Misfits: Damage, ex-baterista perde batalha contra o câncer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriel Costa, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Ver Acessos


O baterista Brian "Damage" Keats, que tocou na última encarnação do MISFITS com o vocalista Glenn Danzig, morreu na terça-feira, dia 12 de janeiro, aos 46 anos, após uma longa batalha contra o câncer de fígado. Keats deixa a esposa e um filho.

Misfits: confirmado show na Filadélfia em dezembroClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80

Nascido no Brooklyn, Nova York, em 1963, Keats tocou nas bandas GENOCIDE e VERBAL ABUSE, entre outras, antes de ser convidado pessoalmente por Danzig para juntar-se aos MISFITS. Damage, como era conhecido, passou a ensaiar com a banda em outubro de 1983, semanas antes do show de Halloween dos MISFITS em Detroit. A apresentação terminou por ser a primeira e única do baterista com a banda, uma vez que foi o último show da era com Danzig.

De acordo com fontes do Noisecreep, Damage teria bebido tanto antes do show que não conseguia acompanhar a banda, o que teria levado o guitarrista Doyle Wolfgang von Frankenstein a expulsá-lo do palco.

Após o breve período com os MISFITS, Damage tocou nas bandas HELLBENT, THE KRETINS, THE HELLHOUNDS, THE SKULLS, ANGELS IN VAIN, PRINCESS PANG, RAGING SLAB, e THE DIAMONDBACKS, todas ainda em Nova York. Em seguida, ele mudou-se para Los Angeles e tocou e gravou com as bandas WINK, PRESSUREHED, BARON JIVE, SYLVAIN SYLVAIN, THE LIGHT BACHWOOD MOVEMENT, LINK PROTRUDI AND THE JAYMEN, PAUL INMAN, MARIOUX, LOW POP SUICIDE, 3 DAY WHEELY, BORTEK, SUSANNA HOFFS, DOPPLER, THE FUZZTONES e TRAMDRIVER.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Misfits"Todas as matérias sobre "Danzig"


Misfits: confirmado show na Filadélfia em dezembro

Raimundos: Digão questiona Joelma após ela usar jaqueta de bandas punkRaimundos
Digão questiona Joelma após ela usar jaqueta de bandas punk

Behemoth: Nergal vai pro mosh pit do Misfits, cai e se machucaBehemoth
Nergal vai pro mosh pit do Misfits, cai e se machuca

Spike: os sete piores solos de guitarraSpike
Os sete piores solos de guitarra

Punk Rock: 21 logos conhecidos e suas históriasPunk Rock
21 logos conhecidos e suas histórias

Misfits: Doyle se vê obrigado a fazer meet & greet por uma merreca pelas baixas vendasMisfits
Doyle se vê obrigado a fazer meet & greet por uma merreca pelas baixas vendas


Classic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80Classic Rock
As 10 melhores baladas dos anos 80

Bruce Dickinson: Prefiro errar letras a usar monitores!Bruce Dickinson
"Prefiro errar letras a usar monitores!"

Twisted Sister: segundo Dee, ser pobre e famoso é uma merdaTwisted Sister
Segundo Dee, "ser pobre e famoso é uma merda"

Playback.FM: saiba qual a música mais tocada nas rádios no dia que você nasceuPlayback.FM
Saiba qual a música mais tocada nas rádios no dia que você nasceu

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryDeath On Two Legs
A declaração de ódio de Freddie Mercury

Fones de Ouvido: de R$ 200 a 5000, os melhores para o seu celularFones de Ouvido
De R$ 200 a 5000, os melhores para o seu celular

Melissa Reese: sua função no Guns N' Roses e reações dos fãs a elaMelissa Reese
Sua função no Guns N' Roses e reações dos fãs a ela


Sobre Gabriel Costa

Carioca, jornalista por profissão e roqueiro de nascença, Gabriel teve o primeiro contato direto com o rock and roll ao ouvir o álbum de estreia do Black Sabbath em um velho vinil de seu pai. Garoto do século 20, nascido em 1984, é absolutamente fascinado por tudo o que envolve o estilo, da música à mitologia. Canta na banda Six Pack Wonder, escuta de Backyard Babies a Strapping Young Lad, ama The Wildhearts e segue fielmente os ensinamentos de Lemmy e Danko Jones. Escreve no Twitter em http://twitter.com/gabrielccosta.

Mais matérias de Gabriel Costa no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336