Jorn Lande: ele não descarta retornar com Ark e Masterplan

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Robson B. Leite, Fonte: Radio Metal France, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista norueguês JORN LANDE deu uma entrevista ao site francês Radio Metal onde fala sobre a possibilidade de trabalhar novamente com os integrantes das bandas MASTERPLAN e ARK, duas das quais ficou conhecido.

Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesOzzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre ele

Confira trechos da conversa abaixo:

Radio Metal: Você retornou ao MASTERPLAN com o álbum Time To Be King em 2010, mas agora eles estão lançando um novo álbum sem você. O que houve? Por que deixou a banda pela segunda vez?


Jorn: Não achei necessário fazer outro álbum. Eu já estava ocupado com o novo álbum da minha banda solo e eles queriam fazer um novo álbum na mesma época. Eu não tinha tempo, basicamente. E também, acho que às vezes você só tem que continuar e focar no que você gosta de fazer. Time To Be King foi um bom álbum, mas acho que merecia mais. De certa forma, a promoção não foi muito legal. A gravadora queria fazer um videoclipe dois ou três meses depois que o álbum foi lançado. É o oposto do que deveria ser. Não foi a melhor situação para um lançamento de um álbum. Você se esforça muito em algo, está orgulhoso do que fez, quer promover isso da melhor forma possível. Quando um álbum não é promovido da forma certa e, como mencionei, o vídeo vem três meses depois do álbum e coisas do tipo, não é algo que você quer repetir.

Então são essas as razões: uma combinação de eu estar ocupado com o novo álbum da banda JORN, já tendo planos para o ano de 2013 e esse gosto amargo pelo que aconteceu com o álbum Time To Be King, as circunstâncias em torno disso. Ainda sou amigo deles. Roland [Grapow] é um cara legal. Eu tenho tido contato com Uli [Kusch] recentemente, mesmo ele não estando mais no MASTERPLAN. Ele mora na Noruega agora, tem uma família aqui. Só estamos evoluindo e indo em direções diferentes na vida nesse momento, mas talvez possamos nos encontrar novamente e fazer algo no futuro. Mas por agora, temos nossos próprios universos pra nos focar.

Radio Metal: Muitas pessoas pensam que o ARK tinha um grande potencial que desapareceu quando você deixou a banda e algumas vezes o condenam por isso. Qual seria sua resposta para elas?

Jorn: Eu costumo dizer isso, se a banda tivesse lançado os álbuns em 1985, teria vendido milhões no primeiro dia. Mesmo se não fosse lançado por uma grande gravadora, ainda assim teria vendido muito bem. Provavelmente teria feito uma diferença para a banda, em relação à carreira. Ou você vive de música ou não. Naquele tempo com o ARK, não era possível viver de música sem trabalhar em outras 5 bandas ou ter um trabalho cotidiano normal. Todos na banda estavam frustrados com o negócio da música. Ninguém pagava uma boa grana pela banda; não poderíamos ter grandes avanços para ter liberdade de criar algo por seis meses ou um ano. As turnês eram bem difíceis de conseguir, muitos locais estavam fechando. (...) Quando você é realista sobre isso, a verdade é, não era possível naquele tempo viver de música com uma banda como o ARK. (...)

Pessoalmente, eu tinha que fazer algo, tinha que continuar. Eu tive ofertas de gravadoras e de pessoas que queriam que eu trabalhasse com elas. Era uma chance de fazer algo que eu queria. Acho que foi coisa natural que o ARK não teve o sucesso merecido. Eu já tinha dado o próximo passo e já era tarde pra voltar atrás quando já tinha o MASTERPLAN e a minha banda solo. Já era mais do que suficiente. (...) Quando houve uma abertura para considerar fazer algo novamente, todos estavam em lugares diferentes, Tore Ostby estava fazendo algo com uma banda norueguesa e John Macaluso estava trabalhando com o STARBREAKER. Quando foi possível pra mim, não era possível pros outros caras. Eu decidi deixar isso de lado.

Mas você nunca sabe, talvez, quando ficarmos um pouco mais velhos, faremos algo. Acontece quando você tem assuntos mal resolvidos. É como um relacionamento antigo com uma garota que você amou muito e terminou com ela quando era jovem e aí dez anos depois você percebe: "eu era tão estúpido, queria poder falar com ela de novo, será que ela ia me conhecer agora?" (risos) Sempre tem algo mal resolvido nesse mundo, então você nunca sabe. Seria interessante ver o que poderíamos ter se fizéssemos algo juntos 15 ou 20 anos depois.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Jorn Lande"Todas as matérias sobre "Masterplan"Todas as matérias sobre "Ark"


Power Metal: As bandas mais populares segundo o FacebookPower Metal
As bandas mais populares segundo o Facebook

Masterplan: segundo Grapow, Jorn Lande nunca fez nada pela bandaMasterplan
Segundo Grapow, Jorn Lande nunca fez nada pela banda

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2003Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2003


Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães

Ozzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre eleOzzy Osbourne
25 coisas que você não sabe sobre ele

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Phil Anselmo: mandou um White Power mas nega ser racistaPhil Anselmo
Mandou um "White Power" mas nega ser racista

Fotos de Infância: Kurt Cobain, do NirvanaFotos de Infância
Kurt Cobain, do Nirvana

EIP Laser Turntable: o toca-discos que não arranha seus vinisEIP Laser Turntable
O toca-discos que não arranha seus vinis

Testament: Bostaph comenta momento embaraçoso no palcoTestament
Bostaph comenta momento embaraçoso no palco


Sobre Robson B. Leite

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Robson B. Leite no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336