Suicide Silence: lançado o polêmico e aguardado álbum homônimo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bira Abreu, Fonte: Youtube, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/02/17. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O SUICIDE SILENCE lançou hoje, dia 24 de fevereiro, o seu mais novo trabalho de estúdio "Suicide Silence". O disco conta com o vocalista Eddie Hermida, substituto de Mitch Lucker, morto em um acidente de moto em 2012.

5000 acessosHeavy Metal Fail: os Trues também saem mal na foto5000 acessosDuff McKagan: "Nikki Sixx, do Motley Crue, é um gênio!"

Alvo de polêmicas por conta dos vocais limpos nos singles "Doris" e "Silence" (disponibilizados antecipadamente), o disco foi produzido por Ross Robinson (KORN, SLIPKNOT, LIMP BIZKIT e SEPULTURA) e mixado por Joe Barresi (KYUSS, MELVINS, TOOL, QUEENS OF THE STONE AGE).

De fato, os vocais limpos se distanciam do que a banda de deathcore produziu até o momento, mas ainda assim em algumas faixas é possível ouvir os bons e velhos vocais guturais e gritados.

A insatisfação com os vocais limpos foi tanta que alguns fãs chegaram a fazer uma petição via internet solicitando que o álbum não fosse lançado.

A banda também disponibilizou hoje o vídeo da música "Dying in a Red Room", quarta faixa do disco, que pode ser conferido abaixo.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O novo álbum "Suicide Silence" está disponível nos principais canais de streaming e download.

Resumindo. Vale a pena dar uma conferida, pois a variação entre os vocais "clean" e gutural dão uma dinâmica bastante interessante às faixas e ao disco.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Suicide Silence"

MetalMetal
Dez álbuns de metal que poderiam ter sido bons mas algo deu errado

Suicide SilenceSuicide Silence
Mitch Lucker deixava claro gostar de velocidade

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Suicide Silence"

Heavy Metal FailHeavy Metal Fail
Os Trues também saem mal na foto

Motley CrueMotley Crue
Como a banda aperfeiçoou a arte de beber e se drogar

Legião UrbanaLegião Urbana
O dia em que Renato calou a plateia do Programa Livre

5000 acessosMais Alto!: A diferença entre headbangers e humanos comuns5000 acessosFoo Fighters: Pelo Twitter, banda responde ao vídeo viral5000 acessosCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história5000 acessosKiko: entrar no Megadeth não mudará nada no Metal Nacional5000 acessosMarcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden5000 acessosMetallica: Dave Mustaine resenha o "Hardwired... To Self-Destruct"

Sobre Bira Abreu

Sociólogo nascido em Ubatuba, litoral de SP, tive meu primeiro contato com o metal aos 12 anos, através do "Piece of Mind", do Iron Maiden. Fiquei fascinado! Sou bem eclético, ouvindo bandas que vão de Thin Lizzy à Meshuggah, mas sempre tive uma queda por bandas com uma pegada mais progressiva e tals, a começar por Rush. Atualmente, o que nunca sai da minha playlist: Mastodon, Gojira, Sepultura e Black Sabbath. Na verdade, me considero aficcionado por Mastodon, a melhor banda de metal do séc. XXI ever.

Mais matérias de Bira Abreu no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online