Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemDave Mustaine, eufórico, compara James LoMenzo com Cliff Burton

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemNovo clipe do Megadeth foi filmado no litoral de São Paulo, veja fotos

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemQuando Fiuk achou que iria apanhar do Chorão, do Charlie Brown Jr.

imagemJoão Gordo diz que não torce pela seleção brasileira de futebol

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth


Stamp

Terno barato, disfarce e assalto: a jornada de Max Cavalera para conseguir contrato

Por Mateus Ribeiro
Em 03/06/22

O Sepultura é, sem sombra de dúvidas, o maior nome da história do metal brasileiro. O influente quarteto possui muitos fãs e costuma se apresentar em grandes festivais não apenas no Brasil, mas em vários lugares do Planeta Terra. Com mais de 35 anos de carreira, o Sepultura possui fama e respeito, duas coisas que todo artista almeja. Porém, a banda sofreu para chegar onde chegou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico Max Cavalera, que foi um dos fundadores e permaneceu como frontman do grupo até 1996, falou sobre os dias difíceis durante recente entrevista concedida à Kevin Diers, apresentador do canal Everflowing Stream. O icônico guitarrista, vocalista e compositor relembrou o perrengue que passou na década de 1980, quando foi até os Estados Unidos tentar um contrato com alguma gravadora internacional.

Terno barato e migué

Com a ideia de fazer a banda assinar um contrato, Max decidiu que iria até os Estados Unidos. Então, ele contou com a ajuda de sua mãe, com o broche de uma empresa que já não existe mais e uma dose de coragem. "Beneath The Remains é muito especial. É uma verdadeira jornada, que envolve todo o álbum, porque para mim, essa jornada do álbum realmente começou quando lançamos Schizophrenia [em 1987]. Foi o último álbum para a gravadora brasileira Cogumelo. Ganhei uma passagem grátis para Nova York como um funcionário da Pan Am [Pan American World Airways, companhia aérea que faliu no início da década de 1990]. Então, amarrei meu cabelo para trás e ganhei [a passagem]. A minha mãe me comprou um terno barato de cinco dólares, sabe? Tipo, era um terno muito, muito ruim, mas eu parecia muito formal eu tinha o distintivo da Pan Am, sabe, como se fosse um funcionário. Era a única maneira de conseguir a passagem grátis, cara", revelou o ousado Massimiliano, conforme trecho transcrito e publicado pelo site Metal Injection.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Estadia curta e assalto

Max teve sucesso em sua arriscada empreitada e chegou em Nova York, onde ficou dois dias e passou por uma situação inusitada. "Vim para Nova York por dois dias e dei às pessoas das gravadoras (Metal Blade, Combat, Noise Records e Roadrunner) cópias do ‘Schizophrenia’. Durante meu tempo em Nova York, fui assaltado por cinco dólares na 42nd com a Broadway, perto da Broadway. Um cara colocou uma faca na minha garganta. Eu tinha cinco dólares nos meus bolsos, eu pensei ‘Tá aqui cara. Pegue. Puta merda’. Saí da terra do crime no Brasil para ser assaltado em Nova York".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aparição para público minúsculo

Felizmente, Max sobreviveu ao assalto e conseguiu o tão sonhado contrato, que ajudou o Sepultura a se tornar uma das bandas mais emblemáticas do mundo. Porém, antes disso, ele foi até uma loja e se apresentou para uma plateia "um pouco" pequena. "Outra coisa que foi engraçada, acabamos fazendo uma aparição na loja Slipped Disc e o total de pessoas que apareceram foram três, incluindo o proprietário e seu filho".

Como todos sabem, Max saiu do Sepultura depois de "Roots", lançado em 1996. O frontman montou o Soulfly, que lançará o álbum "Totem" dia 5 de agosto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net



publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.

Mais matérias de Mateus Ribeiro.