Sweden Rock Festival: bandas brasileiras competindo para tocar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Sweden Rock Festival
Enviar Correções  

O Sweden Rock Festival é um dos mais conceituados festivais de rock e heavy metal europeus, chegando a rivalizar com o consagrado Wacken Open Air. O festival acontece na Suécia desde 92, normalmente em junho, quando é verão na Europa e por lá já passaram nomes como OZZY OSBOURNE, KISS, MOTORHEAD, JUDAS PRIEST (todos confirmados na edição 2015 do brasileiro Monsters of Rock), além de BLACK SABBATH, AEROSMITH, GUNS N' ROSES e SEPULTURA. Na edição de 2015, três bandas brasileiras podem fazer como o SEPULTURA em 2012 e confirmar a presença nos palcos suecos: HOSTILE INC, MARENNA e STILL ALIVE.

Marenna: nova versão de "Fall In Love Again" produzida na quarentenaOito razões pra dormir com um baterista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As três bandas fazem parte de um grupo de 150 bandas pré-selecionadas para competir por quatro vagas no cast do festival, que acontece de 3 a 6 de junho de 2015. Em uma primeira fase, que vai até 11 de janeiro, as 25 bandas mais votadas são escolhidas para continuar da disputa. Na próxima etapa, as três mais votadas entre estas 25 bandas garantem o espaço na programação. Uma quarta banda será escolhida pela própria produção do evento. Além de garantir a presença no festival, as bandas selecionadas devem receber hospedagem, alimentação e pulseiras para todo o festival, além de uma quantia como ajuda de custo para a viagem até a Suécia.

A HOSTILE INC, banda de Death-Metal Melódico de Fortaleza, Ceará, existe desde 1996 e já recebeu muitos elogios ao seu álbum de estreia, "Qiyamat" (nome de um dos livros do Alcoorão). Formada por Mac Hostile (voz), Yuri Leite e Júnior Maia (guitarras), Adriano Abreu (baixo) e Rodrigo End (bateria), a banda tem um som bastante peculiar, chegando a incluir o triângulo, instrumento tipicamente nordestino, em algumas faixas de seu álbum. Tudo isso sem deixar de lado o peso e a agressividade.

A MARENNA nasceu como um projeto solo no Rio Grande do Sul e já se prepara para ganhar o mundo. Rodrigo Marenna, vocalista da banda Lacross Rock, é o nome por trás da banda de AOR gaúcha.

Com produção de Edu Falaschi (ALMAH, ex-ANGRA) os cariocas da STILL ALIVE também pretendem representar o Brasil nos palcos escandinavos. Walter Campos (voz), Gil Vasconcelos (guitarra), Felipe Fantuzzi (baixo), Adolfo Suzzano (teclado) e André Freitas (bateria) formam a banda que lançou em 2012 o seu primeiro full-length, "Kyo".

Para votar em uma das três bandas brasileiras (ou nas três), basta acessar o site abaixo e registrar seu voto:

http://www.swedenrock.com/en/festival/other/band-comeptition...

O site está disponível em sueco e inglês (o idioma pode ser alterado clicando nas bandeiras no topo do site, à direita). É possível votar uma vez por dia, escolhendo até cinco bandas. O Brasil é o único país sul-americano a ter concorrentes nesta votação. Veja os clipes das nossas bandas ao longo desta matéria, acesse o site e vote, demonstrando seu apoio ao heavy metal e ao rock produzido em nosso país. Quem sabe uma delas, ou até mesmo as três, consigam mostrar para os suecos que no Brasil há mais que carnaval.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Marenna: nova versão de "Fall In Love Again" produzida na quarentena

Hard Rock: 10 Bandas nacionais ativas que todo fã deveria conhecerHard Rock
10 Bandas nacionais ativas que todo fã deveria conhecer


Oito razões pra dormir com um bateristaOito razões pra dormir com um baterista

Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor