Polêmica: a música pode ser associada à inteligência?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: The Gauntlet, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Existe "música capaz de lhe tornar idiota?" De acordo com um estudante da CalTech chamado Virgil Griffith existe sim. Griffith realizou um estudo comparando preferências musicais no Facebook de estudantes de faculdade com suas pontuações no SAT (teste de aptidão utilizado por faculdades.

Cantadas Headbanger: "Estou Priest a te dar um beijo!"Slayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De acordo com o Wall Street Journal, os resultados são interessantes. "Por exemplo, o músico favorito dos estudantes mais inteligentes foi Beethoven, com uma pontuação média de 1371. Ainda na escala dos "inteligentes" esteve Sufjan Stevens (1260), Counting Crows (1247), e Radiohead (1220). E infelizmente para o rapper Lil Wayne, gostar de sua música é associado a ser o mais estúpido, com uma pontuação média no SAT de 889."

Apesar de fãs de heavy metal não terem sido envolvidos nesta amostra, onde você se encaixaria? O resto do estudo (em inglês) pode ser lido aqui e comentado no fórum do Whiplash!.

Antes de comentar, confira abaixo este vídeo de alguns fãs do Judas Priest.

Comente: Existe música capaz de o tornar idiota?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias

Cantadas Headbanger: Estou Priest a te dar um beijo!Cantadas Headbanger
"Estou Priest a te dar um beijo!"

Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

adGoo336