Iron Maiden: "Steve já não escreve tanto", diz Adrian Smith

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gabriel Gonçalves, Fonte: Guitar Edge, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 05/10/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A revista "Guitar Edge" fez uma extensa entrevista com o trio de guitarristas do Iron Maiden que, dentre diversos assuntos, falou sobre as composições do "The Final Frontier".

797 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann

Nos conte sobre as composições do “The Final Frontier”.

Adrian Smith: Steve (Harris) já não escreve tanto, então somos basicamente eu, Janick e Dave trazendo as músicas. Foram todas canções recém compostas. Steve está mais interessado nas letras e nas melodias, assim como Bruce (Dickinson), e Steve co-produziu o álbum. Então todos contribuíram.

Murray: Nós trazíamos canções completas e Steve escrevia as letras. Em uma canção, “When The Wild Wind Blows”, Steve escreveu tanto a música quanto a letra. Passamos algumas semanas na França ensaiando, tiramos um mês de folga e quando chegou a hora de irmos para o estúdio, já tínhamos 70% do material pronto para gravar.

Smith: Gravamos o álbum nos estúdios “Compass Point” – onde muitos dos álbuns históricos do Maiden foram feitos – nas Bahamas. Steve vive em Nassau agora e Kevin Shirley (o produtor do álbum) havia acabado de finalizar um álbum no “Compass Point” e gostou, então achamos que seria divertido voltar para lá. É uma boa sala. Tecnicamente, não é o melhor estúdio, mas a sala soa muito bem.

Gers: E antes da turnê, trabalhamos em tocar estas canções de 10 minutos ao vivo, do início ao fim, e não pedaço por pedaço.

Há muitos grandes e inesperados momentos no “The Final Frontier”, como os acordes fusion no vocal de entrada de “Sattelite 15”… The Final Frontier”.

Murray: Aquilo foi tirado da demo de Adrian e foi ele quem tocou aqueles acordes interessantes.

Smith: Também em “Isle of Avalon”. Eu suponho que quando você toca sobre uma progressão de acordes como aquela, a canção acaba indo para um lado meio fusion.

Confira a entrevista completa, em português, no www.imprensarocker.wordpress.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

797 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1253 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Kevin ShirleyKevin Shirley
Detido por causa de calote do Slayer em 2004

VH1VH1
As 100 melhores músicas de hard rock

Iron MaidenIron Maiden
Dave Murray fala sobre o público brasileiro

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

RammsteinRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!"

VídeoVídeo
Ex-rockeiro explica o real significado da mão chifrada

GuitarristasGuitarristas
E se os mestres esquecessem como se toca?

5000 acessosMetallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio5000 acessosSlipknot: causando medo no cantor Latino durante o Rock In Rio5000 acessosMegadeth: as pérolas mais polêmicas ditas por Mustaine5000 acessosSinal dos tempos: você perdeu de vez a fé no Rock Progressivo porque...5000 acessosAC/DC: "Infelizmente há um momento em que você tem que parar"2857 acessosELF: ouça Dio cantando "Aqualung" do Jethro Tull

Sobre Gabriel Gonçalves

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online