Lemmy Kilmister: Homônimo faz sucesso tocando em festivais sertanejos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mário Pescada, Fonte: Gazeta do Povo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/04/16. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Há no Paraná um brasileiro homônimo da lenda do rock Lemmy Kilmister e que também escolheu a música como forma de vida. Porém, as coincidências terminam aqui.

638 acessosMotorhead: Roger de Souza bate papo com Gastão Moreira, do KZG5000 acessosMetallica: o video game da banda que nunca foi lançado

Trata-se de Lemmy Kilmister Camargo Costa, de 23 anos, DJ profissional que toca em festas não o rock rasgado do MOTORHEAD, banda que cravou sua marca no rock n´ roll, mas sim sertanejo, techno, hip hop, funk, pop e house music.

O Lemmy brasileiro recebeu esse nome graças a uma homenagem prestada por seus pais Valdemir e Débora ao ícone frontman do MOTORHEAD - o pai tocava baixo em uma banda de heavy metal e a mãe ouvia muito rock também. A presença do pai o ajudou a aprender a tocar bateria e contra-baixo e ele costuma fazer covers de bandas como REPLICANTES e SLAYER. Porém, durante as apresentações da banda do seu pai, o jovem Lemmy gostava mesmo era de ficar bisbilhotando a operação da mesa de som com todos aqueles botões, daí para querer aprender a comandar o som foi um pulo.

Apesar das suas pick-ups e seu estilo de vida serem bem diferentes do que mito Lemmy escolheu (e que acabou por o levar a morte no final de 2015), ele se diz honrado em carregar tal nome e que, como ouvinte também de rock, seus discos favoritos do MOTORHEAD são Ace Of Spades e Overkill (duas ótimas pedidas, diga-se).

Lemmy já chegou a se apresentar para plateias superiores a 20 mil pessoas em festivais como o Curitiba Country Festival e Villa Mix, animando um público que estava ali para se divertir ao som de hits populares e que não fazia a mínima ideia de quem foi Lemmy Kilmister.

E quanto à possibilidade de tocar MOTORHEAD em um desses eventos? “Acho que nunca vou fazer. Cada um no seu quadrado, não é mesmo? Como fã de MOTORHEAD, não gostaria de algo assim e acho que os outros milhões também não”, disse em entrevista ao site Gazeta do Povo.

Como uma pessoa que dedicou sua vida a música, acredito que Lemmy (o original) ficaria muito feliz com a homenagem dos pais do garoto, mas quanto aos estilos tocados...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de abril de 2016

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

638 acessosMotorhead: Roger de Souza bate papo com Gastão Moreira, do KZG1681 acessosMotorhead: biografia mostra o quão Lemmy era único1473 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's454 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta312 acessosMetal Maya: Homenagem a Lemmy e Burton no Dia dos Mortos no México0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

À Flor da PeleÀ Flor da Pele
Mustaine vai às lágrimas vendo foto de Lemmy

MotorheadMotorhead
Phil Campbell conta sobre sua entrada na banda

Sempre a mesma coisaSempre a mesma coisa
12 bandas que nunca mudam

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

MetallicaMetallica
O video game da banda que nunca foi lançado

Total GuitarTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

A década perdida?A década perdida?
Rock Brasileiro da Década de 70

5000 acessosTwo and a Half Men: Participações de astros do rock5000 acessosSlipknot: Veja membros atuais sem máscara5000 acessosFotos de Infância: Lemmy Kilmister, do Motorhead4240 acessosWhitesnake: Vivian Campbell conta como superou treta com David5000 acessosAnos 80: cinco nomes do metal que se entregaram ao glam metal5000 acessosTom Englund: os álbuns que marcaram o vocalista do Evergrey

Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online