RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemNo Instagram, Edu Falaschi anuncia que está vendendo seu Honda Civic

imagemO profundo significado do "Trem" nas letras de Raul Seixas, segundo o próprio

imagemAs 100 maiores músicas da história do heavy metal, segundo a Rolling Stone

imagemA diferença entre público de São Paulo e Rio de Janeiro, segundo Humberto Gessinger

imagemAs 10 melhores bandas de technical death metal da história, segundo os fãs

imagemA música do Lynyrd Skynyrd com letra que parece antecipar a fatídica tragédia

imagemTrês músicas sublimes do Led Zeppelin na opinião de Robert Plant

imagemCinco países com muita tradição no mundo do heavy metal

imagemO hit dos Beatles em que fãs confundiram mãe de Paul McCartney com Virgem Maria

imagemA banda punk que zombou do AC/DC em 1976, mas depois se arrependeu

imagemMustaine perdeu encontro com cantora por ter se drogado e ficado com mau hálito

imagemO sufoco que Derrick Green passou em uma pizzaria ao se mudar pro Brasil

imagemO hit dos Beatles que Paul McCartney faz ligeira indireta para indesejada Yoko Ono

imagemO arrependimento que Robert Plant tem das longas turnês com o Led Zeppelin

imagemQual o maior disco do Megadeth? Dave Mustaine responde (e não é "Rust In Peace")


Summer Breeze B
Pomba

"Somos tão jovens": filme retrata adolescência de Renato Russo

Por Matheus B. Vieira
Fonte: Estrela de Cinco Pontas
Postado em 05 de maio de 2013

Acabei de assistir ao filme Somos tão Jovens, que retrata a adolescência do falecido cantor Renato Russo e o embrião da Legião Urbana. Nunca fui um fã de Legião Urbana. Gosto da música, gosto do Renato e da importância que ele teve, mas não sinto isso na mesma escala em que a maioria de seus verdadeiros fãs o sentem, por isso me sinto meio a salvo pra falar bem dele, já que nunca fui fanático pelo cara, apenas um admirador distante.

Bruce Dickinson

Em se tratando de música, Legião sempre é um assunto polêmico. Muitas pessoas não conseguem compreender a razão do impacto deste grupo na música brasileira, na maioria das vezes porque não o conhecem. Aliás, desconhecimento geralmente leva à incompreensão, e logo, a preconceitos. Há pessoas que realmente acreditam que o sucesso é fruto de uma insistência em emplacar uma coisa por falta de coisa melhor, um banda de karaokê, etc. Mas eu penso que Legião Urbana, para sua época, foi uma banda necessária, cujo legado e importância não podem ser manchados ou esquecidos, em outras palavras, gostem ou não as pessoas, Legião Urbana e o seu líder já fazem parte da história da música brasileira.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Renato Russo falou sobre a vida, e para entender o que ele diz, é preciso vivê-la organicamente, e não plasticamente, nessa era do silício.

Sobre essa banda já escutei um monte de idiotices, porque as pessoas se prendem a fantasmas e estereótipos midiáticos. Mas quando eu ouvi o cara falando, a voz verdadeira do Renato Russo, saindo através dele mesmo, dá pra perceber porque ele foi um dos últimos músicos realmente íntegros daquela época.

Quando se trata de arte, é preciso despir-se para sacar o que o artista quer. Renato não era um músico exímio, mas é inegável que sua voz era belíssima e que sua poesia era perturbadora para a emoção. Enquanto todo mundo falava da grandiosidade de um mundo que esperava dar certo através de determinadas ideologias, Renato Russo falou do medo de se viver num mundo tão perturbado e insano como o nosso.

Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas seu legado ainda é manchado por causa de moralismos pífios ou desconhecimento da obra.

Falando do filme, achei que ele demora um pouco pra começar a acontecer. A introdução do filme pode cansar os mais imapacientes, mas o restante é praticamente tudo o que já ouvi falar sobre ele: um adolescente sensível ao extremo, muito culto, muito diferenciado e espontâneo, e que acima de tudo sonhava com o seu sucesso como músico e poeta. A interpretação de Thiago Mendonça foi impecável. Ele captou com tanta sutileza os trejeitos do Renato que você simpatiza quase instantaneamente assim que o personagem começa a se mostrar mais. Ainda acredito que foi uma sacada do diretor em entender o quão medíocre o povo hoje é em conceitos, por isso maneirou no que quer se tratasse em relação à drogas ou homossexualidade.

E como comentário pessoal, poxa vida, os caras escolheram como título um verso da minha música favorita da banda.

Numa era em que a ignorância tornou-se algo endêmico, onde as pessoas acreditam e se deixam levar pelas mais diversas desinformações, onde as pessoas vivem suas vidas apenas através de suas opiniões limitadas em redes sociais, esse filme é nostálgico e emocionante, que traz de volta uma juventude de fato forte e tranformadora, que no mínimo de suas atitudes, não se impedia de sonhar com um mundo diferente e melhor para todos.

O jovem que apenas tecla, que não faz ideia do que é uma vida fora desse vício doentio de ser bem sucedido numa corporação invisível, pra satisfazer essa necessidade estúpida de consumo, esse filme fará pouca sombra em seus corações.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Renato Russo, foi como se você nunca tivesse saído daqui. Seus fãs e apreciadores agradecem.

Segue abaixo essa música que para mim, é a maior obra prima que ele já compôs, e que por tantas vezes salvou minha sanidade. O que seria das pessoas de verdade se não fossem os poetas?

Tempo Perdido

Bruce Dickinson

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

IEPG: Pastor Arnaldo cita Cazuza, Renato Russo e Freddie Mercury em testemunho


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Matheus B. Vieira

Matheus B. Vieira é professor de inglês e toca contrabaixo ocasionalmente.
Mais matérias de Matheus B. Vieira.