Dave Mustaine: religião, Metal e calúnias pela internet

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Thedailytimes.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Dave Mustaine, líder do MEGADETH, concedeu em novembro de 2009 uma entrevista ao TheDailyTimes.com e falou sobre religião, metal e calúnias pela internet. Abaixo seguem alguns trechos da conversa.

3427 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosGuns N' Roses: A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

Sobre ter se tornado cristão:

Mustaine: “Houve um momento de ajuste de contas quando o meu escudo estava destruído, e eu estava nesta montanha e não havia nenhuma cruz no topo dela. Foi apenas um daqueles pensamentos - Eu fui batizado luterano, criado como Testemunha de Jeová, me envolvi com a feitiçaria e satanismo e pratiquei Magia Negra. Minha esposa estava em outra coisa, e eu estava pensando que era um culto, então eu voltei a ser um Testemunha de Jeová, mas eu não estava feliz.

Olhando para aquela cruz, eu disse seis simples palavras — 'O que eu tenho a perder?’ E minha vida toda mudou. Tem sido difícil, mas eu não mudaria isso por nada.

Eu prefiro... viver minha vida inteira acreditando que existe um Deus e descobrir que não há nenhum, do que viver a minha vida inteira pensando que não existe um Deus e então descobrir, quando eu morrer, que existe".

Sobre como o Metal se espalhou em dezenas de diferentes sub-gêneros, os quais devem um pouco ao MEGADETH - ou, de acordo com Mustaine, devem muito ao MEGADETH:

Mustaine: “Muitos desses sub-gêneros são desenvolvidos para posicionar as pessoas que não podem fazer nada melhor do que estar em segundo lugar. Se você tem um sub-gênero, todas as mediocridades têm um lugar para se mostrar. Se você tiver sub-gêneros, todo mundo consegue seu lugar ao sol, mas é confuso devido a toda essa fragmentação. Eu quero dizer, devemos colocar todas essas sub-categorias de volta no Hard Rock e no Metal e ver onde nos encaixamos.

Estamos sempre sendo rotulados — as pessoas nos chamam de Power Metal, Thrash, Speed; nos Grammys, eles nos chamam [MEGADETH] de Metal Antigo. Pessoalmente, não me importo como as pessoas nos chamam. Esta é uma banda com um guitarrista que cresceu ouvindo a invasão britânica do Punk Rock, Música Clássica, Jazz — e tudo isso se faz presente na minha música.”

Sobre as pessoas que ridicularizaram sua conversão para o cristianismo dizendo que você se “vendeu”:

Mustaine: “As pessoas falaram mal de mim, dizendo que eu era fraco ou que eu estava tentando ser legal. As pessoas diziam coisas sobre as bandas com as quais eu escolhia tocar. A questão é que, eu não queria começar com o pé esquerdo — eu queria viver como no velho ditado ‘Se lhe traz dúvida, então não faça’.

Eu não queria continuar com isso e viver minha vida como era antes. Quando eu fui salvo, eu realmente queria mudar. Agora eu entendo que as coisas não são tão difíceis como eu imaginava, mas estou feliz por ter me protegido (no começo).

Não é nenhum segredo que há um grande número de pessoas que são inimigos - pessoas que fazem calúnias pela Internet, tentando machucar a mim e a minha banda. A única razão pela qual isso me machuca é porque a minha filha lê essas coisas, e eu acho que se eu sentar com eles e conversar eles dirão ‘Ei, eu nunca tinha pensado nisso.’

Todas essas pessoas que postam essa coisas negativas em todos esses websites, eles pertencem a mim pois eles não seriam nada sem mim. Eu sou todo o maior poder deles. Eu tenho controle total sobre eles, pois eles não podem ficar um dia sem falar sobre mim. Eu não estou machucando ninguém, estou sendo um cara legal. Se ser cristão é levar minha música por água abaixo, então o ‘Endgame’ [novo álbum do MEGADETH] deve ter escorregado pelas frestas não é?”

Para ler a entrevista completa (em inglês) acesse este link.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 15 de outubro de 2012
Post de 13 de fevereiro de 2014
Post de 14 de fevereiro de 2014

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3080 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa519 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3525 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MascotesMascotes
Blog elege o top 10 dos mais imponentes do Metal

MegadethMegadeth
Nick Menza posta áudio da bateria isolada de Hangar 18

MegadethMegadeth
Ellefson: "Não estaríamos aqui sem o Metallica!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Guns N RosesGuns N' Roses
A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

MetalMetal
Adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

Pink FloydPink Floyd
The Wall: uma obra de arte conceitual

5000 acessosIron Maiden: Nado sincronizado ao som de "The Trooper"5000 acessosLGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais5000 acessosMetallica: banda pensou em demitir Lars Ulrich?5000 acessosSlipknot: "Metalhead? Não, sou Ph.D. em Rock & Roll!"5000 acessosLamentável: CBGB vai reabrir como reduto de roquistas coxinhas5000 acessosKiss: O que Gene Simmons faria se fosse presidente?

Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online