Slayer: Marcelo Vasco fala da emoção de assinar capa do disco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Facebook
Enviar correções  |  Ver Acessos

Marcelo Vasco, o brasileiro autor da arte gráfica do "Repentless", novo álbum do Slayer, publicou em seu perfil no facebook.

Rock Brasileiro da Década de 70Duff McKagan: Anestesias não funcionam mais no baixista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Deixo aqui um "desabafo", no melhor dos sentidos e com a melhor das intenções. Tenho o privilégio de trabalhar com aquilo que eu amo e faço isso já há muitos anos. Sou um workaholic assumido e extremamente apaixonado pelo meu trabalho. Esse mesmo trabalho, no decorrer dos anos, me proporcionou muitas alegrias, um pouco de stress (não dá pra fugir disso hehe) e experiências inesquecíveis que guardo com muito carinho. Conquistei diversos clientes pelo mundo todo, conheci muitos dos meus ídolos e pude fazer muitas amizades. Sou uma pessoa inteiramente dedicada à aquilo que eu acredito, estou constantemente na batalha, aprendendo e tentando me reinventar, aprimorando meu estilo e alcançando o melhor resultado que posso dia a dia. E hoje posso dizer com todas as letras e com todo orgulho do mundo, sem nenhuma demagogia, que alcancei algo que eu nunca imaginei que alcançaria um dia... que é trabalhar para o SLAYER, a minha banda favorita de todos os tempos, desde que eu era um moleque sonhador. Nessas últimas semanas tenho trabalhado igual um desgraçado, dormido horrivelmente pouco e mal, sempre numa correria incessante. Mas tudo por um ótimo motivo, claro. Esse foi o trabalho da minha vida e eu obviamente quiz dar o meu máximo pra fazer tudo funcionar como deveria... E assim se sucedeu :) Quem me conhece de verdade sabe o quanto isso é importante pra mim. O SLAYER é uma entidade, acima do bem e do mal, e parte importante da minha formação como músico, fã de Heavy Metal em geral e também artista gráfico, porque não?! Ainda me lembro de quando praticamente "fugi" de casa em 1994 pra assistí-los ao vivo na primeira vez que eles vieram ao Brasil. Aquele foi o show da minha vida! Hoje, 21 anos depois, eu consegui assinar a capa de um disco deles. E pra mim nada está além disso, é o auge da minha realização pessoal e profissional. Algo impagável! Sem o SLAYER eu não seria EU, simples assim. Trabalhar pra eles foi uma das coisas mais inacreditáveis da minha história e um presente de aniversário que não poderia ter sido melhor :) Ainda não to acreditando pra ser sincero, e acho que vai demorar pra cair essa ficha e eu conseguir medir o tamanho disso pra mim \m/

"We had a number of submitted ideas for the cover artwork," said Araya, "and we felt Marcelo's was the best. We made some suggestions and the result is an awesome album cover."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Slayer"


Slayer: ouça Seasons In The Abyss com Corey Taylor no vocalSlayer
Ouça "Seasons In The Abyss" com Corey Taylor no vocal

Kerry King: o mal dos modinhas, músicos hoje parecem ser roadiesKerry King
O mal dos modinhas, músicos hoje parecem ser roadies


Rock Brasileiro da Década de 70Rock Brasileiro da Década de 70

Duff McKagan: Anestesias não funcionam mais no baixistaDuff McKagan
Anestesias não funcionam mais no baixista


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

adGoo336