Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Pescada, Fonte: 80 Minutos
Enviar correções  |  Ver Acessos

O site brasileiro 80 Minutos conseguiu outra entrevista exclusiva para o Brasil. Dessa vez, o entrevistado foi o simpático Fabio Lione.

Angra: Felipe Andreoli empresta baixo para Júnior Bass Groovador usar em eventosRaimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

No bate papo, ele falou de "Zero Gravity (Rebirth And Evolution)" (2019), disco lançado mês passado pela Nuclear Blast fruto do seu novo projeto, o TURILLI/LIONE RHAPSODY. Também comentou sobre sua passagem pelo RHAPSODY OF FIRE, o ANGRA e adiantou: a banda passa por aqui em março de 2020!

A entrevista foi conduzida por André Luiz Paiz, confira trechos abaixo:

ALP: Seja bem-vindo Fabio. Então, após uma turnê de sucesso ao lado de Luca Turilli, vocês decidiram seguir adiante e formar uma nova banda. Como isso aconteceu?

FL: Bem, na verdade, nós planejamos no início fazer uma turnê de 25 a 40 shows e por um período em torno de seis meses. Mas, acabou que o resultado foi ótimo e a turnê um sucesso, tanto que acabamos por excursionar por mais de um ano. Nós não trabalhávamos juntos desde 2011, em "From Chaos To Eternity" (nota: pelo RHAPSODY OF FIRE). Nós já tínhamos esta química incrível de palco e durante a turnê nós curtimos bastante. No final, acabamos por fazer a nossa maior turnê juntos. Então, começamos a conversar sobre fazer algo juntos novamente. Algo completamente diferente, como uma ópera de rock sinfônico, algo como o QUEEN. Depois disso, promotores e gravadoras começaram a nos sugerir que continuássemos juntos como banda e que gravássemos um disco. E foi muito bom. Nós estamos muito satisfeitos com o resultado e com a turnê que fizemos, além de já estarmos ansiosos para excursionar novamente. Obviamente, a América do Sul é um grande mercado para nós, principalmente o Brasil pois, eu o considero como a minha segunda casa. Então, muito obrigado!

ALP: O álbum acaba de ser lançado e soa fantástico. Como você define "Zero Gravity (Rebirth And Evolution)"?

FL: Na minha opinião, este é um dos melhores álbuns que fiz em toda a minha carreira. O som é fantástico, a produção é excelente e nós investimos bastante dinheiro neste trabalho. Devo agradecer à Nuclear Blast e também ao resultado do projeto de crowdfunding que nós fizemos, então, obrigado também aos nossos fãs. Nós realmente queríamos entregar algo com um bom nível de produção, com convidados, diversos instrumentos e corais. Também dedicamos um bom tempo mixando as músicas para obter o melhor resultado possível. Obviamente, isso não é fácil. Nossas músicas são muito ricas, atuais e pesadas. Você pode ouvir e perceber a quantidade de elementos que inserimos. Eu descrevo este disco como um dos melhores que já fiz, ou talvez o melhor. As músicas são excelentes e a produção é muito, muito boa. E mais, nesse disco eu finalmente pude cantar de outras maneiras, como sempre quis, pois eu nunca me considerei como apenas um cantor de metal. Então, finalmente eu pude cantar com interpretações diferentes nestas canções. Você poderá ouvir vocais de power metal, mas também ópera, vocais celtas, baladas e alguns vocais mais agressivos, como você ouve no RAMMSTEIN por exemplo. É isso, nós queríamos criar algo novo e revigorado, afinal o disco se chama "Rebirth And Evolution", então, penso que muitas pessoas gostarão dele.

ALP: Você e Luca trabalharam juntos na composição deste disco? O que mais você pode nos contar das sessões de gravação?

