Epica: Simone Simons fala sobre sua gravidez, Tarja e Floor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ferrr Barone, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


A rádio finlandesa RadioCity entrevistou a bela vocalista Simone Simons, da banda holandesa Epica, antes de a banda se apresentar na casa de shows Nosturi, em Helsinki, dia 30 de maio. Leia a tradução da conversa a seguir.
5000 acessosBlack Sabbath: O acidente que tirou as pontas dos dedos de Iommi5000 acessosAngra: A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída

Sobre os cuidados que deve ter em palco por causa de sua gravidez (o pai é o tecladista Oliver Palotai, das bandas Kamelot e Sons of Seasons, e os dois namoram há muitos anos):

Simone: "Bem, quando a barriga fica maior, o seu centro de gravidade muda, então não estou mais usando salto alto no dia-a-dia, somente durante os shows. Mas é estranho, porque o headbang não funciona muito bem e, é claro, eu tento não tensionar muito a minha barriga pra ainda ter muito espaço para (o bebê) nadar. Ainda faço uns headbangs, mas não pego pesado mais. Não pulo ou faço coisas loucas. Mas ainda quero me divertir e não ter que ficar parada lá, como uma tábua".

Sobre se o seu bebê já reage à música enquanto ela se apresenta em palco:

Simone: "Falei com a minha amiga (e antiga vocalista do The Gathering), Anekke (Van Giersbergen) sobre isso, porque ela também esteve em palco durante a gravidez. E ela me disse que o filho dela ficava bem quieto durante as músicas mais pesadas, e quando ela cantava as baladas ele começava a chutar e ficava todo ativo. Mas até agora não senti movimentos durante os shows. Talvez hoje à noite (no show de Helsinki) eu sentirei algo...

Sobre como sua amiga, a cantora holandesa Floor Jansen (ReVamp, ex-After Forever) se sente em substituir Tarja Turunen e Anette Olzon no Nightwish:

Simone: "Não sou eu quem deve dizer ao mundo como Floor se sente; Ela própria deveria fazer isso. Mas acho que ela é muito corajosa em substituir essas cantoras, porque já foi muito difícil para a Anette substituir a Tarja. Se uma grande banda já tem uma vocalista tão icônica, de certa forma não é fácil substitui-la. Mas ela faz isso bem. Ela é uma cantora maravilhosa, uma anfitriã maravilhosa, e me disse que está se divertindo com os meninos, e eu acredito nela".

Sobre se o Nightwish foi uma grande influência para o Epica musicalmente:

Simone: "Não musicalmente. Eu sempre fui uma grande fã do Nightwish, tipo os dois primeiros álbuns, quando comecei a ouvir metal com vocalistas femininas, e realmente amei a combinação dos vocais clássicos femininos com muito metal melódico. O canto clássico e trilhas de filmes são elementos que as duas bandas carregam em sua música".

Se ela acompanha a carreira de Tarja Turunen desde que ela foi demitida da banda:

Simone: "Sim, mantenho contato com ela também. Na verdade, eu estava com ela no Skype dois dias atrás. E ela está indo muito bem. Ela também tem um bebê agora, então... Ela também é uma mamãe, e eu também falei com ela sobre minha gravidez e ela disse que estava muito feliz por mim. E disse que é possível - fazer turnês e ter um bebê - então também vou tentar".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

NightwishNightwish
Anette Olzon diz que foi demitida por e-mail

IdiomaIdioma
Bandas que já cantaram em sua língua natal

Floor JansenFloor Jansen
Cantora diz que "crítica" ao Slayer foi retirada do contexto

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Epica"0 acessosTodas as matérias sobre "Tarja Turunen"0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

Black SabbathBlack Sabbath
O acidente que tirou as pontas dos dedos de Iommi

AngraAngra
A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída da banda

Batom, laquê...Batom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições

5000 acessosEllen Jabour: Slayer, Metallica, Guns e Judas no seu Top105000 acessosMötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda5000 acessosAC/DC: os últimos dias do vocalista Bon Scott4516 acessosTop 5 de Filmes: O Estranho Mundo de Rob Zombie3030 acessosLed Zeppelin: Pole Dance ao som de "I Can't Quit You Baby"5000 acessosAxl: chatice e as estranhas festas para impressionar o Metallica

Sobre Ferrr Barone

Fernanda é jornalista, professora de inglês e amante de música. Começou a ouvir metal desde pequena, mas aos 11 anos se dirigiu mais ao estilo ouvindo Avantasia, Angra e Nightwish. Decidiu cantar sob a influência de Tarja Turunen. Estudou canto lírico e agora estuda belting. Já teve uma banda (que não deu certo). Ama escrever, ir a shows e ver filmes. É atualmente uma das mantenedoras do site FlooRocks, o fã-clube da Floor Jansen no Brasil.

Mais matérias de Ferrr Barone no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online