King Diamond: "meu apartamento era assombrado, pergunte pros caras do Metallica"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Team Rock, Tradução
Enviar Correções  

Durante uma longa entrevista com a Team Rock, King Diamond fala sobre uma ocasião em que James Hetfield e Lars Ulrich foram visitá-lo no seu apartamento da Dinamarca, e descreve o local como "assombrado", confira abaixo a tradução do trecho.

Rock Nation: rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie Mercury

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

King: "Eu me lembro de uma noite James e Lars terem vindo ao meu apartamento e estávamos todos bebendo com Timi ("Grabber" Hansen, baixista do Mercyful Fate) e uma garota norte-americana da Califórnia que estava fazendo uma visita. Era meu apartamento assombrado".

Seu apartamento assombrado? Como assim, conta mais.

King: "Eu tinha um apartamento pequeno que ficava no último andar e era super assombrado. Vivi lá por alguns anos e muitas pessoas experimentaram coisas estranhas no apartamento. Não apenas quando estávamos bêbados, acontecia o tempo todo. Mas naquela noite específica, Timi estava com aquela garota que ele conheceu na Califórnia. Ele não tinha contado para ela que tinha uma namorada na Dinamarca, então quando ela veio ver a gente não pôde ficar com Timi, então ela ficou em meu apartamento".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu dormia no sofá da sala e ela usava minha cama. Nesta noite Timi estava com a garota no sofá e havia várias garrafas na mesa. Havia uma mesa de pebolim em meu quarto onde estávamos jogando eu, Lars e James, quando de repente ouvi aquele barulhão, como se coisas estivessem sendo jogadas, como se Timi tivesse se levantado tão embriagado e tivesse despencado sobre a mesa com as garrafas. Abri a porta e perguntei 'Que diabos está acontecendo?' e vi que ele estava imóvel no sofá com a garota, que estava mais branca que uma folha de papel. Perguntei 'o que está acontecendo cara, o que acontece?' e quando olhei pra minha esquerda, onde havia um altar com tudo quanto é tipo de coisa, vi que tudo estava jogado ao chão. Disse 'ah, ok, são eles, não se preocupem, está tudo bem, tudo sob controle. Eu cato tudo isto no chão, continuem o que estavam fazendo".

"Comecei a catar tudo e colocar de volta no lugar. Uma ou duas horas mais tarde aquela garota - seu nome era Anita - foi ao banheiro. Depois de vinte minutos fui ver o que estava acontecendo e se estava tudo ok com ela. Ouvi que ela estava chorando, e perguntei 'o que aconteceu?' 'Está tudo bem?' 'Aconteceu alguma coisa?' e ela respondeu 'Não consigo sair. Alguma coisa me atacou e não consigo sair, a porta está trancada'. Girei a maçaneta e a porta simplesmente se abriu. Fui até a garota e ela me disse novamente que havia algo atacando-a. Tivemos que tirá-la do apartamento. Creio que James e Lars nunca se esquecerão das coisas voando das estantes do nada naquela noite".

Comente: Acredita em coisas sobrenaturais?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rock Nation: rádio elege melhor do Hard Rock dos 80sRock Nation
Rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryDeath On Two Legs
A declaração de ódio de Freddie Mercury


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280