[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Megadeth: David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idadeMegadeth
David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idade

Metallica: a canção famosa da banda que James Hetfield acha uma porcariaMetallica
A canção famosa da banda que James Hetfield acha "uma porcaria"

Malmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarristaMalmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

KK's Priest: banda de ex-membros do Judas Priest anuncia título do primeiro álbumKK's Priest
Banda de ex-membros do Judas Priest anuncia título do primeiro álbum

Amon Amarth: Thor é flagrado em revista da Marvel com camiseta da bandaAmon Amarth
Thor é flagrado em revista da Marvel com camiseta da banda

Aquiles Priester: baterista se junta a Chitãozinho e Xororó em versão de EvidênciasAquiles Priester
Baterista "se junta" a Chitãozinho e Xororó em versão de "Evidências"

Gilby Clarke: Axl me disse aproveite seu último showGilby Clarke
Axl me disse "aproveite seu último show"

Eloy Casagrande: o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhosEloy Casagrande
"o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhos"

Slash: Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarristaSlash
Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarrista

Iron Maiden: Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivoIron Maiden
Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivo

Guns N' Roses: falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinhoGuns N' Roses
Falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinho

Manowar: O baterista Marcus Castellani conta como entrou na banda (vídeo)Manowar
O baterista Marcus Castellani conta como entrou na banda (vídeo)

Pink Floyd: Seus 6 maiores shows em todos os tempos, pela Far Out MagazinePink Floyd
Seus 6 maiores shows em todos os tempos, pela Far Out Magazine

Lista: 20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecemLista
20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecem


Arte Musical
Stamp
Korzus

Débil Metal: quando os fãs assustam os ídolos

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Em 28/09/11

Por Mick Wall, traduzido por Nacho Belgrande.

Eu me lembro de estar em uma limusine com TONY IOMMI enquanto esperávamos nos portões da coxia do Madison Square Garden, ainda nos anos 80, quando alguns jovens vieram pela rua rumo a nós, passando uma sacola de papel marrom com uma garrafa entre eles. Daí um viu a janela de trás da limusine aberta e correu. Então ele enfiou a cabeça na janela do lado de Tony do carro.

‘TONY FUCKIN’ IOMMI!’ ele gritou. ‘BLACK FUCKIN’ SABBATH! EU TE AMO PRA CARALHO CARA!’ "Muito obrigado, cara," disse Tony. Um veterano de um milhão desses encontros, ele apenas continuou olhando pra frente. ‘TONY FUCKIN’ IOMMI!’ o jovem gritou de novo. ‘HEY TONY! VOCÊ SE LEMBRA DE MIM, CARA?’ ‘Sim, tudo bem, cara, ’ disse Paul, o empresário, se esticando e empurrando a cabeça do cara pra fora da janela. ‘A gente se lembra de você, beleza… ’

[an error occurred while processing this directive]

Foi aí que uma sirene alta tocou e os portões se abriram finalmente. "Ainda bem, puta que pariu," disse Paul. Ele deu mais um cutucão na cabeça do moleque. Mas ele ainda não tinha terminado. ‘HEY, TONY! NÃO FAZ ISSO, CARA! HEY, EU SOU SEU IRMÃO! VOCÊ SE LEMBRA DE MIM, CARA? EU SOU A PORRA DO SEU IRMÃO!’

Intrigado, Tony finalmente olhou. O garoto tinha uns 19 anos e tinha sotaque do Bronx. Tony não disse nada. A mão dele já estava no botão, mas à medida que o vidro fumê começou a subir, o moleque pulou pra dentro de novo. ‘MAS EU SOU SEU IRMÃO, CARA! A PORRA DO SEU IRMÃO, CARA! EU SOU A PORRA DO SEU IRMÃO!’

Finalmente, a janela se fechou com um estampido confortante e a limusine andou, os portões se fechando atrás de nós. ‘Bando de loucos’, murmurou Tony. ‘A gente sempre topa essas porras de loucos…

[an error occurred while processing this directive]

E claro que era verdade. Mais tarde, ele me contou de uma vez que eles apareceram para um show no Hollywood Bowl e alguém tinha lacrado a porta do camarim com pregos e desenhado uma cruz com sangue fresco nela. Em outra vez, ele tinha chutado um amplificador com defeito durante um show e acabou vendo uma figura vestida de preto com uma faca não mão por detrás do equipamento, pronta para atacá-lo. E também havia as bruxas e bruxos que os seguiam pra todo lado. Eles e os Hell’s Angels. Todos eles convencidos de que a banda tinha ou enviado mensagens pessoais para eles através de suas músicas, ou simplesmente falavam direto com eles – e somente com eles.

Você pode achar que isso é quase inevitável para uma banda chamada Black Sabbath, mas coisas assim acontecem com todos os outros com os quais eu trabalhei. Mesmo gente ‘normal’ como Def Leppard e Bon Jovi tinham sua cota de debilóides pesando em cima deles, na esperança de discutirem o verdadeiro significado no estilo ‘Código da Vinci’ de ‘Pour Some Sugar On Me’ ou ‘Living On A Prayer’. Loucos de pedra, e claro, garotas: garotas apaixonadas, garotas que na verdade eram homens, garotas em duplas e trios, e seus namorados voyeurs, até mesmo garotas e suas mães.

[an error occurred while processing this directive]

Mas essas você pelo menos sabia o que queriam. Eram os loucos – mulheres, caras e tudo no meio dos dois – que realmente preocupavam. Os que apareciam nos shows de Ozzy Osbourne carregando várias cabeças de porco. Os que escreviam nomes como Marilyn Manson com faca nos braços ou tinham fotos de Kurt Cobain tatuadas em suas bundas. Aqueles que tinham aquele olhar percebível a um quilômetro, dizendo: eu te amo tanto que eu posso até te matar se você não me tratar bem.

Eu confio em você pra que nunca permita que essa descrição lhe sirva, okay?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

[an error occurred while processing this directive]

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

 
 
 
 

[an error occurred while processing this directive]