FL: Sim! Claro que o principal compositor deste trabalho é Luca Turilli. Ele já tinha em torno de três músicas prontas para o álbum. Ele é o compositor principal das músicas e também das letras. Juntos, nós passamos um tempo ouvindo e ajustando as linhas finais, pensando no resultado como um todo. Nós podemos dizer que realmente trabalhamos juntos neste disco, mas ele é definitivamente o principal compositor, principalmente porque eu não sou tão bom como músico e em tocar instrumentos. Mas, eu tenho experiência e conheço o Luca muito bem e sabemos bem o que queremos e o que podemos fazer em termos de letras e melodias. Quando ele está compondo material, eu sei exatamente onde ele quer chegar. Então, esta vez foi a melhor de todas as vezes que estivemos juntos em estúdio, pois, após ficarmos entre 7 ou 8 anos sem trabalharmos juntos, ao nos reencontrarmos na turnê, nos vimos mais maduros. Tínhamos a vantagem de ainda nos conhecermos bem e tudo funcionou muito bem, além de que, no final, acabou por resultar no nosso melhor trabalho. Agradeço também ao Simone Mularoni, nosso engenheiro de estúdio, que é um grande cara, um grande guitarrista, é nosso fã, e o melhor de tudo: tem paciência, pois, trabalhar em estúdio com a voracidade minha e de Luca, é necessário ter bastante calma. Estamos realmente felizes. O período em estúdio foi ótimo e passamos em torno de três meses gravando e finalizando o álbum. Foi também a nossa primeira vez no Domination Studio, e Luca ficou bastante surpreso com a qualidade e com o profissionalismo de Simone Lunaroli. O que posso dizer agora é que, quando estivermos todos prontos, começaremos com o segundo capítulo.

Para ler a entrevista completa cedida ao site 80 Minutos, acesse o link abaixo.

https://80minutos.com.br/interview.php?interview=47

Interessados em adquirir o novo disco e merchandising oficial do TURILLI/LIONE RHAPSODY, consultem os itens e valores na página da Nuclear Blast.

https://www.nuclearblast.de/en/label/music/band/about/590564...

Confira o vídeo clip da faixa "Zero Gravity".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Fabio Lione"Todas as matérias sobre "Angra"Todas as matérias sobre "Rhapsody"


Angra: Felipe Andreoli empresta baixo para Júnior Bass Groovador usar em eventosAngra
Felipe Andreoli empresta baixo para Júnior Bass Groovador usar em eventos

Sepultura: no Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeosSepultura
No Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeos

Luis Mariutti: jantar com Rafael Bittencourt (até o Júnior Groovador entrou na conversa)Luis Mariutti
Jantar com Rafael Bittencourt (até o Júnior Groovador entrou na conversa)

Kiko Loureiro: mostrando um dos riffs mais pedidos pelos fãs

Desencontro com Kiko Loureiro: as frustrações de um Guitar Hero (vídeo)Desencontro com Kiko Loureiro
As frustrações de um Guitar Hero (vídeo)

Angra: vocal cover de "Make Believe" feito por Pedro CamposAngra: a coleção em CDs e detalhes sobre os discos na Collectors RoomFöxx Salema: Saiba quais são as principais influências da vocalista

Angra: Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da bandaAngra
Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da banda

Kiko em Kaza: Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko LoureiroKiko em Kaza
Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko Loureiro

Andre Matos: Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assistaAndre Matos
Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assista

Rodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)

Marcelo Barbosa: assista a Big Trouble, novo clipe solo do guitarrista do AngraMarcelo Barbosa
Assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do Angra

Luis Mariutti: os bastidores do reencontro com Edu Falaschi e Alex Holzwarth

Kiko Loureiro: trabalhando em novo disco soloKiko Loureiro
Trabalhando em novo disco solo

Shaman: a ruptura de um marco do Metal nacionalShaman
A ruptura de um marco do Metal nacional

Judas Priest: Painkiller e seus diversos coversJudas Priest
Painkiller e seus diversos covers

Megadeth: vídeo mostra Dystopia pela primeira vez ao vivoMegadeth
Vídeo mostra "Dystopia" pela primeira vez ao vivo


Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da bandaRaimundos
O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

Semelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisSemelhança
Vocalistas de rock com vozes quase iguais

Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na bandaIron Maiden
Bruce diz não haver muito diálogo na banda

Pearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desistePearl Jam
Banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

Slash: citando as qualidades de Axl Rose em vídeoSlash
Citando as qualidades de Axl Rose em vídeo

Askmen.com: site elege as dez melhores músicas do NirvanaAskmen.com
Site elege as dez melhores músicas do Nirvana


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336