Jason Bonham: tirando o chapéu para Keith Moon e Neil Peart

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Durante uma entrevista em 17 de novembro com Steve Newton do site Straight.com de Vancouver, British Columbia, Canadá, o grande baterista Jason Bonham conversou sobre o LED ZEPPELIN EXPERIENCE - um evento multimídia que o traz em performances de músicas selecionadas do ZEPPELIN com uma banda ao vivo e falando sobre sua relação com seu lendário pai John Bonham - e sobre alguns outros ícones da bateria no mundo.

Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelGuitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando Newton disse a Jason que achava que o Keith Moon do THE WHO era o maior baterista do rock, Bonhan replicou "Sim, Keith foi um cara inovador. Acho que ele era um pouco mais errático que o meu pai; ele tocava mais de improviso, sabe. Algumas vezes imitando o Keith em uma música do THE WHO - ele tocava o chimbal onde naturalmente não deveria. Ele era muito bizarro nessa área, mas fenomenal. Eu sou um grande fã do Keith Moon e do THE WHO, e quando eu faço seminários e oficinas eu toco músicas do WHO e do Zeppelin, porque essas são as coisas que me animam: GENESIS, WHO, e ZEPPELIN. E até mesmo um pouco de RUSH, na verdade. Eu passei pela fase, depois que meu pai morreu, onde uma pessoa comprou pra mim o '2112', e eu de repente estava escutando esse cara tocando bateria e fiquei tipo 'uau!'. E quando estivemos no Canadá pela última vez, no fim da 'Whole Lotta Love', eu tirei meu chapéu para o Neil Peart, e toquei 'Tom Sawyer' por mais ou menos um minuto. Então foi muito legal."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Jason Bonham"Todas as matérias sobre "Who"Todas as matérias sobre "Rush"Todas as matérias sobre "Neil Peart"


Rush: a relação da banda com a série animada South ParkRush
A relação da banda com a série animada South Park

Progressivo: análises exemplificando a guitarra progressivaProgressivo
Análises exemplificando a guitarra progressiva


Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

Guitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteiraGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

adGoo336