Lemmy: "Manowar errou ao tocar só músicas novas no Brasil"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Freire, Fonte: Terra
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 21/04/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O baixista e líder do Motörhead, Lemmy Kilmister, considerou um erro a opção do Manowar de tocar apenas músicas recentes em sua última turnê no Brasil, no ano passado.

4701 acessosPhil Campbell: "Até hoje não sei afinar uma guitarra de ouvido!"5000 acessosLegião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica

Para Lemmy, que toca nesta sexta-feira (22) em Brasília com o Motörhead, uma banda nunca pode deixar de lado os velhos clássicos:

Terra: No ano passado, o Manowar, banda com quem vocês já realizaram algumas turnês, veio ao Brasil e deixou de lado do repertório todos os seus clássicos, se concentrando apenas em músicas de seus dois últimos álbuns. O que você acha dessa atitude? Consegue imaginar fazer um show do Motörhead sem músicas como Ace of Spades, Overkill ou Iron Fist?

Lemmy: Eu não acho que as pessoas iriam gostar disso, sabe? Se eu for assistir a um show do Little Richard, eu iria querer ver Good Golly Miss Molly, entende? Eu ficaria louco se eu não a ouvisse. Eu sei como é estar no público e ver material novo. Claro que há coisas novas que você tem que tocar, mas há também coisas velhas que se precisa tocar também, porque é por elas que as pessoas estão lá.

O baixista ainda condenou os downloads gratuitos de música na internet e falou, relutante, sobre sua condição de saúde atual, além de explicar o motivo pelo qual não considera o MOTORHEAD como uma banda de Heavy Metal:

Lemmy: Simplesmente por não achar que isso seja verdade, só isso. Eu não acho que o heavy metal seja uma música pior, na verdade vejo como uma música muito melhor do que a da maioria dos tipos de rock´n´roll. Eu acho que tem mais partes instrumentais no heavy metal do que a maioria dos tipos de música, sabe? As pessoas nos rotulam assim porque somos rápidos e pesados, mas isso está certo para mim, porque o rock´n´roll deveria ser assim também. E quando nós tocamos, é muito mais alto! Nós começamos antes do heavy metal e começamos antes do punk também.

Para ler o resto da entrevista, entre no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Phil CampbellPhil Campbell
"Até hoje não sei afinar uma guitarra de ouvido!"

909 acessosBrazilian Tribute To Motörhead: Torture Squad e Hatefulmurder747 acessosMotorhead: ouça o Genocídio no tributo brasileiro à banda2158 acessosCooking Hostile: Cozinhando com suas bandas preferidas0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

Twisted SisterTwisted Sister
Dee conta como Lemmy salvou sua vida

MotorheadMotorhead
Trujillo explica porque Lemmy é uma lenda

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"0 acessosTodas as matérias sobre "Manowar"

Eduardo e MônicaEduardo e Mônica
Uma análise do maior sucesso da Legião Urbana

Rodolfo AbrantesRodolfo Abrantes
"Raimundos como banda não me interessa"

MegadethMegadeth
Electra mostra para Kiko como está fera no Português

5000 acessosSlipknot: Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir5000 acessosTotal Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da história5000 acessosA História do Burzum5000 acessosGuns N' Roses: a revista que mostrava Slash atirando em Axl Rose5000 acessosSystem Of A Dilma: mashup de SOAD e discurso da presidente5000 acessosCannibal Corpse: quem nunca fez sexo ouvindo a banda?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 21 de abril de 2011

Sobre Marcelo Freire

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online