Faith No More: resenha de show em Porto Alegre no POA Show

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabiana Menine, Fonte: Poa Show
Enviar Correções  

Na última terça-feira, dia 03 de novembro, uma das bandas mais emblemáticas dos anos 90 se apresentou pela segunda vez em Porto Alegre. Em sua badalada tour de reunião, Mike Patton (vocal), Billy Gould (baixo), Roddy Button (teclados), Mike Bordin (bateria) e Jon Hudson (guitarra), proporcionaram um show incrível, que pode ser considerado o melhor do ano na cidade.

Metal Hammer: do funk metal ao grindcore, os melhores álbuns de 1989

Black Sabbath: o dia em que Tony Iommi quase matou Bill Ward

No horário previsto, as 21h30, os porto-alegrenses da VÉSPERA subiram ao palco. "É uma grande honra pra nós abrir o show de uma das bandas mais importantes e criativas dos anos 90" disse o vocalista Lucidio Gontan. Apesar da excelente oportunidade que tinham nas mãos, os gaúchos dividiram opiniões. Com uma performance um pouco tímida e permeando sua apresentação com três covers (Placebo, Prince e Beatles), só levantaram de fato o público com a excelente versão de "Come Together". Falamos de uma banda competente, mas que talvez não estivesse abrindo o show mais adequado para o seu estilo de música.

Pouco antes das 23h as luzes do Pepsi On Stage se apagam para o FAITH NO MORE. Com cortinas e luzes vermelhas o palco recebe os americanos. Mike Patton então começa a tocar uma escaleta para o tema instrumental "Midnight Cowboy". Com um clima sombrio, serviu de prelúdio para o show que viria em seguida. Emendaram então "From Out of Nowhere", sucesso do clássico álbum "The Real Thing", que levou a banda ao estrelato. O chão do Pepsi On Stage tremeu, literalmente. O som estava perfeito, tanto em equalização (era possível ouvir todos os instrumentos, além da voz, com muita clareza) quanto em timbres. E isto precisa ser ressaltado: o excelente gosto do FAITH NO MORE para timbres. Guitarra, baixo, bateria e teclado soavam muito, muito bem.

A resenha completa com fotos pode ser vista no link abaixo.


adWhipDin adWhipDin