Lamb of God: a simplicidade dos caras do Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: ChartAttack, Tradução
Enviar Correções  

John Campbell, baixista do LAMB OF GOD, concedeu em novembro de 2009 uma entrevista ao site ChartAttack.com e comentou sobre a turnê da banda com o METALLICA.

Bateristas: Os 30 melhores de todos os tempos

Slash: guitarrista escolhe seus riffs favoritos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Atualmente vocês estão em turnê com o METALLICA, revezando-se entre tocar com eles e com o GWAR. Como vocês encontram equilíbrio entre grandes arenas e espaços menores?

Campbell: "Honestamente, eu mal posso esperar para voltar a tocar nos clubes. As arenas soam realmente mortas no palco. Quero dizer, é legal. Existem milhares de pessoas lá para ver, enquanto se está tocando no palco com o METALLICA."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Campbell: "Mas, para mim, a apresentação no palco quando é a nossa aparelhagem e é aberto, é muito mais divertida. Não me interpretem mal, eu não trocaria isso por nada. Além disso, é divertido tocar para um público que não necessariamente sabem o que esperar de você. Assim, fazemos isso por uma semana e então temos que voltar para os nossos fãs nos nossos shows e tocar para um quarto cheio de pessoas gritando de volta para nós."

Obviamente, algumas pessoas estão lá para ver o METALLICA e vocês, mas você acha que seu som é mais difícil para as pessoas entenderem?

Campbell: "Ah sim, com certeza. Mas acho que também estamos conquistando novos fãs. Acho que uma boa parte da velha escola de metaleiros não tinha ainda descoberto o LAMB OF GOD ou não tinham ouvido falar de nós, penso que estamos definitivamente ganhando novos fãs. E este é apenas um dos muitos benefícios de sair em turnê com o METALLICA".

Será que pode ficar ainda maior que isso, ou somente se você for o METALLICA?

Campbell: "(risos) Acho que comentei isso hoje de manhã. Creio que não. Acho que neste momento é apenas uma questão de longevidade e de quanto tempo nós poderemos mantê-la. Quem vai dizer onde estaremos daqui há 10 anos? Pois estamos completando 15 anos e esses caras estão completando 25 anos, ou algo assim. Então, quem sabe dizer onde estaremos quando chegar este tempo? Se chegaremos ao status do METALLICA, no topo, se ficaremos onde estamos agora, ou seremos deixados de lado".

O que vocês aprenderam com Metallica, sobre a forma como se comportam em turnê?

Campbell: "Eles são muito mais realistas do que você pode imaginar. Eles são bastante sociáveis. Nos trouxeram jantar e bebidas, e às vezes vêm até o camarim, sabe?! Pra nós, esta oportunidade tem sido surpreendente".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bateristas: Os 30 melhores de todos os temposBateristas
Os 30 melhores de todos os tempos

Slash: guitarrista escolhe seus riffs favoritosSlash
Guitarrista escolhe seus riffs favoritos


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin