Mauricio Cailet: o desenvolvimento da Music Maker M2C (signature)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Batalha, Fonte: ASE Press Music, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/04/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Muitos guitarristas se adaptam facilmente a instrumentos padrão, que saem das linhas de montagem de grandes fabricantes, enquanto outros preferem um instrumento personalizado dentro das suas expectativas de timbre e tocabilidade. É o caso do guitarrista Mauricio Cailet, que atualmente promove o álbum instrumental "Time's Up" (2013) e vem paralelamente realizando a turnê com a banda Rock and Road, projeto solo de Ivan Busic (Dr. Sin). "Após ter uma grande variedade de guitarras de diversas marcas e sempre fazer algumas alterações para adequar os modelos já conhecidos para as particularidades da minha forma de tocar, recebi um convite do luthier Ivan Freitas (master builder da Music Maker Custom Guitars) para desenvolvermos um modelo de guitarra sob minhas especificações. Assim começava a nascer o modelo 'M2C' dentro da linha LTD Special da Music Maker", conta Cailet.

5000 acessosLuan Santana: cantor aparece ao lado de Edu Ardanuy em vídeo5000 acessosMetallica: Casal toca "Master" no casamento e ganha encontro com a banda

Curiosamente, a guitarra com a qual Cailet mais se identificou por suas referências musicais, admiração pelo artista, medidas de corpo e braço, sonoridade e qualidade de construção, foi outro modelo signature: Ernie Ball Music Man Steve Morse. "Era justamente o que eu sempre procurei numa guitarra! Porém, algumas coisas do design original, desenvolvido sob a batuta do mestre Steve Morse, ainda me incomodavam", explica.

Partindo deste instrumento, ele e Ivan Freitas desenvolveram o que o Cailet considera sua guitarra definitiva. "As maiores alterações foram feitas no comprimento da escala e na madeira utilizada. No corpo do instrumento, utilizamos basswood com topo em quilted maple que, em conjunto com a escala em maple, garantiu um timbre equilibrado, com frequências bem definidas, ótimo sustain e baixo peso físico. A combinação dos captadores e sua refinada ligação elétrica tornaram a guitarra muito versátil, já que toco variados estilos musicais e prefiro levar apenas um instrumento aos shows e gravações", explica.

O modelo foi lançado oficialmente na Expomusic 2013 e, em seguida, o segundo modelo da linha, a M2C Classic Tone, começou a ser desenvolvido. "Este segundo modelo tem uma sonoridade mais vintage, lembrado a Les Paul Deluxe mas com o conforto e desenho básico de uma Strat", observa Cailet.

Os modelos estão disponíveis para encomendas no site do fabricante e se equiparam em qualidade e timbre aos grandes nomes internacionais de guitarras Custom Shop. "Em 'Only This', quarta faixa do meu CD instrumental, 'Time's Up', a única guitarra utilizada foi a Music Maker M2C Bengal Burst, além de ter sido o instrumento utilizado em diversos solos e overdubs nas outras faixas", conta. "Um músico satisfeito com seu instrumento rende muito mais", conclui Cailet.

Abaixo dois vídeos exemplificando a gama de timbres dos dois modelos:

M2C Bengal Burst:

M2C Classic Tone Ruby Red:

Sites relacionados:
http://musicmaker.com.br
http://www.youtube.com/TheMCailet
https://www.facebook.com/mauricio.cailet
https://soundcloud.com/mcailet
http://www.rhadarcultural.com.br/
http://www.guitarrasdobrasil.com.br/2012/

Contato: cailet@rhadarcultural.com.br

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Luan SantanaLuan Santana
Cantor aparece ao lado de Edu Ardanuy em vídeo

1043 acessosRock Nacional: Como anda o cenário no nosso país314 acessosExcellence: confira vídeo de apresentação com Edu Ardanuy0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dr Sin"

Dr. SinDr. Sin
Felipe Andreoli, do Angra, lamenta o fim da banda

Fafá de BelémFafá de Belém
"Meu espírito é heavy metal", diz a cantora

RockRock
Seis bandas que se inspiraram na cultura Pop

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Mauricio Cailet"0 acessosTodas as matérias sobre "Dr Sin"


MetallicaMetallica
Casal toca "Master" no casamento e ganha encontro com a banda

Guns N RosesGuns N' Roses
Os 10 melhores não-clássicos da banda

Frances BeanFrances Bean
Filha de Kurt Cobain assustada com tatuagem de fã

5000 acessosAngra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó5000 acessosAs regras da NWOBHM5000 acessosKiss x Secos & Molhados: o fim da polêmica5000 acessosSasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil5000 acessosMegadeth: preocupado com a morte depois de Jeff Hanneman5000 acessosToma Essa: Gene Simmons rebate Ice Cube pelo Twitter

Sobre Ricardo Batalha

Ricardo Batalha, formado em Direito pela FMU, é um dos diretores da empresa ASE Press, integra o conselho editorial do Jornal Momento Notícias e vem trabalhando de forma fixa na Revista Roadie Crew desde 1996. Começou editando os fanzines Deathcore e Silent Rage e se tornou uma biblioteca do Metal brasileiro, colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao Heavy/Rock desde os anos 1980. Suas bandas preferidas são Black Sabbath, Judas Priest e Accept, mas nunca escondeu a predileção pelo Hard Rock dos anos 80, especialmente o Ratt.

Mais matérias de Ricardo Batalha no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online