Matérias Mais Lidas

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemCadáveres, sangue e girombas: a história da capa de "Reign In Blood", do Slayer

imagemQueen e a artimanha infantil de Roger Taylor pra ganhar mais dinheiro que os outros

imagemKiss: Tommy Thayer responde se Gene Simmons e Paul Stanley se dão bem

imagemCinco curiosidades sobre "The Sick, The Dying... And The Dead!", do Megadeth

imagemNey Matogrosso relembra como foi abrir o Rock in Rio de 1985


Van Halen: A metralhadora giratória de Eddie contra os ex-membros

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 19/06/15

Em uma entrevista para a edição estadunidense da revista BILLBOARD, em 2015, o guitarrista holandês EDDIE VAN HALEN revelou que adoraria gravar um sucessor ao disco ‘A Different Kind of Truth’, de 2012, mas que nem todos na banda estão alinhados musicalmente para tanto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"É difícil, porque há quatro pessoas nessa banda e três de nós gostam de rock, e um de nós gosta de dance music. E isso meio que dava certo, mas agora Dave não quer colaborar. "

Falando sobre o período de três anos com o então ex e atual frontman do EXTREME, GARY CHERONE, com quem o grupo gravou ‘Van Halen III’ em 1998, ele declarou: "Foi uma coisa estranha com Cherone. Estávamos prontos para sair em turnê, e de repente eu vejo ele com um traje de John Travolta – aquelas lapelas enormes e um paletó esquisito. E ele mandava ‘Essa é minha roupa de palco’. Foi ali que percebi que não daria certo. Mas eu não tenho absolutamente nada contra ele. "

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele também abordou uma passagem do livro escrito [?] pelo também ex-vocalista da banda SAMMY HAGAR, "Red: My Uncensored Life In Rock", que retratava o guitarrista como alguém que tinha rompantes de brilhantismo e momentos de virtuosismo inquestionável, mas cujo talento foi para o lixo em meio ao álcool, drogas, falta de inspiração e preguiça.

"Eu era um alcóolatra, e eu precisava de álcool pra funcionar. Eu comecei a beber e fumar quando tinha 12 anos. Eu me embebedava antes de ir para a escola no ensino médio. Meu professor sentia o cheiro, e ele disse, ‘Não beba nada que não seja translúcido’. E eu pensei, ‘Então é vodka?’ e ele respondeu que sim. O que foi ótimo, porque era o que eu gostava… eu não culpo meu pai de modo algum, mas ele também era alcóolatra. Então, em nossa casa, era normal. Mas isso nunca afetou seu trabalho, e acho que tampouco ao meu. Por volta de 2004, eu acho que fiquei um bêbado muito bravo. Mas o lance no livro de Hagar foi aumentado com certeza. Aquilo é ele descrevendo algo que nunca aconteceu."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O guitarrista ainda defendeu sua decisão de colocar seu filho, WOLFGANG para tocar baixo na banda após a demissão de MICHAEL ANTHONY.

"Cada nota que Mike tocava, era eu quem tinha que ensiná-lo a tocá-la. Antes de sairmos em turnê, ele vinha com uma câmera de vídeo e eu tinha que mostrar a ele como tocar todas as frases."

Ele ainda desdenhou do papel das harmonias vocais de fundo que Michael desempenhava e que muitos identificam como essenciais ao som do grupo:

"A voz de Mike é igual a de um trompete picollo. Mas ele não é um cantor. Ele apenas tem um alcance dos diabos. Mike nasceu com uma voz muito alta, eu tenho mais alma como vocalista do que ele. E sabe, as pessoas sempre falam da voz de Mike nas músicas do Van Halen, mas aquilo é uma mistura da voz dele e da minha. Não é só ele."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baixista, por sua vez, refutou à mesma publicação, no mesmo artigo:

"Eu tenho orgulho em dizer que meu baixo e meus vocais ajudaram a criar o nosso som. Eu sempre escolhi manter uma certa postura e ficar fora dessa baixaria, porque eu acredito que no fim das contas, isso acaba atingindo aos fãs do Van Halen."

Em uma entrevista de fevereiro de 2013 com a revista estadunidense Rolling Stone, Roth falou sobre o delicado assunto de Anthony poder substituir a Wolfgang no VH: "Ed tem sua própria visão, suponho. Não falamos de fato sobre isso e é uma decepção, não ter uma chance de reunir a antiga banda. Claramente, os vocais são uma parte tão vital do sucesso como a seção rítmica ou um solo de guitarra. O que temos a nosso alcance é uma das maiores vozes altas de contratenor de todos os tempos – isso era Michael Antony. Em nosso pequeno cantinho do universo, aquela voz é tão identificável quanto os vocais do EARTH, WIND & FIRE, tão identificável quanto as dos BEACH BOYS. O Van Halen é uma combinação bruta das duas – não-intencionalmente."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outubro de 2011, Hagar acusou a banda de usar fitas com a voz de Anthony durante a turnê de 2007/2008, quando Mike fora trocado por Wolfgang. Ele disse ao site Attention Deficit Delirium, "Aquelas harmonias vocais na última turnê eram de Mike, gravadas em fita. Mike deveria ter processado eles por aquilo. Wolfie não canta daquele jeito, e Ed com certeza muito menos. Entre na internet e ouça a voz de Eddie ao vivo na reunião comigo. Ouça ele cantando ‘When It’s Love’ e algumas daquelas músicas. Ed não consegue cantar, e mesmo que soubesse, a voz dele está ferrada de tanta cachaça e cigarro."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sammy Hagar não segurou calado. Leia abaixo a resposta a Eddie...

Sammy Hagar: "Vai tomar no seu cu, Eddie! Seu mentiroso!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.