Metallica: Scott Ian explica se tem inveja do mega sucesso da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Durante conversa com Sam Roberts e Dan Soder, do programa "Jim And Sam Show" da SiriusXM, Scott Ian fala sobre seu segundo livro, "Access All Areas: Stories From A Hard Rock Life" (ainda sem título e tradução no Brasil). O vídeo pode ser visto ao final. Confira abaixo um trecho, transcrito pelo Blabbermouth:

Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaDimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músico

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Há uma história no livro, se chama 'A Ira de Kirk', onde eu e alguns dos caras do Anthrax e Metallica, já era realmente muito tarde em São Francisco, após um show do Anthrax, fomos aos clubes de strip e aquela coisa toda. Daí eram duas e meia da madrugada e estávamos todos devidamente calibrados e procurando um lugar pra tocar quando nos demos conta que Kirk morava na cidade. Ele já havia ido embora, tinha umas coisas pessoais pra resolver, então tomamos a decisão adulta de invadir sua casa sem avisá-lo. Mark (Osegueda) do Death Angel sabia onde Kirk guardava a chave e fomos direto pro estúdio caseiro e começamos a tocar, parecia uma boa ideia."

"Três da manhã e estávamos fazendo uma jam bêbada de Black Sabbath para um Kirk nada empolgado. Eu já o conhecia havia dez anos e nunca tinha visto ele tão bravo. Kirk é o cara mais tranquilo que você pode conhecer em sua vida mas isto mudou naquela noite. Ele era tipo um de meus melhores amigos mas ali ele parecia aqueles pais que estão com raiva e desapontados com seus filhos, 'Não posso acreditar que vocês fizeram isto!'. Mas no fim das contas a história acabou com um final feliz. Pra piorar ainda mais houve naquela noite uma porta de vidro caríssima que nós quebramos, mas eu tenho dificuldades de lembrar de detalhes, e por isto no final do livro agradeço aos que estavam presentes, pois juntando o que cada um de nós se lembra é possível montar a história".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois é perguntado a Scott se ele sente ciúmes do sucesso do Metallica, a despeito do Anthrax ter sido incluído no "Big Four" do Thrash Metal:
"Sim, mas ao mesmo tempo você fica muito feliz pelos seus brothers, pois eu estava lá quando eles se apresentaram em Nova Iorque com Dave (Mustaine), ele ainda estava na banda. Tínhamos o mesmo empresário (Jon Zazula) e ele me perguntou se eu não me importaria de ir ao Music Building, que era um buraco no South Jamaica do Queens, onde bandas pagavam uma merreca pra ter um espaço de 7 por 2 metros onde guardar suas coisas e eventualmente dar uma parada. Era ali que eles iam viver. Era algo bem longe de ter um hotel ou coisa assim pra ficar. Jon me disse 'Você se importa de ir lá e receber os caras?' E lá fomos eu e Danny Lilker, o baixista original do Anthrax. Fomos lá receber os caras que estavam chegando em um pequeno trailer de cargas onde cruzaram o país. Eles colocaram as coisas no pequeno quarto e perguntaram 'Okay, onde vamos ficar?'. E eu respondi 'Jonny não contou pra vocês? Talvez vocês devam ligar pra ele'. Eles rapidamente descobriram que iriam ficar ali. Demos pra eles nossa geladeira, nossa torradeira, tudo que podíamos pra ajudar. Nos tornamos amigos".

Depois ele prossegue: "No final dos anos oitenta, em 88/89, o Metallica sozinho já lotava arenas mas ainda não estavam no mega-estrelato que veio depois do 'Black Album', e naquela época nós (do Anthrax) dizíamos que estávamos seis meses atrás do Metallica. Estávamos indo muito bem naqueles tempos, vendíamos muitos ingressos, nada a reclamar, dois ou três Discos de Ouro, mas daí o Metallica passou a tocar em grandes estádios e atingiu Disco de Platina e de repente eles lançam o 'Black Album' e 'booom'. Agora não estamos nem 60 anos atrás do Metallica, apenas não aconteceu pra gente. Aconteceu para apenas uma banda e foi isto. Nós (Anthrax), Megadeth, Slayer, estou aqui 36 anos ainda falando sobre minha banda, ainda fazemos o que queremos, não temos nada a reclamar. Mas apenas uma única banda ultrapassou certos limites".

Comente: Pelo que entendemos, existe sim uma ponta de inveja... ou não? O que achou?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Metallica"Todas as matérias sobre "Anthrax"


Metallica: significado de Fade To Black sempre muda para HetfieldMetallica
Significado de "Fade To Black" sempre muda para Hetfield

Metallica: Kirk Hammett está viciado em SlipknotMetallica
Kirk Hammett está viciado em Slipknot


Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaHit Parader
Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revista

Dimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músicoDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida e a morte do músico


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280