Detonator: Bruno Sutter revela os detalhes de "Boto - o golfinho transudo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Richard Navarro, Fonte: BMU / ASE Press Music
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em conversa com a ASE, Bruno Sutter fez um verdadeiro Raio X de "Metal Folclore: The Zueira Never Ends...", o primeiro álbum da carreira solo de seu personagem Detonator, após o Massacration. O álbum foi lançado de forma independente pelo próprio artista e já está em sua terceira prensagem. O show de lançamento oficial se dará no próximo dia 31/10 (Dia do Saci), às 19h na FNAC da Avenida Paulista em São Paulo, com entrada franca.

Massacration: A sua oportunidade de entrar para a história do Heavy Metal chegouAxl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente união

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após revelar todos os detalhes e curiosidades sobre as três primeiras faixas, "Metaleiro", "Metal Zumbi" e "Curupira" (vide links abaixo), o "faz do Detonator" agora desvenda as particularidades de "Boto", a quarta faixa de "Metal Folclore", inspirada no simpático e sensual "golfinho transudo".

Detonator: Bruno Sutter conta tudo sobre a faixa MetaleiroDetonator
Bruno Sutter conta tudo sobre a faixa "Metaleiro"

Detonator: Bruno Sutter revela todos detalhes de Metal ZumbiDetonator
Bruno Sutter revela todos detalhes de "Metal Zumbi"

Detonator: Bruno Sutter revela todos os detalhes da poderosa CurupiraDetonator
Bruno Sutter revela todos os detalhes da poderosa "Curupira"

Confira "Boto", por Bruno Sutter:

"E aí vem o 'Boto'... Ele é o personagem do folclore brasileiro mais sapeca e cara-de-pau, mas não por culpa dele.

Nas regiões mais carentes, as famílias tinham por hábito culpar o boto de engravidar as meninas que não tinham um namorado fixo. Os familiares faziam isso para 'passar um pano' na reputação das meninas.

O 'Boto' é uma música mais estilo Scorpions no início da carreira, meio Uli Jon Roth, algo assim. Numa pegada "menor", numa harmonia "menor", porque a tonalidade "menor" cria essa sensação de sedução, de sensualidade.

E o 'Boto' é um personagem assim, que seduz as mulheres. Então a primeira coisa que eu fiz na música do 'Boto' foi o riff. Eu pensei: 'Eu vou fazer a música do Boto, então tem que ser uma música envolvente'. Então já fiz o riff de cara, que permeia a música inteira.

E a letra é muito legal, porque conta a história do 'Boto', tem aquela brincadeira com o Roberto Carlos, com o Latino, 'Esse cara sou eu', etc. É uma música muito bacana também.

Ah, uma coisa a destacar: os solos inspirados de Isa Nielsen e Paulitchas Carregosa!

Pra mim é a música que tem os solos mais legais da Isa Nielsen. O solo da Isa é muito bonito. O solo da Paulitchas também é muito bem esquematizado em cima de arpejos. Está bem servido de solos essa música."

E assim o artista conclui a quarta parte de suas considerações pessoais sobre o álbum "Metal Folclore: The Zueira Never Ends...", que na próxima semana terão sequência com a análise minuciosa da faixa "Boitatá", uma das mais pesadas da obra.

Ciente de que o álbum seria pirateado a qualquer momento, Bruno Sutter se antecipou e o disponibilizou por inteiro em seu canal no youtube. "Já que vão 'upar' mesmo, que vocês ouçam no canal do dono do disco!!! Caso vocês gostem, deem uma força porque eu banquei o disco sozinho e sem gravadora. Quem gostar, compre em http://www.Detonator.com.br", brinca o intérprete de Detonator.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Detonator"Todas as matérias sobre "Bruno Sutter"Todas as matérias sobre "Massacration"


Massacration: A sua oportunidade de entrar para a história do Heavy Metal chegouMassacration
A sua oportunidade de entrar para a história do Heavy Metal chegou

Bruno Sutter: resumo da carreira em fotos e vídeoBruno Sutter
Resumo da carreira em fotos e vídeo

Bruno Sutter: Este single retrata minha virada após o fim da MTV!Bruno Sutter
"Este single retrata minha virada após o fim da MTV!"


Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente uniãoAxl no AC/DC
O fiasco que se transformou numa surpreendente união

Capas de álbuns: algumas curiosidades e históriasCapas de álbuns
Algumas curiosidades e histórias


Sobre Richard Navarro

Jornalista e Produtor de Eventos, responsável pelo festival ¨BMU¨ (Brasil Metal Union) e o antigo fanzine Heavy Melody. Foi co-fundador da Brasil Music Press, e por muitos anos colaborador oficial da revista Roadie Crew, onde se especializou em matérias com bandas nacionais.

Mais matérias de Richard Navarro no Whiplash.Net.

adGoo336