Matérias Mais Lidas

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemRafael Bittencourt, do Angra, explica por quê está usando unhas postiças

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemParte das cinzas de Lemmy estão na estátua inaugurada no Hellfest

imagemOzzy Osbourne libera clipe da nova música "Patient Number 9", faixa do novo álbum


In-Edit

Bill Ward: "'13' é um monte de estrume", diz ex-batera do Sabbath

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 23/08/15

O álbum de reunião de ¾ do BLACK SABBATH, ‘13’, lançado há dois anos, pode ter tido enorme repercussão mundial, mas o baterista emérito do grupo, BIL WARD, disse ao jornalista estadunidense EDDIE TRUNK que nem consegue escutar ao CD completo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Falando ao Eddie Trunk Podcast, ele discorreu sobre os temos usuais que lhe são questionados nos últimos anos: a banda seguir sem ele mesmo depois de terem anunciado que a reunião seria integral. Claro, do ponto de vista de Ward, a empreitada ‘não foi sucesso algum. ’

Bill não refuta que sob o ponto de vista da turnê [que estava mais celebrando os maiores sucessos da era Ozzy do que promovendo a 13, tal como apontou recentemente o gabaritado jornalista bretão MICK WALL], a coisa foi bem-sucedida. Quando ao álbum em si, a opinião dele é bem menos generosa:

"Eu não estava interessado na porra do álbum ‘13’. Eu ouvi uns 20 compassos daquilo e daí desliguei e disse, ‘Isso é um monte de estrume’, a verdade é essa. E eu não tinha o menor interesse no que eles estavam fazendo na estrada. "

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.