Observatório Nerd: 5 perguntas para Eloy Casagrande

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago El Cid Cardim, Fonte: Observatório Nerd
Enviar correções  |  Comentários  | 


1) Eloy, vamos ser honestos: já não te deu no saco este papo de ficar sendo tratando como "menino-prodígio das baquetas"? Como fazer os auto-proclamados críticos de música entenderam que você cresceu... rs?
63 acessosButeco do Rock Podcast: álbuns de 20175000 acessosQueen: novas fotos do recluso John Deacon

Eloy: hahaha... tocando! Não há maneira melhor de mostrar o meu valor, o meu talento, a minha importância.

2) Sentar no banquinho que outrora foi de um sujeito como Iggor Cavalera te intimidou de alguma forma?

Eloy: Sim, claro! O primeiro baterista do Sepultura é um ícone sempre, conhecido e respeitado mundialmente, o cara já foi uma influência para mim e tenho máximo respeito por ele! E depois pelo Jean, que também é um outro monstro. É muita responsabilidade de assumir este posto e acredito que estou dando conta do recado muito bem. A banda me recebeu muito bem, acreditou no meu trabalho, tenho total confiança dos músicos, da equipe, do management, e assim me sinto muito confortável para dar o meu melhor e honrar o nome do Sepultura.

3) E a recepção dos fãs, tanto ao vivo quanto nos recônditos da internet? Você sente algum tipo de pressão numa banda o tempo todo envolta em boatos sobre o retorno da formação clássica, com os brothers Cavalera?

Eloy: No começo foi pressão total! Eu já esperava que os fãs se manifestassem pelo fato da minha idade, mas o palco está sendo dia-a-dia a resposta do meu trabalho para os fãs e acho que todos estão na expectativa para o material novo. Quanto ao lance dos irmãos, o Sepultura já deixou mais do que claro em entrevistas e declarações que não vai acontecer.

4) Para você, que já tocou um estilo mais power metal ao lado do Andra Matos e com uma pegada um pouco mais melódica ao lado do Glória, foi difícil entrar no esquema mais thrash/porradeiro do Sepultura? Ou foi justamente a diversidade de experiências que acabou te ajudando?

Eloy: Penso que todos os músicos sempre devem estar preparados para qualquer tipo de gig, a oportunidade aparece e você só tem uma chance. Sempre fui muito fã de metal, thrash.... escutava Sepultura antes e já sabia tocar algumas músicas. Quando me chamaram para o teste, eu não ia começar algo do zero, eu já tinha uma bagagem.

5) Entrando de vez nesta rotina das turnês internacionais, justamente no ano em que o Sepultura, uma das mais importantes bandas do planeta, participa de todos os principais festivais...Você acha que chegou onde queria ou ambiciona ainda mais? O que você ainda sonha fazer em termos de música?

Eloy: Eu quero sempre somar aonde estou. Quero cada vez mais que o Sepultura alcance novos patamares e ganhe novos fãs! Não vejo a hora de lançarmos material novo! Quero colocar um pouco da minha cara nesse novo material e somar musicalmente à banda. Sonho em sempre estar fazendo o melhor de mim para a música e passar isto da forma mais honrosa para o mundo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 09 de outubro de 2012
Post de 08 de outubro de 2014
Post de 11 de novembro de 2015

SepulturaSepultura
"Chaos A.D." e "Roots" ganharão versões expandidas

63 acessosButeco do Rock Podcast: álbuns de 20171307 acessosSepultura: completamente diferente, sem medo de arriscar!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

VírgulaVírgula
O primeiro show da vida de alguns rockstars brasileiros

Max CavaleraMax Cavalera
"Ozzy me encorajou muito depois que saí do Sepultura".

DeezerDeezer
As bandas de rock brasileiras mais ouvidas lá fora

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"

QueenQueen
Novas fotos do recluso John Deacon

Zakk WyldeZakk Wylde
Foto do arsenal de guitarras do músico

SlashSlash
Chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose

5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e o Leão Valente5000 acessosAs regras do Viking Metal5000 acessosRhythm: os bateristas mais influentes de todos os tempos5000 acessosIron Maiden: Steve Harris não foi o primeiro baixista?5000 acessosKerrang: os 22 artistas que estão moldando o futuro do rock5000 acessosNirvana: a artista que teria fumado cinzas de Cobain com maconha

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online