso. Então eu fiz um disco chamado "The Chemical Wedding" e entrei fundo num território no qual eu nunca havia estado, mas mantendo uma sensibilidade 'rock'. E eu acho bom poder dizer que ele foi um álbum bastante original, com boas vendas, e eu pude me ver fazendo sucesso. Evidentemente, nunca foi algo que rivalizasse com o Maiden."

Como você compararia o Maiden de hoje com o grupo de, digamos, 25 anos atrás?

Dickinson: "O modo que tocamos as músicas agora é, de várias formas, mais poderoso, a coisa está mais sob controle. Não é mais como alguém correndo mais do que suas pernas podem agüentar, que é mais ou menos como as coisas aconteciam nos anos oitenta. Agora somos como um corredor maduro, que sabe medir os passos e que sempre tem uma reserva para uma arrancada quando julgar oportuno. Nós, enfim, conseguimos chegar a esse ponto."

Para ler a entrevista completa (em inglês), acesse www.reuters.com.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Iron Maiden"Todas as matérias sobre "Bruce Dickinson"


unMaiden: palheta de Dave Murray da Fear of the Dark tour será sorteada em campanha

Iron Maiden: João Barone, do Paralamas, mandou livros para Bruce e SteveIron Maiden
João Barone, do Paralamas, mandou livros para Bruce e Steve

Em 14/10/1985: Iron Maiden lançava o ao-vivo Live After Death

Regis Tadeu: tudo que você não sabe sobre Bruce DickinsonRegis Tadeu
Tudo que você não sabe sobre Bruce Dickinson

Iron Maiden: o dia em que Porto Alegre parouIron Maiden
O dia em que Porto Alegre parou

Iron Maiden: show antológico no Rock in Rio faz banda alcançar proporção épica no BrasilIron Maiden
Show antológico no Rock in Rio faz banda alcançar proporção épica no Brasil

Iron Maiden: banda é homenageada pela Câmara dos Deputados da ArgentinaIron Maiden
Banda é homenageada pela Câmara dos Deputados da Argentina

Iron Maiden: Legacy of the Beast é um nome perfeito para uma turnê desta magnitudeIron Maiden
Legacy of the Beast é um nome perfeito para uma turnê desta magnitude

Iron Maiden: show da banda no Rock in Rio vai parar no XVideosIron Maiden
Show da banda no Rock in Rio vai parar no XVideos

Iron Maiden: Banda vence mais uma vez no Morumbi e continua na liderança do metalIron Maiden
Banda vence mais uma vez no Morumbi e continua na liderança do metal

Bruce Dickinson: ele evita falar que público do Brasil é melhor para não causar ciúmesBruce Dickinson
Ele evita falar que público do Brasil é melhor para não causar ciúmes

Iron Maiden: Nicko McBrain tocou com boné da Polícia Militar de SPIron Maiden
Nicko McBrain tocou com boné da Polícia Militar de SP

Iron Maiden: Bruce Dickinson e Janick Gers vão a clube de tiro em São PauloIron Maiden
Bruce Dickinson e Janick Gers vão a clube de tiro em São Paulo

Iron Maiden: Tour Legacy of the Beast pode estar sendo concluída na América do SulIron Maiden
Tour Legacy of the Beast pode estar sendo concluída na América do Sul

Iron Maiden: camiseta de turnê no Brasil à venda na internet por 24 horasIron Maiden
Camiseta de turnê no Brasil à venda na internet por 24 horas

Iron Maiden: os fãs mais insuportáveis em lista da MTVIron Maiden
Os fãs mais insuportáveis em lista da MTV

Derek Riggs: Stan Lee acha que tudo gira em torno deleDerek Riggs
"Stan Lee acha que tudo gira em torno dele"

Iron Maiden: há mais sexo, drogas e rock num time de rugby do que na bandaIron Maiden
"há mais sexo, drogas e rock num time de rugby do que na banda"


Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Cachorros: As raças que melhor combinam com cada gêneroCachorros
As raças que melhor combinam com cada gênero

Emos: 23 músicas que já estiveram na sua playlistEmos
23 músicas que já estiveram na sua playlist

Rachel Sheherazade: cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The NoiteRachel Sheherazade
Cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The Noite

Slash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritosSlash
Guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos

Audioslave: gravação de Cochise foi confundida com ataque terroristaAudioslave
Gravação de "Cochise" foi confundida com ataque terrorista

Action figures: os sensacionais bonecos de grandes ídolos do rockAction figures
Os sensacionais bonecos de grandes ídolos do rock


Sobre Régis Paiva Lourenço

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Régis Paiva Lourenço no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336