Violet Soda: lançado o clipe de "Take Me"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Anderson Severo, Fonte: Sub_Discos, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

São Paulo, agosto de 2018 - A banda de garage/post-grunge Violet Soda - formada por Karen Dió (vocal e guitarra), Murilo Benites (guitarra), André Dea (bateria) e Lucas Ronsani (baixo) - lança o clipe de "Take Me", música que faz parte de seu EP de estréia, "Here We Go Again", lançado em junho deste ano. Gravado no Estúdio Costella, tem direção e edição de Chuck Hypolitho.

Viking Metal: Com um machado na mão, o que você quiser, você pode!Show de Rock: as diferenças entre os anos 80 e 2010

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Achamos que esse segundo clipe precisava ser da banda tocando, já que no primeiro só eu apareci", conta Karen, se referindo ao já lançado clipe de "Coffee". "A ideia é que a galera se sentisse dentro do estúdio com a gente, pra sentirem como é o Violet Soda tocando de perto", completa.

Com a idéia inicial de fazer o clipe com a banda tocando em um lugar apertadinho, o Estúdio Costella, onde o EP foi gravado e teve o show de lançamento, era a opção perfeita. Então, convidaram o Chuck pra filmar e pensaram juntos no cenário, estética e iluminação.

"Violet Soda é uma das bandas novas mais legais que tem.

Filha total do Costella, material produzido pelo engenheiro da casa, o Capilé. Apesar de ainda um projeto no começo, já mostram potencial para um futuro a curto prazo.

Só músicos bons, profissionais e maduros, além de boas canções.

Me chamaram para dar uns toques no que seria um clipe e acabei dirigindo.

A produção toda foi bem 'do it yourself', tudo feito no Costella", conta Chuck. "Iluminamos a sala com azul e vermelho (que juntos dão o violeta) e gravamos diversos takes da banda tocando enquanto eu gritava no microfone e ia de lá pra cá segurando uma luz.

Enquanto isso, a Juh Guedes fazia a câmera do jeito mais errado e frenético possível. Depois editei o material de forma quase caótica e deu no que deu.

A intenção era tirar uma performance visual quente da banda e bastante expressividade da Karen, foi o que rolou.

Acho que o charme está na finalização, que foi um processo semelhante ao de telecinagem feito antigamente, porém gravei a tela do meu computador com uma 7d para dar a textura desejada. Quero fazer tudo isso mais vezes."

Assista "Take Me":

SOBRE VIOLET SODA

Violet Soda é uma banda de garage/post-grunge, de São Paulo (SP), formada em 2018 por Karen Dió (vocal e guitarra), Murilo Benites (guitarra), André Dea (bateria) e Lucas Ronsani (baixo).

Os integrantes são figuras experientes da cena independente nacional: Karen atua como cantora, compositora e musicista desde os 14 anos, tendo participado de diversos projetos ao longo da carreira; Murilo atualmente é baixista do Corona Kings; Lucas é vocalista e baixista do Cavalo Zebra; André tem em seu currículo participações em bandas como Sugar Kane, Water Rats, Medulla e Vespas Mandarinas.

O grupo integra o selo Forever Vacation Records e gravou no Estúdio Costella, em São Paulo, o EP "Here We Go Again",com quatro músicas e produção de Alexandré "Capilé" Zampieri (Water Rats, Sugar Kane, Camarones Orquestra Guitarrística).

Facebook:
https://www.facebook.com/violetsodabr/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Clipes"Todas as matérias sobre "Violet Soda"


Kiss: Bruce Kulick elege seus 10 clipes favoritos da bandaKiss
Bruce Kulick elege seus 10 clipes favoritos da banda

Angra: vídeoclipe de Light of Transcendence retrata a conexão entre a luz e sombraAngra
Vídeoclipe de "Light of Transcendence" retrata a conexão entre a luz e sombra


Viking Metal: Com um machado na mão, o que você quiser, você pode!Viking Metal
Com um machado na mão, o que você quiser, você pode!

Show de Rock: as diferenças entre os anos 80 e 2010Show de Rock
As diferenças entre os anos 80 e 2010


Sobre Anderson Severo

Nascido em 1980, conheceu o rock n Roll em 1985 aos 5 anos de idade e nunca mais o abandonou. Nos anos 90, participou ativamente do movimento punk, fez parte de projetos como: (R) Existência Aflita, Kaos Eminente, Estado Critico. Formado em Designer, Tecnologia da informação, é um Geek viciado em novidades Hi Tech, Desenvolvimento Web e Mobile. Em 2014 Fundou a banda Insulto Verbal e o Coletivo Cultural de Artistas independentes na Serra Gaucha. A partir de 2015, Mudou - se para Caxias do Sul, e atua como baixista das bandas: Capa Preta Rock, Exclusão Social e No Mercy. Em Fevereiro de 2018 Fundou o Selo Sub_Discos e participa ativamente da cena underground regional e nacional colaborando, como redator e enviando textos a diversos sites de noticias de rock.

Mais matérias de Anderson Severo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336