RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Vinil: comprar toca-discos com USB para converter LP é estupidez

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Postado em 12 de maio de 2014

Vocês todos conhecem o tipo: aquele tiozão, quase 50 anos, inconformado com a própria alopecia e que por isso raspa a cabeça com gilete, ele se formou em letras, não tem um emprego lá muito dos másculos, a família desconfia que ele seja homossexual [ele não tem filhos e vive pelos sobrinhos] mas ele até gosta de mulher, e as procura na internet – e por vezes as acha, apesar de nenhuma ter menos que 55 anos de idade e já praticamente ostentar um crachá onde se lê ‘desesperada’. Ele não quer perder sua aura de ‘troo’, e fica andando com camisas de banda, pretas e fubentas pelos boliches de Campinas, afinal, isso pode quebrar o gelo com os jovens que também são ‘roquistas’ como ele. E claro, como ele não é um desses subservientes a modismos e tendências culturais de gente de baixo nível cultural, ele coleciona discos de vinil e defende ferrenhamente a superioridade da reprodução fonográfica analógica [apesar de, há 20 anos, ele ter vendido todos seus Comandos Em Ação para comprar CDs].

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele posta selfies no Facebook com os discos que chegaram no correio. Ele posta fotos de sua coleção de vinis coloridos, e com muito orgulho, ele exibe sua vanguardista vitrola com saída USB, o que o caracteriza como o tio da Sukita que tem gosto apurado e [finge que] sabe apreciar uma fina e clara execução discográfica, mas ao mesmo tempo, é adepto da conveniência dos arquivos digitais.

Quem compra um toca-discos com USB de modo a transferir sulcos para arquivos pode achar que teve uma ideia racional, mas na verdade comete uma estupidez.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em primeiro lugar, a maioria desses modelos com USB soa como vitrolas vagabundas de plástico. Os graves são fracos e sem profundidade, o som do cartucho fono não tem clareza, e portanto a qualidade das transferências é bastante pobre. Então por que é que alguém se propõe a isso? Se a música é tão importante assim para você, faz muito mais sentido comprar arquivos masterizados profissionalmente por um engenheiro especializado de sites como Amazon, iTunes, ou ainda melhor, um Compact Disc.

Se você tem algo entre 30 a 50 álbuns para transferir/converter, isso pode custar muito mais dinheiro do que você está disposto a pagar por tais arquivos, então faz mais sentido assinar um serviço de streaming que permita você fazer o download de arquivos [coisa bastante difícil no Brasil do PT].

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda não está convencido? Pense nisso: você vai gastar muito tempo executando as transferências, que são lineares, em tempo real. Um álbum de 50 minutos leva 50 minutos, e você tem que sentar-se ao lado do equipamento para inserir as marcações de início e fim de cada faixa. Depois você vai precisar investir em um software decente de edição para consertar os ruídos do LP, e isso consome mais – no mínimo – uma hora do seu tempo, a cada disco. Você está disposto a investir tanto tempo da sua vida assim?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assim sendo, a despeito das questões que abrangem a transferência do analógico para o digital, você ainda vai usar o toca-discos para TOCAR seus discos? Se você tiver algum conhecido audiófilo e realmente conhecedor do tema,ele vai lhe aconselhar a não desperdiçar seu dinheiro com tal aparelho.

Claro, reproduzir um bom vinil de 200g em um toca-discos bem celebrado de um fabricante tradicional tem seu valor, mas é igualmente evidente que é preciso muito mais ‘trabalho’ para tocar um LP do que um arquivo no seu telefone. Se você não liga muito para a experiência lúdica do vinil, não compre um toca-discos com USB, é jogar dinheiro na latrina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Por outro lado,você pode apreciar o processo de tocar seus bolachões, ter centenas de discos que você amaria ouvir, e eles estão em um estado razoavelmente bom, então aí é recomendável que você adquira um toca-discos ‘de verdade’, sem USB. Há diversos modelos no mercado, de preços acessíveis até sob o valor de 2 Ferraris. Se aí então você quiser se empenhar em conversões digitais de alta qualidade, compre um conversor fono com um pré-amplificador e porta USB separado, como o Parasound Zphono e um software de edição. E certifique-se de ter tempo suficiente para colher os frutos desse investimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sendo pragmático, você não carrega toca-discos embaixo do braço o dia todo, e não os leva ao trabalho. Os arquivos digitais vieram para ficar, e já que sua adesão a eles é inevitável, faça com que os do seu acervo sejam tão bons quanto possível, complementando a experiência com bons fones de ouvido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)
Mais matérias de Nacho Belgrande.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS