Matérias Mais Lidas

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemO dia que os membros do Black Sabbath foram amaldiçoados por uma seita satânica

imagemShavo Odadjian, baixista do System Of A Down, conta quais álbuns mudaram sua vida

imagemNick Mason relembra a época que o Pink Floyd desastrosamente tentou tocar reggae

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemIntegrantes do Rush relembram a época que abriram shows para o Kiss, em 1975

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemIron Maiden apresenta Eddie em versão samurai ao vivo; veja vídeo oficial


Stamp

Sebastian Bach: quando o pai do Bon Jovi ameaçou matá-lo

Por Bruce William
Fonte: NY Post
Em 06/12/16

Uma história envolvendo Bon Jovi contada por Sebastian Bach em sua autobiografia, "18 And Life On Skid Row"...

Durante turnê em que era banda de abertura em 1986, o Skid Row passou a vender mais camisetas que o Bon Jovi e eles passaram a notar as provocações feitas por Bach no palco. O vocalista foi "convocado" ao camarim de um Jon puto da vida para dar explicações. Embora pegadinhas entre bandas que excursionavam juntas não fossem incomuns, a equipe do Bon Jovi passou a praticar bullying sobre Bach de uma forma que a coisa estava tomando proporções sinistras, culminando em uma ocasião no Kentucky, quando o Skid Row já estava tocando a música de abertura do seu set e Bach foi imobilizado por três sujeitos que despejaram leite gelado sobre sua cabeça. O vocalista - encharcado, agitado e furioso - soltou o verbo no palco, fazendo trocadilhos infames com o nome do Bon Jovi. Ele e seus roadies arrumaram duas caixas de ovos, que foram atiradas contra a equipe de segurança do Bon Jovi, que dava gargalhadas. E os insultos e provocações seguiram show adentro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"O mais insano é que a plateia estava do meu lado", descreve Bach. Mas ele conta que assim que deixou o palco, o gerente de palco o chamou e disse "Acho que temos um problema aqui. Vimos cerca de 60 pessoas vindo de encontro a nós. Liderando a tropa estava Jon Bon Jovi em pessoa. Do seu lado estavam seu pai e seu irmão Tony, e atrás vinha toda a sua equipe", relembra Bach, que relata as palavras de Bon: "Escutei tudo que você disse no meu palco, seu filho da puta" disse, enquanto dava um soco em Bach, que diz ter conseguido desviar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Imobilizaram Bach e o levaram até os camarins, mantendo-o preso em uma parede. Tony, o irmão de Jon, gritava: "Você chamou meu irmão de Bon chupe-me? No nosso palco?" E o pai deles também tomou as dores, e apontando para a cara de Bach disse: "Vou te matar" ou algo parecido, descreve Bach.

Depois de muitos insultos e disse-que-me-disse, e felizmente sem mais nenhuma troca de socos, a treta amenizou. Bach e Jon ainda trocariam alguns insultos pela mídia, mas no fim das contas o vocalista do Skid Row nunca esqueceu o apoio recebido inicialmente do Bon Jovi, a ponto de em 2006, enquanto estava no bar de um hotel com Axl Rose, Bach ficar sabendo que Bon Jovi estava no local e ter ido de encontro a ele, tendo os dois se abraçado como velhos amigos. "Jon deu uma chance para mim e para a minha banda, sempre terei este débito com ele", disse na época.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Você consegue imaginar como eram as coisas nos anos oitenta?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sebastian Bach: "descobri novos meios de se consumir maconha"


Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.